quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Dois OVNIs são reportados nesta terça-feira 27, pela Torre de Controle do Aeroporto Jorge Chávez - Peru

O que se passa nos Aeroportos Internacionais de várias países!
Após vários avistamentos recentes, quer por pilotos ou funcionários aeroportuários incluindo Torre de Controle o mistério continua a pairar no ar!

Após um alerta de observação por vários pilotos sobre Irlanda do Norte, foi a vez de algo estranho não identificado sobrevoar os aeroportos de Gatwick e Heathrow na Inglaterra a Dezembro de 2018.

Na noite 14 de Fevereiro pilotos da Air Midwest reportam também ovnis na região de Gloucester uma vez mais na Inglaterra.
O assunto parece despertar cada vez mais atenção e de alguma forma motivando pessoal aéreo a reportar estes incidentes à imprensa ou redes sociais.
Talvez uma ou única forma dos seus avistamentos não serem silenciados ou arquivados por entidades do governo.


Após estes incidentes, surge algo sobre o Aeroporto Jorge Chávez, que uma vez mais não possou despercebido aos funcionários do respectivo Aeroporto.

Um relato da torre de controle do aeroporto de Jorge Chávez, datado de 27 de fevereiro, relata a observação de dois OVNIs nas primeiras horas deste dia.


Dois supostos OVNIs foram registados no início da manhã de 27 de fevereiro no aeroporto Jorge Chávez.
Seriam dois objetos voadores não identificados que permaneceram por quase uma hora sobre o céu de Lima, de acordo com um relatório da equipe da torre de controle do aeroporto.

"Às 01:30 da manhã é observado da torre aparamentemente dois OVNIs a oeste da estação, aproximadamente a 9.000 pés", diz o relatório.

Um dos vídeos capturados das misteriosas luzes


Um dos objetos por vezes surge na tela do radar", diz um dos funcionários.
Em dado momento os OVNIs tomam uma direção desconhecida ou parecem ficar invisíveis para os dispositivos tecnológicos humanos. "Às 02:12, os objetos não aparecem mais na torre de controle", conclui o relatório.

A foto dos OVNIs


Na foto difusa, pode-se ver na cauda de duas aeronaves estacionadas um objeto luminoso, de forma rombóide, que permanece suspenso no ar.
O outro OVNI, que é visto na mesma imagem, parece ser muito maior que o primeiro e teria um tamanho menor.

Abaixo vídeo feito pelos funcionários da Torre


Vale a pena lembrar que os avistamentos de OVNIs ocorrem em diferentes partes do planeta, o que talvez mostre que os humanos não estão sozinhos no universo.
O que eles estão procurando?
Por que nos visitam?

São estas e outras questões que os ufogolos realizam em diferentes partes do mundo quando capturam esse tipo de observação.

Fonte

Drones?... Eis mais um grande enigma... 

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

A verdade está lá fora

“Above Majestic COMPLETO” (Acima/Além de Majestoso) é uma Produção que Revela Divulgações Iminentes do Programa Espacial Secreto e Revelação de Documentos.

ESCRITO PELO DR. MICHAEL SALLA A 18 DE NOVEMBRO DE 2018. FONTE.

Corey Goode, produtor do documentário best-seller “Above Majestic”, divulgou uma grande atualização a 17 de Novembro sobre uma nova fonte que ele conheceu e analisou em particular.

O insider é um cirurgião aposentado com 30 anos de experiência num grande ramo das forças armadas dos EUA, usou o pseudônimo “Bones” depois de revelar a sua verdadeira identidade.


Goode diz que depois de conhecer Bones cerca de um ano atrás, ele posteriormente colocou Bones em contato com as suas outras fontes internas, incluindo “Sigmund”, outro pseudônimo usado por um ex-oficial de um programa espacial secreto da USAF.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Eu sei o que eles fizeram na Área 51. Ex-senador americano insiste em mais pesquisas sobre OVNIs

O ex-líder do Senado Americano, Harry Reid, pressiona sobre as investigações de objetos voadores não identificados 'OVNIs'.

O ex-senador diz não saber se existem alienígenas, mas acredita que muito mais deve ser feito sobre este assunto.

