terça-feira, 30 de abril de 2019

Jo Wood relata encontro chocante com OVNI durante um vôo com o seu filho

Alguns podem descrever suas experiências de férias como "fora deste mundo" - mas para Jo Wood, a sua viagem ao Brasil realmente foi algo de extraordinário!

Jo e seu ex-marido, o guitarrista dos Rolling Stones, Ronnie Wood, acreditam que viram um OVNI durante as férias no Recife, Brasil, há mais de vinte anos juntamente com o seu filho.

Abaixo dois dos seus testemunhos na TV britânica.



Interceção de Caça F-18 Hornet a Objeto Voador Não Identificado "OVNI"


OVNI no Porto de Acapulco

A procuradora Geral de Acapulco, Guerrero, Leticia Castro Ortiz, afirmou que durante as férias da Páscoa ela foi capaz de observar um Objeto Voador Não Identificado (OVNI).

"Acapulco não é apenas reconhecida nacional e globalmente, mas também fora do planeta", disse ela.

A oficial disse que o OVNI apareceu na área urbana do porto de Guerrero, na área rural chamada El Quemado.

"O avistamento decorreu a 14 de abril, na área rural de El Quemado, na área urbana de Acapulco", gabou-se Castro Ortiz.

segunda-feira, 29 de abril de 2019

(Arquivo Óvni) Incidências de UFOs no centro-oeste mineiro.


O ano de 2002 foi de grande atividade ufológica em Minas Gerais.

Por Pepe CHAVES
Com colaboração de
Hélio de ALMEIDA

No ano de 2002 foram registrados vários avistamentos de UFO’s em Itaúna e região. É interessante notar que as formas dos objetos avistados são bem variadas, nos fazendo crer que não provêm de uma mesma fonte. O curioso é que dois destes casos ocorreram numa mesma noite, às 7h30 do dia 25/07/02 e o outro por volta das 2h30 do dia 26/07/02, coincidentemente, feriado municipal de Santana, padroeira de Itaúna.

NO MORRO DO BONFIM - O artista plástico e empresário itaunense, Luis César nos falou da inusitada visão que presenciou ao cair a noite em 25/07. César conta que estava próximo à quadra de futebol de salão da Guimarães & Cia; no centro de Itaúna. De súbito, presenciou um intenso clarão, como se partisse das torres do morro do Bonfim em direção ao sítio do Telmo Dornas, à esquerda do morro. Segundo César eram cerca de 7:30h quando avistou um objeto “descendo” atrás do morro. Sua “cabeça” era vermelho-alaranjada, acompanhada por uma cauda azul-violeta, sendo todo em cores néon. O objeto parecia ser do tamanho de um automóvel e a testemunha assegura que não se tratava de cometa, meteoro ou qualquer outro artefato natural que poderia se encontrar distante no céu causando-lhe uma ilusão quanto à sua distância. César assegura veementemente que o objeto passou próximo às torres de transmissão do Morro do Bonfim. Ele diz que esperou por um estrondo após ver o clarão, supondo a queda de um objeto, porém, barulho nenhum foi ouvido, deixando-o ainda mais surpreso. Posteriormente, ao subir para a praça da matriz, encontrou com dois amigos que haviam presenciado o mesmo avistamento, contando eufóricos às outras pessoas o que haviam visto. Porém, estes se encontravam no Colégio Estadual de Itaúna (de onde se vê o Morro do Bonfim perfeitamente) no momento em que avistaram o objeto luminoso sumir atrás do morro.

DOIS UFOs FIZERAM MANOBRAS – Fernando Pires do Carmo, 20 anos na madrugada de 25/07 para 26/07, se encontrava a trabalho retornando de carro de Paulas, distrito de Itaúna. Ele calcula que seria 2h30 da manhã e ao fazer uma curva na estrada vicinal, a cerca de 4 km antes de acessar a rodovia, Fernando se deparou com um objeto muito luminoso flutuando a uma altura de aproximadamente três postos de energia elétrica (+ - 35m). Ele conta que era uma bola branca com luzes fluorescentes, também brancas, em sua aba. Parou o carro para melhor observar e viu abaixo desta, uma outra bola de luz menor pousada ao solo, na encosta de uma serra. A bola luminosa maior - que deveria ter as dimensões de um automóvel - flutuava silenciosamente, a metros, exatamente acima da menor. Ele conta que de repente, a bola maior soltou sobre a menor um feixe de luz, e através do mesmo a sugou para dentro de si. Tendo a bola de luz menor “entrado” para dentro da maior, esta começou a se movimentar e saiu voando lentamente, até se encobrir atrás do Morro do Bonfim, que pode ser avistado dos Paulas a alguns quilômetros adiante. O avistamento durou cerca de 10 minutos e a testemunha se encontrava a cerca de 200 metros do local em que os objetos luminosos fizeram evoluções. Fernando conta que se sentiu extasiado ao presenciar aquilo, mas não sofreu nenhuma espécie de queimadura nas retinas (comuns nesses casos), irritação nos olhos, tonteiras ou qualquer anomalia biológica.

PAIRA SOBRE 12 PESSOAS - Fernando conta que esta não é a primeira vez que presencia este tipo de fenômeno. Quando ele tinha 10 anos, em 1992, se encontrava com sua família acampados na conhecida Cachoeira das Piabas, no rio São João, divisa de Itaúna com Itatiaiuçu. Eram no total 12 pessoas e puderam observar uma estrela se destacando no horizonte. A luz, que a princípio se parecia uma estrela, veio se aproximando até chegar bem próximo deles. Ela pairou sobre eles na altura de um poste de energia elétrica (+ - 12-15m). Ele disse que todos ali entraram em pânico e o susto foi grande, inclusive, um de seus tios começou a passar mal. Ele conta que no momento que o objeto pairava silenciosamente sobre o acampamento deles sua mãe se aproximou para debaixo do objeto, no que ele segurou sua mão, com muito medo. Não puderam reparar maiores detalhes (Janelas, portas, etc) no que era objeto arredondado, segundo ele, maior que uma casa e que ofuscava uma intensa luminosidade branca. O UFO ficou sobre eles por um tempo de 5 a 10 minutos, até fazer um ruído, segundo ele, porque o objeto “parecia estar pesado” quando este subiu novamente e tomou rumo à direção oposta que veio, desaparecendo na distância.

UFO NA BARRAGEM DE GAFANHOTO – No dia 19/08/2002 várias pessoas em São José dos Salgados, distrito de Carmo do Cajuru, puderam presenciar uma insólita cena. Um autêntico disco voador pairava sobre a barragem de Gafanhoto. Esta barragem abastece de energia elétrica grande parte da região centro-oeste de Minas, incluindo Itaúna. Recebemos um telefonema de José, um amigo nosso, que se interessa pelo assunto e reside em Divinópolis. Segundo ele, sua esposa, Graça, e várias pessoas puderam observar o disco voador pairando distante, porém nitidamente, ao que parecia ser sobre a barragem de Gafanhoto. O UFO ficou imóvel no céu, deixando escapar um canudo de luz por sua parte inferior, impressionando a todos os presentes. Infelizmente não ninguém teve como fazer um registro documental do avistamento daquele objeto que desapareceu logo em seguida. Segundo as testemunhas o UFO ficou vários minutos imóvel no ar. Ainda sobre a região de Gafanhoto, nos chegou recentemente a informação de que uma pessoa daquela região presenciou a incrível entrada de um disco voador nas águas da barragem. Moradores daquelas imediações dizem que o aparecimento destes objetos misteriosos está cada vez mais freqüente naquele local.