"Há centenas de pessoas que dizem ver a mesma coisa: algo no ar que se move de certa forma", disse o Ex. Senador aposentado de funções.

Castigo

Reid conta também que falou com um importante senador sobre as formas pelas quais os militares podem investigar observações estranhas sem medo de serem punidos.
"Existem militares que querem falar com alguém sobre certas coisas que viram", explicou Reid.
"O que temos visto nos últimos anos é que os pilotos quando vêem algo estranho não mencionam isso porque temem que os seus superiores os possam repreender.


Muitas vezes

Em 2017, ficou claro que Reid era uma força importante por trás do programa secreto de OVNIs no Pentágono.
"Gastamos muito dinheiro e foi um estudo extremamente importante".

Área 51

Ele se aproximou do falecido senador Ted Stevens, que presidiu o Subcomitê de Defesa do Senado.
Stevens foi um grande defensor da pesquisa porque muitas vezes viu estranhos objetos no ar durante a sua carreira como piloto do exército.
Reid também afirmou saber muito mais sobre operações secretas realizadas na Área 51.

"Eu tenho estado frequentemente na Área 51", disse o ex-senador. "Conheço a Área 51 muito bem, e sei o que eles lá fazem.

Parece que cada vez mais se aperta o cerco ao governo dos EUA sobre o fenómeno OVNI.
De ano para ano, cada vez mais Ex. Políticos e militares de altas patentes se prenunciam sobre uma abertura nesta matéria que é mantida em segredo por intesses militares e segurança interna por parte do governo.
Ambas as posições, entendem que o povo tem o direito de saber a verdade.

Avistamento de UFO por tripulante de linha aérea

Por Dyego Theo:

Desta feita como prometido no post anterior finalmente posso compartilhar do fato ocorrido no sábado dia 03 de Agosto de 2013 , em virada para o dia 04 domingo . Por volta das 23:30 daquela noite acabávamos de sobrevoar a cidade brasileira de Belo Horizonte , capital das Minas Gerais;E como num passe de magica após alguns minutos fomos surpreendidos por uma nave / objeto gigantesco que aparecia bem mesmo em cima de nós , era imensamente grande e estava por cima cerca de 100 metros ou até menos , seu tamanho podia ser de 3 a 4 vezes o tamanho da nossa aeronave , um airbus a320. Saímos de São Paulo rumo a cidade de Teresina ( primeira vez que eu visitaria aquela localidade ) e momentos antes por grande curiosidade perguntei aos pilotos se antes já tinham visto objetos não identificados no céu ...de dar arrepios , e acabou acontecendo mesmo logo a seguir , seria grande coincidência ou pressentimento ? Desta maneira a grande nave nos ultrapassou por cima muito lentamente , estávamos a 39 mil pés de altura e a uma velocidade aproximada de de 850km por hora , com certeza ela deve ter aplicado 100 ou 150 km a mais do que nos para tal feito.
 Logo após ter nos ultrapassado aplicou depois uma velocidade maior para que pudesse se afastar mais um bocado rapidamente . Depois manteve a sua velocidade por algum período como se estivesse parada no ar .
 Podíamos vê-la bem mesmo a nossa frente como se estivesse a dizer OLÁ ! tudo bem ?

 Jamais na vida vi algo semelhante e todos da tripulação ficaram visivelmente num estado emocional de êxtase ,beirando a desconfiança e a incredulidade passando pela felicidade de poder ver algo tão especial e que poucos tem a oportunidade de compartilhar . O mais curioso é que a gigantesca nave sequer aparecia no radar TCAS do nosso avião e nem em nenhum dos aviões que voavam na mesma localidade , tampouco nos radares do ACC Brasília , órgão de controle de vôo responsável por aquela jurisdição aérea . Como profissionais fomos obrigados a reportar a situação para que a defesa do País pudesse tomar as providencias cabíveis quanto a averiguação daquele fato , selecionando uma freqüência de comunicação diferente e descrevendo toda a posição geográfica e as movimentações da maquina estranha . O órgão de controle acionou a força aérea para que a mesma enviasse um caça da base aérea de Anápolis ou Santa Cruz, a fim de intercepta-la e dimensionar as suas intenções . Assim o fizeram Mas como se já soubessem de tudo o que ia acontecer , a gigantesca nave se inclinou para a esquerda permaneceu alguns minutos ,em total permanência de sua altitude , velocidade e sem curvas.
 Logo a seguir depois de permanecer parada ( na mesma velocidade que nós ) aí sim adotou uma curva e saiu em retirada numa velocidade fantástica que humanamente era impossível de mensurar , era mais rápida do que qualquer coisa já vista na terra e das tecnologias das quais conhecemos . E se afastou , indo para muito longe. Fato curioso é que nesse deslocamento , aconteceu algo muito bonito naquele céu claro e sem nenhuma nuvem ... Uma chuva de estrelas cadentes !!!! Até brincamos entre nós para fazermos pedidos que com certeza seriam realizados.