AVISTAMENTOS INTENSIFICAM – É fato que cada vez mais, pessoas em todo o mundo avistam e toma ciência da existência de objetos voadores não identificados. De forma crescente, nos chegam relatos e fatos ocorridos aqui em Itaúna, o que nos faz supor estar ocorrendo também em várias localidades do planeta. O interesse pela ufologia cresce em todo o mundo e a curiosidade também. E assim, documentando avistamentos em diversas regiões do globo e estudando suas particularidades, muitos ufólogos e interessados pelo assunto ufologia, trazem a público esta grande realidade, ainda que acobertada por grossas camadas de mentiras plantadas por certas igrejas (que sabem bem do que se trata!) e pela maioria dos governos nacionais do planeta Terra.

* Pepe Chaves é editor de Via Fanzine e UFOVIA.
- Ilustração: "Reconstituição do Caso Paulas", por Pepe Chaves.

FONTE: http://www.viafanzine.jor.br

Impressionante avistamento de UFO por pilotos em 1968


Um Caravelle da Iberia semelhante ao que protagonizou o incrível caso em 1968

Aeronave de companhia espanhola teve assustador encontro com objeto não identificado, revelado somente anos depois; piloto tentou se comunicar com o UFO

Pilotos de linhas aéreas, que diariamente operam equipamentos de milhões de dólares e a quem são confiadas as vidas de centenas de pessoas, são considerados as melhores testemunhas de observações de objetos voadores não identificados. Preparados para lidar com distâncias, velocidades e posições relativas, e conhecedores de fenômenos atmosféricos e astronômicos, eles não são facilmente confundidos quando protagonizam avistamentos, e muitas vezes seus relatos são consubstanciados por registros de radar e outros. Infelizmente as pressões profissionais acabam por impor uma cortina de silêncio sobre essas ocorrências, mas mesmo assim muitos casos marcantes são conhecidos, por profissionais que corajosamente decidiram vir a público e narrar suas experiências.

Um desses casos teve como protagonista Juan Lorenzo Torres, veterano piloto da Iberia Airlines da Espanha. Nascido em Madri e filho de militar, ele teve uma distinta carreira nas Forças Armadas e chegou mesmo a voar com o Rei Juan Carlos, além de ter sido diretor de uma academia de aviação. Como é comum entre esses profissionais ele se voltou para a aviação civil, e teve uma extraordinária experiência em 4 de novembro de 1968. Eram 18h23 e ele pilotava um Caravelle 6-R que havia saído de Londres com destino a Alicante, o voo Iberia Flight 249. O voo seguia normalmente quando a torre de Barcelona ordenou que realizassem uma manobra para baixar sua altitude de 31.000 pés para 28.000, a fim de não conflitar com outra aeronave no mesmo corredor aéreo. Como os pilotos já haviam pedido jantar e as bandejas com as refeições estavam na cabine, eles procuraram efetuar logo a manobra, a fim de não enfrentar turbulência enquanto estivessem comendo.

Torres ordenou ao copiloto que estivesse atento ao outro tráfego, para que depois pudessem jantar calmamente. Contudo em segundos o que eles viram foi um fortíssimo facho de luz rumando precisamente contra seu avião, em curso de colisão. O comandante disse: "Ficamos boquiabertos e derrubamos as bandejas, pois aquilo era algo que jamais havíamos visto. Chamamos uma comissária para também testemunhar o que víamos". A equipe da cabine ficou aterrorizada enquanto o UFO se mantinha a uma distância aparente de dez metros do nariz do avião, movendo-se para cima, para baixo e para os lados, mas sempre retornando para uma posição diante da aeronave. Torres chamou pelo rádio em espanhol e inglês, mas não houve resposta do intruso. O contato com a torre de Barcelona não deu resultado, pois estavam longe da área de sua cobertura de radar, e o piloto então iniciou uma chamada de emergência no canal 121,5, de forma que qualquer aeronave nas proximidades poderia se comunicar com eles.

TENTATIVA DE COMUNICAÇÃO COM O OBJETO
Documento sobre o caso liberado nos anos 90

O capitão Torres teve outra iniciativa, a de acender todas as luzes de seu avião na tentativa de se comunicar com o objeto. Ele conta: "Pelo rádio eu disse em espanhol que ligar e desligar as luzes duas vezes significava não, e uma vez significava sim". O comandante, nas diversas entrevistas que concedeu nos anos após o episódio, era sempre questionado se o UFO respondeu a sua sinalização, e afirmava: "Havia certa lógica nos movimentos do intruso". Torres ainda comenta: "Naquela noite, conforme descobrimos depois, todos dormimos muito mal. Fizemos um pacto se silêncio, mas o tenente-coronel Abreu, da torre de Barcelona, me chamou quando pousei e me disse que o radar do leste da Espanha havia captado a ocorrência. Pedi uma cópia dos registros e ele conseguiu para mim".

Outra página do documento

Contudo, o registro foi confiscado pelo tenente-coronel Ugarte após novo incidente na mesma rota, envolvendo outro Caravelle. Este era pilotado pelo comandante Ordovas, e o mesmo engenheiro que acompanhava Torres, Jose Coenca, estava a bordo. Este caso ganhou a imprensa pois uma comissária que o testemunhou era namorada de um jornalista, contudo a conclusão de Ugarte era que o responsável pelos dois avistamentos havia sido o planeta Vênus, com a qual o comandante Torres nunca concordou.

Juan Lorenzo Torres

Fonte

Há 40 anos, policiais seguiam 'esferas luminosas' no céu em Sorocaba (SP)

Ano:1979


Evento ficou conhecido como 'Caso Mariquinha' e atraiu milhares de curiosos ao interior de São Paulo. Ufólogos dizem, com base em relatos, que luzes brancas eram ovnis. ('Caso Mariquinha' faz 40 anos em Sorocaba — Foto: Clayton Esteves/TV TEM)

Por Carlos Dias, G1 Sorocaba e Jundiaí

Há exatos 40 anos, moradores de Sorocaba (SP) olharam para o céu e disseram ter visto uma luz branca arredondada, mas não era a lua. Segundo os registros, na noite de 8 de janeiro para o dia 9, as esferas luminosas que pairavam sobre a cidade foram seguidas por policiais militares, e o evento ficou conhecido em todo o país como "Caso Mariquinha".

O ufólogo Jorge Facury Ferreira, do Grupo de Estudos e Pesquisas Ufológicas de Sorocaba (GEPUS), é um dos especialistas sorocabanos que estudam o acontecimento e colhe depoimentos e supostos indícios da visita extraterrestre no interior de São Paulo.

Na época, por volta das 3h, uma equipe da Polícia Militar foi parada por um mecânico pedindo ajuda no bairro Barcelona.

Na ocasião, o rapaz estava abalado e, em pânico, contou aos policiais que uma luz apareceu sobre o carro quando ele estacionava na garagem de casa, o que fez com que ele saísse correndo em busca de ajuda.

Imediatamente, a patrulha comunicou outras viaturas, que iniciaram uma varredura no perímetro. Cerca de oito equipes policiais teriam perseguido o ovni, objeto não identificado, até uma pedreira.

 Milhares de pessoas se reuniram em busca de ovnis em morros de Sorocaba — Foto: Arquivo/Globo

O G1 encontrou a família do soldado Pandolfo, um dos envolvidos na ocorrência, mas ele faleceu há três anos. Um neto, que preferiu não gravar entrevista, confirmou que o avô contava as histórias sobre a ocorrência.

O movimento dos policiais acabou na pedreira São Domingos, perto do Morro da Mariquinha. Ainda conforme o registro, os policiais alegaram que pararam as viaturas no local e fizeram sinais com as luzes dos veículos, e teriam sido correspondidos.

Os objetos permaneceram no local até o início da manhã, quando desapareceram.

 Fantástico cobriu evento em Sorocaba em 1979 — Foto: Reprodução

'Duas luas'
Hoje, aos 47 anos, o fotógrafo e historiador Silvio Rosa Santos Martins, morador do Centro de Sorocaba, conta que estava com o pai, artista plástico, quando, segundo ele, os dois foram até outro cômodo da casa buscar tinta.

No meio do caminho, o então garoto olhou para a árvore no terreno e viu a luz branca poucos metros acima.

"Faz tempo, mas me lembro muito bem dessa noite. Meu pai comentou que era a lua e eu disse que não, porque a lua estava do outro lado. Do nada, a esfera foi se movendo. Se fosse hoje, seria algo comparado a um drone. No outro dia vimos que mais pessoas tinham visto pelas matérias", lembra.

 Local onde a luz foi vista por Silvio em Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal

Repercussão nacional
O "Caso Mariquinha" foi noticiado pelo Fantástico em 1979. De acordo com a reportagem, cerca de duas mil pessoas ficaram horas olhando para o céu em busca dos discos voadores. O fotógrafo Pedro Evaldo Morais, que atualmente faz cliques por hobby, chegou a tirar uma foto da luz.

À reportagem, na delegacia, ele contou naquela época que não soube identificar o objeto, que sumiu de forma repentina.

Em entrevista ao G1, 40 anos depois, o fotógrafo lembra que estava em casa quando recebeu uma ligação da redação, esperou o motorista chegar e correu para o morro.

"Eu guardava a máquina em casa e foi uma correria. Lembro que até quebrei a minha cama, porque me troquei rápido. Quando cheguei lá, vi a luz e bati a foto. Estava escuro e foi o que deu para tirar", conta.
 Fotógrafo Pedro Evaldo na época da reportagem e atualmente — Foto: Reprodução - Arquivo pessoal

Na mesma noite, houve blecautes de energia na cidade e, conforme a companhia responsável pela distribuição de energia, o motivo era desconhecido.

A reportagem do Fantástico mostrou pessoas se aglomerando nos dias seguintes na região em busca do ovni. Um ponto branco chegou a surgir perto da lua em uma das noites de "plantão" dos moradores, porém seria o planeta Vênus, segundo um pesquisador relatou na matéria.

"Gostaria de ter visto um disco voador, não vim passar a noite aqui à toa e com duas crianças", afirmou uma mulher.

"Vou embora, porque ficamos a noite toda e foi só canseira", disse outro.

Ruim para o público frustado, bom para o comércio. Enquanto as milhares de pessoas iam à região, vendedores de alimentos faturaram, assim como os donos de lojas que tinham binóculos e telescópios.

Confira abaixo a cronologia dos acontecimentos na cidade:
 FONTE: G1.COM

Avistamento Ovni que convenceu um ministro governamental

Ano:1952


Este é um dos avistamentos de OVNI mais convincentes já relatados, ao ponto, inclusive, de convencer um ministro governamental britânico.

Pela primeira vez um avistamento de um disco voador por um piloto da Real Força Aérea Britânica (RAF), relatado oficialmente, pode ser revelado.

O avistamento ocorreu em 30 de julho de 1952, quando o Sargento de Vôo Roland Hughes estava treinamento sobre a Alemanha Ocidental, em uma aeronave Havilland Vampire FB9.

Quando estava retornado à base, ele relatou estar sendo interceptado por um “disco metálico de cor prata brilhante”, o qual voou ao lado de seu avião antes de ganhar velocidade. O misterioso objeto também foi detectado pelos radares de solo da RAF, os quais gravaram o objeto viajando a velocidades muito superiores a qualquer aeronave conhecida.

Hughs reportou o avistamento as seus oficiais superiores, os quais lhe enviaram para uma reunião com Duncan Sandys, o então ministro da aeronáutica, para que Sandys os interrogasse em pessoa.

Após a reunião, Sandys disse aos seus funcionários mais velhos que estava convencido da história contada pelo piloto.

O avistamento do OVNI não só é um dos mais detalhados por um membro das forças armadas, mas também mostra o quanto as autoridades levaram tais relatos a sério.

Este avistamento foi publicado em documentos liberados pela Churchill Archive, na Universidade de Cambridge.

Em um dos documentos, o qual foi escrito poucos dias após Sandys entrevistar Hughes, então com 23 anos de idade, o ministro conta ao cientista chefe do governo, Lord Cherwell, sobre a reunião, e declara que ele achou convincente o relato do piloto e a evidência que foi agregada do radar.

O avistamento ocorreu logo após um número de relatos por pilotos estadunidenses sobre discos voadores similares. Sandy declarou: “Não tenho dúvida alguma de que [Hughes] viu um fenômeno similar aos que têm sido descrito por vários observadores nos Estados Unidos“.

Lord Cherwell tinha descartado os avistamentos nos EUA como “psicologia em massa“, mas em seus memorandos Sandys o critica por esta atitude e deixa claro sua posição sobre a existência de OVNIs.

O ministro, mais tarde promovido a Secretário da Defesa, também disse: “Até que alguma explicação científica satisfatória possa ser fornecida, não seria muito inteligente aceitar a visão de que ‘discos voadores’ possa ser descartados como uma ‘leve forma de histeria’ “. Ele também escreveu que há “ampla evidência de alguns fenômenos inexplicáveis e desconhecidos“.

Os documentos estão entre milhares liberados pelos arquivos nos últimos anos, e descoberto por David Clarke, um acadêmico da Universidade de Sheffield Hallam, enquanto conduzia pesquisas para uma nova edição de um livro sobre OVNIs.

Por coincidência, logo após sua descoberta, o Dr. Clarke foi contatado pelo filho do piloto, que já havia lido uma edição anterior do livro e queria compartilhar a informação do avistamento de seu pai.
Ronald Hughes morreu em 2009, quando tinha 79 anos, mas tinha recontado sua versão dos eventos para seu filho Brian, o qual passou a informação para o Dr. Clarke, junto com o diário de seu pai, no qual ele tinha anotado o avistamento e a subsequente reunião com Sandys.

No relato do incidente feito pelo piloto, por intermédio de seu filho, ele estava em uma de quatro aeronaves da Vigésima Esquadrilha, da Segunda Força Aérea Tática da RAF, retornando para Oldenburg, no norte da Alemanha Ocidental, voando em formação e à grande altitude, com visibilidade perfeita.

Ele reportou ter visto um repentino clarão de uma luz prateada no céu acima dele, que rapidamente desceu em sua direção, até que ele pôde ver que se tratava de um “disco metálico de cor prata brilhante”.

O piloto disse que sua superfície era brilhante, “como uma chapa de lata“, e “sem uma única dobra, ou ruga“. Ele podia ver, com “incrível clareza” a “superfície metálica absolutamente sem sutura e altamente refletiva“. Ele estimou seu tamanho em 30 metros de diâmetro.

Nenhum dos outros três pilotos viram o objeto. Deduziu-se que foi devido ao fato de estarem fazendo uma volta na hora do ocorrido e não estariam olhando naquela direção. Contudo, o radar de solo detetou o objeto.

Seis dias mais tarde, Hughes – que trabalhou mais tarde como piloto comercial – foi enviado para a RAF FAssberg, outra base aérea no norte Alemanha Ocidental, para relatar seu avistamento aos oficiais seniores, bem como para Sandys, que estava visitando o local.

O Dr. Clarke, que é cético a respeito de assuntos relacionados aos OVNIs, disse: “Não há dúvida de que algo foi visto por Hughes. Ele não está inventando. Mas a única posição a ser tomada é que não sabemos o que era. Mas pode haver algum tipo de explicação científica, antes que cheguemos a conclusões precipitadas sobre visitantes alienígenas“.Fonte

A casa foi abaixo... Pilotos Furiosos com a Marinha Americana

Houve um aumento de avistamentos de OVNIds esde 2014, o número de objetos voadores não identificados (OVNIs), ou fenômenos aéreos inexplicáveis, como os militares os chamam, voando e muitas vezes entrando no espaço aéreo designado militar.