 Sem podermos imaginar que fenômeno era aquele e quais os motivos , razoes ou circunstancias restou nos apenas observar e admirar embasbacados tudo o que se passava . Ficava cada vez mais difícil darmos orientação de localização para o Centro de Controle aéreo , por que tudo era muito surreal e fantasioso para descrentes . Mas foi REAL , e visto por várias pessoas . Lá ao longe , ainda podíamos ve-lo , só que a distancia e o nosso deslocamento contrario a rota que o mesmo fez não trazia mais a perfeição de detalhes . Vimos luzes , luzes que sim essas eram muitíssimo fortes mesmo a quilômetros. Uma vinha do solo, sim, da terra, em algum lugar do interior de Minas Gerais , outra no ar e e outra que vinha da própria nave , formando um reta de 45 graus que piscava simultaneamente luzes umas com as outras ...






 Depois de alguns breves minutos perdemos o contato visual , e não sabemos até hoje o que foi aquilo e quais eram as suas intenções . Eu era um sujeito muito desconfiado quanto a esse tema , porém depois daquela experiência passei a ter a certeza de algo estranho acontece por aí ...existe mesmo... Questionados pelo ACC - trafego aéreo - notificamos a perda de contato visual , assim findou - se o caso e o caça retornou a sua base sem nem ao menos ter conseguido chegar perto ou avistar o objeto . A Nós foi solicitado que não fizéssemos um relatório formal perante as autoridades nacionais. Podendo acarretar numa bateria de exames psicológicos , psiquiátricos , toxicologicos e suspensão de liçencas de trabalho e carteiras profissionais sem data definida para normalização e conclusão do processo investigativo. Foi nos aconselhado e assim o fizemos . Porém , resolvi aqui escrever de uma maneira informal para que jamais possa esquecer e compartilhar com o máximo de pessoas possível . VOCÊ , leitor que não acredita , não me importo com a sua opinião. Em nada vai mudar o que se passou e tampouco tirar da cabeça toda uma situação compartilhada por varias pessoas . Não sei se digo que foi sorte ou azar termos avistado a nave , porém só posso dizer que estávamos ali , naquela noite, naquela hora e no momento certo . Desenhos de minha autoria para ilustrar.

Enviei um e-mail pedindo algum tipo de explicação a FAB (Força Aérea Brasileira) em seu site oficial como vocês verão a seguir:


Mensagem: oque os senhores teriam a dizer sobre isso: seuscontatosovnis.blogspot.com.br/2013/08/avistamento-de-ufo-ovni.html#comment-form


e-mail resposta:
Prezado(a) Sr(a),

Agradecemos seu contato com a Força Aérea Brasileira (FAB) por meio deste Centro de Comunicação Social. Em atenção à sua mensagem, este Centro informa que o Comando da Aeronáutica não dispõe de estrutura especializada para realizar investigações científicas a respeito desse tipo de fenômeno aéreo, o que impede a Instituição de apresentar qualquer relatório ou depoimento sobre esses acontecimentos. Informamos , também, que todos os relatos sobre OVNI devem ser encaminhados ao Arquivo Nacional.

ARQUIVO NACIONAL
Tel: (21) 2179-1228
(21) 2179-1273
Email: arquivonacional@hotmail.com

Siga a FAB nas mídias sociais: Twitter @portalfab e no Facebook.
Ouça também as notícias da Força Aérea na Rádio Força Aérea.

Respeitosamente,

Subdivisão de Relações Públicas

FORÇA AÉREA BRASILEIRA
"ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS"



Como vocês podem ver ai esta a resposta evasiva da FAB.