Essas incidências têm se tornado mais regulares com a entrada de vários relatórios mensalmente.
As descrições desses objetos variam de pequenos objetos esféricos a objetos oblongos. 

Até agora, esses avistamentos foram ignorados, mas as preocupações e a raiva dos pilotos levaram a Marinha a agir. 

Joseph Gradisher, porta-voz do gabinete do vice-chefe de operações navais para a guerra de informação, disse que, devido a preocupações com segurança e proteção, todo e qualquer avistamento de OVNI será agora investigado individualmente. Além disso, a Marinha elaborou procedimentos formais para os pilotos que lhes permitem documentar qualquer encontro - uma medida corretiva que muitos dizem estar muito atrasada.

Citando questões de segurança, Gradisher prometeu “investigar todo e qualquer relatório. 

Queremos chegar ao fundo disso. Precisamos determinar quem está fazendo, de onde vem e qual é a intenção deles.
Precisamos tentar encontrar formas de impedir que isso aconteça novamente. ”Chris Mellon, ex-subsecretário adjunto de Defesa para Inteligência e membro do Comitê de Inteligência do Senado, disse:“
É muito misterioso, que eles ainda parecem exceder as nossas aeronaves em velocidade, tecnologia verdadeiramente radical. 

Imagine que você vê veículos altamente avançados, eles aparecem em sistemas de radar, eles parecem bizarros, ninguém sabe de onde eles estão vindo.
Isso acontece de forma recorrente, e ninguém faz nada!


"Estes novos procedimentos Espera-se que os investigadores tenham uma melhor compreensão de quais são esses objetos, de onde vêm e quem ou o que lhes permite entrar no espaço aéreo militar, o que deve acalmar os pilotos irritados que dizem que as suas preocupações estão sendo ignoradas".

A Marinha tem sido irresponsável por não investigar os encontros, como o nome sugere, esses objetos voadores ainda não foram identificados, embora não haja nenhum relatório oficial, há muita especulação.

Excluindo drones, todo tipo de aeronave requer algum tipo de combustível para subir no ar e se impulsionar para frente e para trás. 
No entanto, todos os veículos avistados não tinham entrada de ar, nem vento e nem combustão.

Então não são apenas drones?

Não é tão simples assim.
Drones ainda precisam de algum tipo de sistema de propulsão, que é o que contribuiu para a sua bem conhecida “forma estranha”.

Todos os objectos avistados tinham formas bem arredondadas, sem sinais óbvios de motores ou qualquer propelente, o que torna tudo ainda mais estranho.

Fonte

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura... Este será o dilema dos pilotos que têm sido subjugados ao ridículo aos inúmeros encontros anómalos no espaço aéreo do seu país.

A paciência destes militares parece ter se esgotado!

Atividade de OVNIs em Kansas City, Missouri, EUA

Desenho do OVNI em forma de disco, feito por testemunha.

 Um volume anormal de atividade de OVNIs na cidade de Kansas, estado de Missouri, EUA, em abril e maio de 2011, estimulou uma investigação séria pela MUFON – Missouri.

A diretora estadual da MUFON – Missouri, Margie Kay, recebeu relatos de múltiplas testemunhas que viram OVNIs, orbs alaranjados e uma suposta ‘entidade’.

Segue texto liberado pela MUFON – Missouri para a imprensa:

“18 de maio de 2011, Kansas City, Missouri

Um grande número de telefonemas foram recebidos pela Margie, no escritório da MUFON, a respeito de orbs alaranjados e um grande OVNI prateado na noite de 14 de maio e na madrugada de 15 de maio. Os avistamentos ocorreram durante um período de 9 horas e meia das 19h00min do sábado até as 04h00m do domingo. Alguns dos relatos foram entregues formalmente à MUFON.

Uma criança de 7 anos de idade estava em um carro com sua mãe na rodovia 635, em direção ao sul, às 19h00min no dia 14 de maio. Ele disse à sua mãe que viu um grande OVNI arredondado de cor laranja se movendo entre as nuvens. A mãe é uma professora da universidade de Kansas City e membro da MUFON daquela cidade.

Bolas de luz alaranjada foram vistas ao leste da rodovia I-435 indo em direção ao sul, abaixo dos topos das árvores, às 21h30min do dia 14 de maio. Testemunhas pararam seus carros no acostamento da estrada para apreciar a vista. Os objetos pareciam estar sendo ‘disparados’ de algo à mais ou menos 145 km/h. Todos eles subiram até as nuvens e desapareceram. De acordo com um agente de seguros local e um amigo seu, haviam aproximadamente 125 destes objetos, os quais apareceram dentro de um período de meia hora.

Uma mulher viu uma nave iluminada bem acima das nuvens no sábado à noite, dia 14 de maio, aproximadamente às 22h32min, sobre a cidade vizinha de Independence, indo na direção noroeste. O objeto não era muito definido e estava difícil de enxergar. Somente uma grande luz circular brilhante era claramente visível.

Uma enorme nave cinza metálica em forma de disco, com uma cúpula, uma grande luz horizontal e duas luzes menores no lado, foi avistado em Lee’s Summit, outra cidade vizinha de Kansas City, às 04h00min da madrugada de domingo, dia 15 de maio. Sete testemunhas relataram ter visto uma nave similar. Uma testemunha também relatou ter visto helicópteros Apache, completamente armados, circulando Lee’s Summit e Blue Springs por 7 dias antes de seu avistamento. Porém os helicópteros não estavam na área na hora do avistamento.

Além disso, vários relatos foram recebidos no mês de abril, inclusive por um policial aposentado da cidade de Raytown, que viu uma nave triangular de 15 metros, pairando sobre seu quintal durante a madrugada, e uma ‘entidade’ de 1,20m da altura, a 15 metros de sua cerca. A testemunha relatou a ‘perda’ de 2 horas em sua percepção de tempo.“

Fonte

Caetité, Bahia – Brejinho das Ametistas e seus discos voadores

Ao longo dos anos vários relatos de avistamentos de objetos voadores não identificados (OVNIs) volta e meia surgiam entre os habitantes do distrito caetiteense de Brejinho das Ametistas. Eles ficaram, porém, quase sempre restritos aos seus moradores. E, quando divulgados, foram alvos de gozação por aqueles que não acreditam.

Parece que OVNIs sempre foram vistos naquele distrito, situado em meio a um extenso planalto de campos gerais; a região é centro de grandes jazidas minerais, sobretudo de cristais, que seria um dos motivos para tais presenças alienígenas.

Caetité também seria um “alvo” preferencial dos extraterrestres, pois possui a maior mina de urânio do país em atividade.

Um dos relatos dá conta de luzes que pairam a pouca distância do solo, e desenvolvem grande velocidade até desaparecerem – sendo esta a forma mais comum desses fenômenos.

Recentemente ocorreu a divulgação de relatos oficiais de avistamentos insólitos pela Força Aérea Brasileira, feitos em 2004. Com isto as luzes inexplicáveis que povoam os céus de Brejinho talvez possam encontrar uma razão plausível para sua ocorrência e, quem sabe, possam finalmente as narrativas dos contatos ocorridos serem finalmente reveladas, sem que sofram o preconceito dos que não acreditam.
Fonte:

domingo, 28 de abril de 2019

Avistamento de Ovnis gera investigação em Montes Claros

Luzes que representaram ‘atividade aérea fora do comum’ foram vistas no céu de Montes Claros”, na noite do dia 31


Pesquisadores de Montes Claros estão investigando relatos de luzes brilhantes se movendo rapidamente nos céus de Montes Claros.

A UFO MOC (Autoridade de Pequisa de Extraterrestres de Montes Claros) disse nesta segunda-feira, 01, que está investigando “relatos por parte de um pequeno número de aeronaves que sobrevoam de noite a cidade de Montes Claros” sobre algo que foi chamado de “atividade aérea fora do comum” no último domingo dia 31.

“O relato será investigado como um processo normal de investigação de ocorrência confidencial”, afirmou a entidade em comunicado.

Notícias da imprensa indicam que luzes brilhantes foram vistas na noite de domingo, pilotos de aeronaves que sobrevoam Montes Claros.

As companhias aéreas não responderam ao pedido de comentários do Jornal Montes Claros até a publicação desta reportagem.


A Ufo Portugal aguarda mais informações. 

Depoimentos inéditos sobre a onda ufológica de 1982 (Pesquisas 14)


No dia 06 de agosto de 1982, ocorreu uma grande ONDA de avistamentos na região sul do Brasil. Neste programa apresentamos dois depoimentos inéditos, do pastor Alcides Duque Estrada e do pastor e poeta Geraldo Matias Ferreira. Na época, centenas de pessoas avistaram os OVNIs na região, inclusive integrantes da “Turma do Lambe-Lambe”, de Daniel Azulay. No final do vídeo descrevemos a cronologia dos fatos.


Fonte

Manuel de la Torre: Um caso de abdução na Bolívia


Segundo informações da testemunha, a abdução ocorreu no ano de 1980. O jovem mecânico teria sido raptado a luz do dia por um ovni, enquanto passeava com sua bicicleta pelo altiplano boliviano nos arredores de Oruro. O Homem recebeu informações dos seres que o levaram ao que seria um outro planeta. O caso foi relatado ao cientista e palestrante Manuel de la Torre, que tornou o caso público.

Manuel de la Torre Ugarte Bustos nasceu em La Paz, Bolívia. É astrônomo e meteorologista. Especialista em Educação Tecnológica e em Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs). Realiza pesquisa na área de Cosmovisão Andina e Arqueoastronomia. É autor de livros, consultor e conferencista. Integra a Associação Boliviana para o Avanço das Ciências, a Comunidade de Conhecimentos Ancestrais e é diretor do Observatório Astronômico "Chakana Andina".

A palestra em questão foi realizada no ano de 2015 na cidade de Araçatuba-SP, durante o evento "Cosmos XIV" organizado pelo INAP (Instituto de Astronomia e Pesquisas Espaciais).


Procuramos vida extraterrestre de forma errada...



Itália: Ovni ou Drone militar?

Misteriosa luz em Pisa, onde uma testemunha filmou um estranho objeto luminoso

Uma misteriosa luz vem de Pisa, onde uma testemunha filmou um estranho objeto luminoso

"Bom dia, tenho fotografado e filmado os turnos da luz do filme que estou anexando desde novembro. Repete toda semana assim que escurece. Você sabe o que é isso? O objeto se move com uma luz que não é muito intensa, branca com uma luz constante, de Pisa para o mar. Quando ele está no auge do mar, eu hipotetizo no auge da Marina di Pisa, ele para e acende por dois minutos com uma forte luz branca, quando seu trabalho termina, ele volta para onde começa. OVNI? Se precisarem de mais material, estou disponível. Atenciosamente".

É isso que o email enviado ao ufologista da Ligúria Angelo Maggioni e à equipe da UFO Italia Network leu.
Os dois investigadores, Antonio Bianucci e Emilio Acunzo, e o cientista de fotografia Daniel Cangialosi (antigo colaborador da Mediaset) também estiveram envolvidos nas investigações. 


O vídeo, é genuíno e não é afetado por adulterações ou alterações artificiais, como inserções de objetos, ainda é muito curto para entender completamente o possível movimento descrito pela testemunha.
No filme, de fato, podemos observar uma fonte de luz suspensa no ar acima da cidade, mas ela pára sem mostrar nenhum movimento. 

Os três ufologistas e fototécnicos concordam com as análises e investigações realizadas ao afirmar que o suposto objeto não é compatível com aves, aviões e lanternas ou balões de sondagem (embora raramente sejam lançados à noite), já que, como pode ser visto no vídeo, o objeto permanece imóvel em sua posição, algo que pássaros, balões de ar e lanternas não podiam fazer. 

Permanecem os drones e as hipóteses não-civis ou amadoras como drones para uso amador têm regras rígidas para vôos noturnos e voos proibidos, em cidades ou áreas povoadas, têm um tamanho não superior a 80 cm com pequenas luzes piscando, a recuperação mostra o objeto a uma distância discreta, tal como tornar improvável uma recuperação tão óbvia de um drone amador, enquanto outras coisas são os drones civis ou aqueles usados ​​pela aplicação da lei ou alívio como os dos bombeiros que obviamente não têm restrições, embora permanecendo pequeno. 

A suspeita dos três ufólogos e técnicos em fotografia recai sobre um drone secreto ou um avião militar, na zona de recuperação. Camp Darby levanta uma base militar do exército dos EUA na Itália.
A base está localizada no Tenuta di Tombolo, no município de Pisa, a uma curta distância de Livorno.
A instalação militar está sob o controle do local do Comando Americano no Quartel Ederle de Vicenza, antigamente a sede do SETAF e hoje do Exército dos Estados Unidos.

Com base nessa informação, a explicação mais racional possível, explicam os ufologistas, parece ser um drone militar. No entanto, não é de excluir que também possa ser algo misterioso e difícil de interpretar, a fim de ter absoluta certeza a equipe da UFO Italia Network criada pelos ufólogos Angelo Maggioni e Antonio Bianucci e pelo ufólogo independente (ou nova geração). Emilio Acunzo convidar para enviar mais fotos, vídeos ou depoimentos do evento em questão para os e-mailsufoitalianetwork@gmail.com ou acunzoe@gmail.com 

UFO Itália Network

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Marinha dos EUA apresenta novas diretrizes para pilotos relatarem encontros com objetos não identificados

Washington (CNN) - Os pilotos da Marinha dos Estados Unidos que acreditam ter visto objetos voadores não identificados agora têm um relatório detalhado eventos inexplicáveis e que os meios militares podem acompanhar o que pode ou ser explicável.

"A Marinha está atualizando e formalizando o processo pelo qual pode informar as autoridades competentes de qualquer suspeita de incursões", assim o disseram num comunicado.


A Marinha não acredita que os alienígenas estejam sobrevoando o espaço aéreo dos EUA, disse um oficial da Marinha à CNN. Mas tem havido "nos últimos anos uma série de relatos de aeronaves não autorizadas e / ou não-identificadas a entrar no espaço aéreo designado", disse o comunicado.


"Este tipo de incursão pode ser um risco à segurança e representa um perigo tanto para a Marinha quanto para a Força Aérea. Por razões de segurança e proteção, a Marinha e a Força Aérea levam esses relatórios muito a sério e investigam cada um deles. "

A nova política vai padronizar como os incidentes e que dados são relatados radar ou outro podem ser recolhidos para os militares a longo prazo para uma análise mais aprofundada, disse o oficial da Marinha.

Separadamente, um oficial militar disse à CNN que alguns dos avistamentos recentes são de programas de aviação militar altamente sigilosos que estão realizando testes no oeste dos Estados Unidos.
Como os avistamentos chamaram a atenção do público, oficiais da inteligência da Marinha informaram o Congresso, bem como os aviadores, sobre os riscos de segurança.