Fonte



Mais um relato: Caso Rio das Ostras

Relato enviado por Luiz Antonio S. Gomes Júnior

E-mail relato:


Ontem a noite estava vendo uma reportagem do canal Histore Channel sobre ovnis no Brasil e me lembrei da noite que passei em Rio das Ostras, quando resolvi fazer uma pesquisa na internet e li a postagem em seu blog me emocionei, pois apesar de pequenas divergencias com o relato que você postou, foi bem parecido com o que presenciei.

Não lembro claramente de tudo o que aconteceu, mas posso narrar aqui um pouco do que lembro.

Na época eu deveria está com cinco/seis anos, estava com minha família na areia da praia, meus pais, meu tio e uns amigos deles estavam mais distante de mim conversando, eu brincava na beira da praia quando a minha esquerda (lembro de um morro e o objeto estava no topo) vi um ponto de luz branco e forte e depois ficava mais fraco suscetivamente, mudando de cor, do branco para o rosa, depois vermelho. Conforme as ondas vinham e desmontava o castelo que eu montava me distrai e quando voltei a olhar o objeto não mais estava lá, quando ouvi alguém que não estava no grupo com a minha família, mas de um outro grupo de pessoas gritar sobre uma luz forte que vinha da minha esquerda (lembro que estava de frente para a praia e olhava para esquerda) quando olhei, foi questão de segundos, tudo muito rápido e ao mesmo tempo: O Objeto, com uma luz muito forte e branca estava em cima de mim, no segundo seguinte já estava a minha direita, na areia da praia, pairando em torno de 1 metro, 1,20 mt da areia e as luzes mudavam de cor (neste ponto tenho a primeira dúvida, apesar de não conseguir dimensionar o tamanho exato do objeto, na minha memória ele estava longe de ter a dimensão de um campo de futebol, muito pelo contrário, o objeto que vi não chegava a ter cinco de diâmetro). Eu tentava correr mais não conseguia, olhava para minha mãe que gesticulava para eu correr até ela, mas não conseguia me mover. O objeto estava a uns cinco metros de onde eu estava. De repente as luzes passaram a ficar brancas apagando e ascendendo em sequencia, dando a impressão que girava muito rápido (como lampadas de árvore de Natal que apagam e ascende em sequência). Dava para perceber que o objeto era prata.

O momento mais apavorante foi quando uma espécie de porta (tipo as portas de sotão com escada, mas no lugar da escada era uma rampa, que no caso era a própria porta) abriu em baixo do objeto e saia uma luz meio alaranjada de dentro e pude perceber vulto de uma pessoa, conseguia ver até mais ou menos a cintura. Quando ouvi novamente minha mãe me chamar. Minha última memória foi olhar para minha mãe e tentar correr novamente e não conseguir. Depois lembro de está caminhando com meus pais, meu tio e os amigos na areia voltando para casa e conversando sobre o que vimos.

Nunca mais voltei a Rio das Ostras depois disso.

Após esta noite minha vida nunca mais se tornou a mesma, com perda total da memória de minha infância antes do fato, e com uma adolescência marcada por fleshs de memória daquela noite e supostamente de outras noites que não sei se são reais, com transtornos, zumbidos e pressão nos ouvidos (chegando a fazer tratamento psicológico, POR VONTADE PRÓPRIA no UISM - Unidade Integrada de Saúde Mental. Depois que comecei a falar para a psicóloga o motivo pelo qual foi procurar ajuda, ela disse que eu realmente estava precisando e que provavelmente eu apresentava sinais de esquizofrenia. Nunca mais voltei).

Obs1: O ponto de referencia que tenho é uma casa de veterinária em formato Colonial como na foto. Quando voltávamos para casa, a alguns metros, beirando a praia havia esta veterinária. Lembro muito bem, pois perguntei aos meus pais sobre a casa e eles me falaram o que era. Depois disso passei anos querendo ser veterinário.