O Pentágono financiou de forma intermitente vários esforços para avaliar invasões e fenômenos inexplicáveis ​​por várias décadas, mas o último estudo oficial foi fechado em 2012.
Um ex-funcionário do Pentágono, que liderou o programa e renunciou em protestou, disse à CNN em 2017 "que há evidências muito convincentes de que não podemos estar sozinhos".

Luis Elizondo deixou claro que não podia falar em nomes no governo, mas insinuou que havia evidências que o impediam de excluir a possibilidade de naves alienígenas visitarem a Terra.

"Essas aeronaves, mostram características que não estão atualmente dentro do armazenamento dos EUA nem em qualquer dos seus inventários de que tenhamos conhecimento ", disse Elizondo sobre os objetos que investigaram.

O programa procurou identificar o que havia sido visto, seja por meio de ferramentas ou relatos de testemunhas oculares, e depois "determinar se essa informação é uma ameaça potencial à segurança nacional"..

O ex-funcionário do Pentágono disse que identificou aeronaves "anômalas" que "aparentemente desafiam as leis da aerodinâmica".

"Coisas que não têm serviço de vôo óbvio, nenhuma forma óbvia de propulsão e manobra que inclua extrema capacidade de manobra além do que eu diria, as saudáveis ​​forças G de um humano ou qualquer coisa biológica". 

Fonte

Notícia do Expresso.pt

"Embora este protocolo esteja ainda em fase de rascunho, sabe-se que a ideia é dar mais atenção a estes avistamentos ao invés de simplesmente ignorá-los, prática seguida até agora. Nesse sentido, vão ser estabelecidas diretrizes a que devem obedecer pilotos e outros profissionais que se confrontam com este tipo de fenómenos. A informação foi avançada ao jornal “Politico” pelas Forças Armadas, segundo as quais tem aumentado o número de aeronaves não autorizadas ou não identificadas avistadas nos últimos anos no espaço aéreo norte-americano (“são vistas várias vezes por mês”, disse um porta-voz ao “Washington Post”).
O que também aumentou foi o número de pedidos de esclarecimento por parte dos membros do Congresso, aos quais terão sido entregues relatórios elaborados pelos serviços de informação da Marinha e pilotos que advertiam para os “perigos” destes avistamentos. As Forças Armadas garantem que, “por razões de segurança e proteção, encaram estes relatórios com muita seriedade e investigam cada um deles”, mas a verdade é que têm sido alvo de muitas críticas e acusadas de prestar pouca atenção ao assunto. Porquê? Porque os seus membros têm medo de prejudicar a sua carreira, assim explicou ao “Washington Post” um antigo diretor de um comité de investigação do Senado.
Segundo Chris Mellon, o atual protocolo incentiva a ignorar estes avistamentos, em vez de procurar entender a sua origem. “Em muitos casos, os militares não sabem o que fazer com informações como as recebidas a partir de satélites. Optam por ignorar porque nem se trata de um avião nem de um míssil tradicional.”
O assunto não é novo mas voltou gerar inquietação depois de o jornal “The New York Times” ter noticiado, em 2017, que o Governo norte-americano gastou cerca de 600 mil milhões de dólares (cerca de 540 mil milhões de euros) do orçamento do Departamento de Defesa num programa secreto para investigar OVNIS. A informação foi negada em primeiro lugar mas depois assumida pelo Pentágono. O programa chamava-se “Advanced Aviation Threat Identification Program” e durou cinco anos, de 2007 a 2012. Num dos vídeos a que o jornal norte-americano teve acesso, gravado em San Diego, na Califórnia, via-se aquilo que foi descrito como um “objeto voador” a viajar contra ventos de mais de 200 quilómetros por hora.

O encobrimento chegou mais forte após as últimas revelações dos últimos dois anos".


Resumindo... O OVNI objeto voador não identificado caído e recuperado em Roswell no ano 1947 segundo esta informação, seria nada mais nada menos do que uma aeronave secreta dos EUA desenvolvida nos anos 70!

Esta não é a primeira vez que os EUA tenta negar os estranhos avistamentos inexplicáveis quer por militares, ou pela população do seu país, como também contrariando outros países.

O UFO Portugal Network dá uma explicação...

Sempre que decorra uma violação do Espaço Aéreo de um determinado país com OVNIs segundo os EUA, não são aviões militares seus, mas são mesmo secretamente!


É o dito por não dito e afirmar que pilotos andam a ver balões, Vénus, Drones, pássaros, Gás de Pântano, ou renas voadoras 😎

O vídeo abaixo é o registo de pilotos militares do porta aviões USS Nimitz, quando um estranho objeto não identificado se aproxima do perímetro de segurança da frota naval.

Segundo as novas teorias da Marinha com as notícias acima, os pilotos terão visualizado e perseguido o Planeta Vénus durante uma passagem turística à Terra!


Não conseguir manter a segurança do Espaço Aéreo é certamente sinal de inferioridade tecnológica que os EUA não quer aceitar.

Tire as suas dúvidas, conclusões de toda esta controvérsia que ultrapassa o ridículo do raciocínio.

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Se acha que foi testemunha de uma observação extraordinária reporte 😎


E-mail: ufo_portugal@sapo.pt

SE AQUILO PARASSE, FUGIA!

António Messias, taxista em Sines, teve uma visualização inédita enquanto experimentava o seu novo veículo de trabalho...

Em São Torpes - Sines, talvez em 1994, estava a experimentar um carro, era cerca da Meia-noite, quando parei por detrás do café para urinar.

Foi nessa altura que ouvi um barulho estranho pareciam umas latas a bater umas nas outras, ia rodando e por baixo haviam luzes de várias cores a acender e a apagar.

Ás tantas passou mesmo por cima de mim, e apareceu – me que ai já vinha mais baixo, mais ou menos a uns cinco metros.
A configuração faz lembrar aqueles cogumelos abertos.

Tudo se passou em cerca de meio minuto.
Achei aquilo engraçado, era realmente bonito.
Pensei afinal tenho oportunidade de ver uma coisa destas!
Se aquilo parasse naturalmente fugia!

No outro dia fui comentar isso no banco e foi quando me disseram que outras pessoas também tinham visto.

António Messias, Taxista, Sines.
UFO Portugal & Jornal de Sines ano 2007

sábado, 20 de abril de 2019

Falso OVNI na Internet

Explicação para mais um erro de interpretação.

Recentemente surgiu nas redes sociais um vídeo, onde alegadamente um passageiro teria filmado um OVNI durante um vôo na Coreia do Sul, quando se deslocava para a Tailândia.

O caso se tornou viral, levando vários milhares ao erro inicial do vídeo.

"Não passa de refração de luz".

Infelizmente o vídeo corre entre grupos como se fosse um objeto alienígena com mil e uma explicações, teorias entre crentes e céticos.


Ainda não foi desta... 

Luzes estranhas imprevisíveis

O vale de Hessdalen, a norte da cidade de Roros, na Noruega tem 15 quilômetros de comprimento e vai de norte a sul, e leste e oeste, são montanhas e a altitude é de cerca de 1000 metros. Desde dezembro de 1981, os residentes descobriram que luzes estranhas estão constantemente surgindo neste pequeno vale, por vezes 20 vezes numa semana.

Às vezes, eles vêem pequenos grupos de luzes azuis e brancas que aparecerem em qualquer lugar no céu, movendo-se muito aleatoriamente no céu, sem uma trajetória fixa. Às vezes, vêem luzes amarelas ou brancas de várias formas, algumas são esféricas, outras são ovais, outras são do tipo charuto e de outras formas geométricas. Essas luzes geralmente surgem sobre telhados das casas ou perto do chão, por vezes em altas altitudes. Elas surgem de forma estável por mais de duas horas, geralmente se movendo lentamente ao longo do vale, às vezes a uma velocidade muito rápida, e a direção do movimento é geralmente norte-sul.