Obs2: Não lembro em nenhum momento de ter escutado nenhum " barulho horrível tomou conta de toda cidade de Rio da Ostras. Muitas pessoas que dormiam foram acordadas por aquilo que parecia ser o barulho de mil cachoeiras." Irei voltar a conversar com minha mãe sobre esta noite para ver se ela lembra. Na época só falamos sobre isso entre nós, mesmo assim meus pais nunca sentaram mesmo para me ouvir. Meu padrinho, na época Oficial da Marinha que passou a estudar o caso com meu pai (já falecido) mas nunca me deixaram falar com ninguém sobre o assunto. Meu tio, hoje evangélico, que na época se "borrou" todinho até hoje tem medo de falar sobre o que aconteceu.

Obs3: "puderam ver que se tratava de um grande objeto de seis lados" Eu não posso lhe dizer o formato do objeto, pois não consigo lembrar, ou não percebi o formato. As únicas coisas que lembro foi da porta que abriu com um ser dentro, das luzes que eram muito forte e que girava. Posso afirmar também que conseguia ver que era prata quando as luzes giravam.

Obs4: Após este episódio, não consigo precisar quanto tempo depois, morava com meu pai na Rua Carumbé, em Realengo quando brincava na frente de casa. Estava no muro sentado, neste dia o tempo estava claro e não havia nenhuma nuvem no céu. Quando olhei para cima avistei uma "estrela" ( aparentando a imagem 02, mas não tão pontudo) era totalmente prata, sem luz, estava numa altura que dava para ver claramente. Tinha um formato de estrela com várias pontas. Corri para dentro para chamar o meu pai, que demorou para me atender (acreditar) disse que era normal ver "estrelas" no céu pela manhã, que provavelmente era Vênus e etc e quando decidiu ir lá fora comigo o objeto não estava mais, o que me rendeu um castigo por está "mentindo".

Infelizmente, esta última experiência não tenho como provar, mas a noite de Rio das Ostras tenho ainda minha mãe viva e meu tio. Meu padrinho, que ainda hoje estuda os fatos também tem o relato de meu pai. Acredito que se entrar com pedido do meu lado médico no UISM eles liberem as sessões que tive com a psicóloga.

Estou disponível para mais esclarecimentos desta noite, se for de alguma valia.

Atenciosamente,

Luiz Antonio Júnior

Fonte

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Curso de 6 Módulos para ser investigador de OVNIs na Europa

Já pensou em se transformar num perito em investigação de OVNIs credenciado?
Pois agora é possível o fazer na Europa.
O Curso para Investigador de OVNIs é possível na Europa através do BUFORA, British Ufo Research Association (ITC) está aberto a qualquer membro do público, com 18 anos ou mais de idade, que deseje realizar trabalho de investigação na ovnilogia. 

As informações seguem as políticas do BUFORA NIC (Comitê Nacional de Investigações) com relação à preparação de potenciais investigadores.
Este é um curso sobre procedimentos investigativos e não um curso sobre ufologia em si.

Espera-se que os candidatos tenham algum conhecimento da história da ovnilogia, das tendências e teorias atuais e tenham feito algumas leituras sobre o assunto em geral.
Para investigar o BUFORA, é obrigatório que você se inscreva e passe no ITC. Abaixo estão os detalhes sobre este curso, caso deseje investigar os relatórios de observação que entram no BUFORA.
O curso consiste em seis módulos e um exame. 

Os módulos, acompanhados de notas de orientação, dão uma base muito boa no que pode ser visto e identificado erroneamente nos nossos céus.
Estes incluem fenômenos tecnológicos, astronômicos e atmosféricos.
Além disso, no decorrer do curso, são fornecidas informações sobre como os relatórios de filmagens fotográficas ou de vídeo devem ser acompanhados e se é necessária mais investigação fotográfica especializada.


O exame é baseado num caso de alta estranheza.

É importante que você conduza o máximo possível da investigação e pesquisa com cada módulo, pois os seus comentários, além de quaisquer respostas definitivas, são significativas numa avaliação da sua tarefa concluída.
Cada módulo deve ser preenchido e devolvido ao tutor para marcação dentro de quatro semanas, após o qual você receberá o próximo módulo juntamente com o seu módulo completo e quaisquer observações feitas.
No caso de quatro semanas não lhe darem tempo suficiente caso você tenha outros compromissos, um pedido deve ser feito ao seu tutor por mais duas semanas para completar o módulo específico.
Atualmente, o curso é administrado principalmente por e-mail, mas pode ser feito igualmente por correio, se necessário.
Depois de ter passado pelo ITC, e como um Investigador Provisório, você será encaminhado a relatórios que podem vir para a sua região. 