Por vezes, eles vêem muita luz combinada para formar um aglomerado de luz, geralmente um aglomerado de luz vermelha na frente do aglomerado, seguido por duas luzes brancas ou amarelas. A luz que participa da combinação também mantém uma distância fixa entre si. Esses aglomerados de luz tendem a se mover lentamente ao longo do topo da montanha, e a direção do seu movimento também é norte-sul.
Há também muitas formas e cores estranhas que são imprevisíveis, e esses estranhos fenômenos de luz são chamados de fenômeno Hessálico. Até o final de 1984, a freqüência dessas luzes estranhas começou a diminuir, mas até agora pode ser observada 20 vezes por ano. O que é intrigante é como essas luzes estranhas ocorrem.

Fenômenos semelhantes ocorreram um pouco por todo o mundo

O estranho fenômeno da luz não parece estar limitado ao pequeno vale de Hessdalen, e muitos fenômenos estranhos semelhantes apareceram ao redor do mundo.
Já em 1900, nas montanhas da região de Mesopotâmia nos EUA uma bola de luz corria entre as duas montanhas por um longo tempo.
Parecia que as duas montanhas estão lutando a arma seria uma bola de luz, na montanha era audível um zunindo para outra montanha, este processo foi acompanhado por um trovão. Este tipo de observação costuma ocorrer durante o dia e a noite, mas geralmente é no céu claro, nunca visto no céu nublado.

Todos os anos em outubro, a 100 km do rio Mekong na Tailândia, depois do anoitecer e antes da meia-noite, é observada uma bola de fogo, por cerca de 200 a 800 pessoas todos os anos, especialmente durante a lua cheia, a noite é ainda mais propensa a bolas de fogo. Lenda local fiz que a luz é emitida por uma serpente. O ministério tailandês da ciência acha que essas bolas de fogo que emanam do rio podem ser combustão espontânea de metano, mas especialistas acreditam que o rio turbulento não é fermentado para produzir biogás.

No início do século 19, "Ghost Lights" aparecem sobre uma pequena cidade no estado americano do Missouri. Algumas dessas bolas de luz são parecidas com as bolas de beisebol, algumas são como basquete, outras são maiores, as cores são variadas, mudam de cor, parecem lanternas ou faróis, mas comportam-se de maneira estranha e podem passar pelo deserto. Voam para longe e de repente desaparecem.

Os cientistas não conseguem encontrar uma explicação

Muitos investigadores estudaram esse fenômenos, mas não encontraram a causa exata.
Em 2003, um professor da Universidade de Queensland estudou esse fenômeno e achou que essas luzes não identificadas eram causadas pela refração do ar causada por diferentes temperaturas do ar, como refratar luzes de carros a 300 quilômetros de distância. Essa teoria pode, de fato, explicar muitos fenômenos estranhos de luminescência, mas essas luzes estranhas começaram quando ainda não existiam carros.

As pessoas pensam naturalmente em raios de acordo com a sua forma, é um relâmpago esférico? Não, relâmpagos esféricos geralmente ocorrem antes e depois de tempestades, enquanto bolas de fogo na Mesopotâmia só aparecem em dias claros, e bolas de fogo no rio Mekong são mais propensas a aparecer nas noites de lua cheia. Além disso, a vida de um raio esférico é de apenas uma dúzia de segundos, e essas bolas de luz podem existir por um longo tempo.

O que exatamente são essas bolas de luz? É como a aurora, a luminescência causada pela mudança do campo magnético causada pela atividade solar? Isso também é improvável. Porque a aurora é uma grande área de luz que aparece acima da terra, e essas luzes estranhas são apenas os aglomerados de luz que aparecem em um determinado lugar.

Muitos investigadores acreditam que estes aglomerados são fenômenos piezelétrico da crosta da terra durante um terremoto e do aperto induzida pelo exercício. Normalmente, um terremoto é muitas vezes acompanhada por via aérea fenômeno luminoso brilhante e colorido, por exemplo, quando o terremoto 1976 em Tangshan, no céu de 200 km apareceu luz piscando colorido, antes e depois do terremoto do terremoto em Kobe, Japão terremoto de 1995 Também acompanhada pelo surgimento de flash.

No entanto, o uso de sismógrafos para medir essas áreas não revelou a menor atividade sísmica na região dessas observações.

OVNI em Guisborough - Inglaterra?


Esta foto tirada do topo de um serro em Guisborough, Inglaterra e desde então os residentes da cidade não param de  falar no assunto depois da publicação através da comunicação social.

O objeto em forma de disco voador foi capturado pela câmera de um usuário do Facebook num passeio noturno, assim como o crepúsculo desceu do topo de Highcliff nas colinas acima da cidade recentemente.

"Alguém tem alguma idéia do que o objeto no céu parece ser? ALIENS ?!" disse o post para o site Guisborough News and Views.


Usuários do Facebook foram rápidos em oferecer as suas teorias e respostas. "Foi um OVNI, ele pousou e me levou ao seu líder. Eu disse que era Theresa May, então eles pareciam enojados e voaram diretos de volta para Alpha Centauri", brincou um leitores da rede social.

Outro pôster disse: "O que quer que seja, está a quebrar a lei por não ter as luzes de navegação acesas".

Mais publicações sugeriram extraterrestres, OVNIs, voltando e alguém jogando frisbees do topo do serro rochoso.
"Alguém jogando frisbees fora do topo?" disse um comentador.

No entanto, surgiram algumas respostas prováveis.

Sujidade na lente da câmera, disse um deles. Um balão meteorológico disse outro. Ainda mais contado o objeto de forma estranha provavelmente seria um drone capturando imagens da área.

O que você acha?

www.gazettelive.co.uk

Não descartando a possibilidade de ave noturna, que durante voo lateral e processamento de obturação da câmera poderá dar a fisionomia discoidal, dando um falso erro de percepção... Contudo não esquecer que a sigla OVNI não significa que seja algo ou objeto de natureza extraterrestre!
OVNI nada mais será do que Objeto Voador Não Identificado, o que pode ser de natureza bem terrestre ao contrário do que possam pensar ou julgar algumas mentes.


Tire as suas conclusões

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Homem garante ter filmado um OVNI com o seu smartphone em plena luz do dia

Na Argentina testemunha afirma ter observado e gravado um OVNI em plena luz do dia quando alertado pelo seu amigo por algo estranho no céu.

Alejandro diz que ficou surpreso com a estranha textura do objeto inquebrável.
Um homem alega ter gravado com o seu smartphone um objeto voador não identificado.

A testemunha, foi identificada como Alejandro Caminada, tem a sua casa na cidade de Laferrere.


"Eu vi o objeto com um amigo, nós estávamos na casa dele. Ele foi o único que me alertou sobre a presença de um objeto estranho, em forma de tubo, no céu ", disse Alejandro que se surpreendeu com textura estranha de objeto indecifrável comentou.

"O objeto cruzou o céu surpreendentemente, era longo na forma de um tubo, não fazia barulho e girava muito rápido".


Se pensa que estes fenómenos só ocorrem lá fora, pois saiba que em Portugal também ocorrem estes fenómenos em plena luz do dia chamando atenção dos mais atentos e curiosos.
Balões, drones, satélites, gás de pântano são as explicações dos mais céticos para o fenómeno.
Já as testemunhas descartam essa possibilidade quando a observação a olho nu é muito diferente, quanto à perda de qualidade de uma gravação digital de uma camcorder ou smartphone.

Abaixo vídeo realizado em Sesimbra Janeiro de 2018.


Outro objeto era também registado em Agosto de 2017 - Albufeira Algarve.


Ao longo dos anos vão chegando inúmeros relatos, fotos, vídeos de fenómenos aéreos inexplicáveis ao UFO Portugal Network, que tem vindo a registar estes eventos e compartilhar com o público.

Estes são apenas alguns dos vídeos que nos vão chegando... Se você também viu, registou algo no céu não deixe de fazer a sua parte, reportando o fenómeno através do e-mail ufo_portugal@sapo.pt


UFO Portugal Network a informar o público desde 2007 😎

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Cantora relata avistamento ovni em direto na TV

Coté Quintanilla e o alegado avistamento de OVNIs que a deixou congelada.

María José Quintanilla revelou que viu um OVNI na Rota 68 Chile.

"Isso é real, eu juro para você." Com estas palavras, María José Quintanilla começou por contar a experiência "extraterrestre" que experimentou enquanto dirigia na estrada para o canal na Rota 68, por volta das 6:20 da manhã.

"Eu vi uma luz muito forte (...) Pensei: 'Devem ser esses balões de publicidade que se penduram e se movem'", descreveu no painel de Much Like , sobre o estranho objeto que oscilava no céu.

A cantora disse que queria gravar o momento, mas foi tratada. "De repente, essa luz começou a ficar mais laranja e estava ficando um pouco mais perto. Juro para você!" , Descreveu Quintanilla sobre o objeto luminoso que, segundo ela, desapareceu e se transformou em pequenos flashes.

"Eram muitas luzes minúsculas e, na verdade, comecei a atravessar porque não sabia o que poderia acontecer (...) senti que ia ultrapassar a estrada", disse.

Assustada por sua visão, ela tentou desviar o olhar, mas quando ela voltou para olhar o céu, o objeto já tinha desaparecido. "Rezei todo o rosário porque estava super nervosa. Eu não mentiria com algo assim ", reconheceu Coté.

Vídeo...

De acordo com Quintanilla, o seu medo era que o suposto OVNI caísse ou aparecesse mais assim. "Essa luz e a forma como ela se movia eram diferentes (...) Estava muito escuro", explicou sobre o episódio que, sem dúvida, fez o seu cabelo arrepiar.

https://www.pagina7.cl

OVNI em Porto Rico 2013 capturado por câmera IR

Localização: Aguadilla, Porto Rico
Abril de 2013

Um objeto voador não identificado foi visto voando a baixa altitude através da pista do Aeroporto Rafael Hernandez em Aguadilla, Porto Rico.

O objeto não deu nenhum sinal de alerta, embora tenha atrasado a partida de um voo comercial.
Uma aeronave da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA capturou em vídeo infravermelho o episódio que foi fornecido à Coalizão Científica para Ufologia (SCU) por um denunciante.


O vídeo mostra o objeto aparentemente viajando sem luzes, em alguns casos abaixo da altitude das árvores, a velocidades próximas a 160 quilometros por hora.

Investigadores de campo no Deserto de Las Vegas Nevada EUA 2016 com a CNN


OVNI Gigantesco em frente a Vigo Espanha reportado por dois pilotos


O estranho evento foi verificado por dois aviões comerciais que tinham a rota dos Estados Unidos, Canadá para Madrid, com uma observação completamente surreal.
Confira...

Dois pilotos de avião voando em aeronaves comerciais na rota da América do Norte para Madri certificaram que tinham visto a 9 mil metros abaixo um OVNI - literalmente, um objeto não identificado - de um tamanho excepcional, o maior já visto ou mencionado.

Estavam voando sobre a costa galega em frente a Vigo quando se depararam com esta inusitada observação. Assim disse um deles, Juan Reyes, no programa "Quarto Milênio" no último domingo diante do olhar atônito de Iker Jiménez, o diretor do espaço de mistério.

O evento ocorreu numa noite de Março de 1997 e agora é conhecido graças ao facto de que foi registrado no relatório que os pilotos fizeram às autoridades de navegação aérea, embora de acordo com o protagonista, "o assunto ainda está em processo de investigação. e, portanto, proibido ao público ". 

O piloto explicou a companhia Air Europa voando de Nova York e passando perto da costa de Vigo -sobre 90 quilômetros, em linha tripulação linear podia ver uma enorme estrutura com luzes em uma posição onde não deve haver nada mais do que mar.
Não poderia ser terra nem tão pouco um navio pelo seu tamanho, que o comandante comparou com a sua ilha natal de Gran Canaria. 

Parecia uma espécie de plataforma com duas luzes muito poderosas no centro que iluminavam todo o objeto não identificado. Eles notificaram o Controle de Madri e, por sua vez, pediram ao avião que vinha do Canadá, 10 minutos atrás por razões de segurança, que ocupasse o mesmo corredor aéreo, para ratificar ou negar essa visão. 
E assim foi: o piloto da segunda aeronave confirmou o mesmo que o seu parceiro e também deixou por escrito. 


Nada mais se sabe sobre a pesquisa, surpreendendo pelo tamanho e localização da estrutura, apesar do tempo desde então, já se passaram 22 anos. 

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Encontro Imediato com um Evangélico


Este é um grande dilema da Ufologia moderna, portuguesa após a divulgação do vídeo em 2013.

A testemunha seriamente crente na religião, é afetada psicologicamente após ter tido um encontro ou experiência extraordinário com algo que ele define não ser deste planeta.


O vídeo revela o típico comportamento de alguém cético após ser confrontado com uma realidade que lhe altera por completo a sua vida e origem no Universo.



domingo, 14 de abril de 2019

Novamente sobre Inglaterra, OVNI é registado sobre Doncaster

Este é o momento em que uma mulher em Doncaster capturou uma imagem de um misterioso OVNI nos céus da cidade.
Julie Marley observou o estranho objeto em forma de diamante por mais de um quarto de hora no seu jardim em Askern - e agora pede aos leitores que ajudem a resolver o mistério.

A Sra. Marley e a sua filha Abigail Sanderson, assim como os seus dois netos, ficaram maravilhados quando o OVNI ziguezagueava em várias posições ao redor do céu - mas nenhum dos dois o viu passar de um ponto a outro.
Ela disse: “Nós realmente não temos ideia do que era e esperamos que outras pessoas possam nos dizer.


“Não fazia nenhum ruído e não se movia como um avião ou um helicóptero.
Estava num ponto A e depois aparecia noutro ponto B simplesmente ”.
As testemunhas estavam relaxando na casa da Sra. Marley em Coniston Road, Askern quando viram o objeto pela primeira vez pouco antes das 17:00 do dia 10 de Abril, com um céu azul. 

Intrigada com o objeto, ela correu para pegar uma câmera para que ela pudesse ampliar para ver mais de perto.
Ela disse: “Definitivamente era uma cor prateada, muito alta - mais alta do que a altura normal em que você vê um avião voando.

“Não havia luz nem nada, apenas parecia estar refletindo o sol. Parecia estar pulando no céu.
“Algumas pessoas sugeriram que poderia ter sido um satélite ou a estação espacial ou algo parecido.

 "Sou muito cética sobre esse tipo de coisa, então não estou dizendo que foi um disco voador com alienígenas ou algo assim, mas estou intrigada para saber o que era.
"É um OVNI porque não conseguimos identificar o que é."

As duas observaram o objeto por cerca de um quarto de hora - na direção de Moss - antes dele desaparecer prontamente para sempre.
"Espero que alguém seja capaz de apresentar uma resposta", acrescentou.

www.doncasterfreepress.co.uk

Este não é um caso isolado... A 30/05/2017, pelas 18:40, um fenómeno semelhante era observado e registado através na cidade de Boston na Inglaterra através de um smartphone.
O objeto apresentava movimentos que simplesmente desafia a física com uma velocidade e cinética impossível ao corpo humano.