Estes não incluirão casos de alta estranheza.
Para obter a acreditação completa como investigador, você deve enviar dois relatórios de casos para o Coordenador de Investigações para avaliação.
Se forem avaliados de acordo com o padrão exigido, você será atualizado para o Investigador Credenciado (AI) e se tornará um membro com direito a voto pleno do NIC BUFORA.
A taxa é de £ 49,95 e, se você decidir se inscrever no curso, entre em contato conosco pelo e-mail solicitantes @ bufora, org.uk para obter detalhes de pagamento.
A taxa do curso não é reembolsável sob nenhuma circunstância.
Todos os rendimentos vão para a pesquisa de financiamento e investigação de campo.
O curso é desafiador e exigirá um grau de comprometimento, mas esperamos que você também ache agradável e compensador.
Como a maioria dos esforços da vida, você vai sair recompensado após o curso.
O BUFORA também organiza reuniões ocasionais de NIC e dias de treino para os quais todos os investigadores e estagiários qualificados são convidados.
Abaixo está um breve resumo dos módulos e seu conteúdo:

MÓDULO 1 - FONTES
Como e onde as pessoas relatam avistamentos de OVNIs; anunciar-se como investigador; lidar com organizações oficiais (por exemplo, polícia, mídia etc.); priorizando relatórios; contato inicial com testemunhas; exercício de treino - observação em Cumbria.

MÓDULO 2 - IFOs ASTRONÔMICOS (objetos voadores identificados / identificáveis)
Obtendo ajuda de astrônomos e órgãos oficiais; Software de astronomia para PCs; estrelas, planetas, lua, satélites, meteoros, lixo espacial; exercício de treino - três relatórios de OVNIs com prováveis ​​soluções astronômicas.

MÓDULO 3 - IFOs AMBIENTAIS
Dados meteorológicos e como encontrá-lo; sol, nuvens, raios de bola; insetos, pássaros e outros estímulos biológicos; círculos de colheita; Exercício de treino - três casos em que os OFIs ambientais podem ter estimulado os relatos de OVNIs.

MÓDULO 4 - IFOs TECNOLÓGICOS
Aviões comerciais (avistamentos diurnos e noturnos); Aeronaves militares, incluindo UAV (veículos aéreos não tripulados); balões e papagaios; dirigíveis; laser e holofotes; contato com o MoD; exercício de treino - três casos indicativos de OIFs tecnológicos.

MÓDULO 5 - ENCONTROS FECHADOS
Marcas e traços do solo; avaria do equipamento e do veículo; efeitos fisiológicos; regressão hipnótica; exercício de treino - relato de avistamento onde são relatados os efeitos físicos do testemunho e do ambiente.

MÓDULO 6 - EVIDÊNCIA FOTOGRÁFICA
Fotografias versus depoimento de testemunhas oculares; métodos de hoaxing; obtenção de imagens e detalhes da câmera; copiando filmagens de vídeo; IFOs fotográficos; exercício de treino - relatório de observação com fotografia.

EXAME
Relatório composto de OVNIs contendo motivos geralmente relatados, mas vagamente baseado na atividade real. Completo questionário de observação BUFORA incluído.
Projetado para testar a aplicação de lógica, instinto, meticulosidade, bom senso, habilidades de observação e iniciativa do candidato.

Se estiver interessado acesse a página http://bufora.org.uk ou através do e-mail: STHeatherD77@aol.com e boa sorte em mais este desafio.

Investigador britânico nos trás novas evidências

O investigador Britânico, Philip Mantle  expert na Ufologia britânica e um amigo do UFO Portugal Network, nos trás novas evidências como também se prepara para uma nova conferência a realizar no dia 17 de Agosto em Pontefract Town Hall Inglaterra, nos brindando o tema de Pasagoula de Calvin Parker.
Se estiver interessado poderá obter mais informações através do Site deste evento.


Uma oportunidade a não perder

Dr. John Alexander - Investigador de OVNIs do governo dos EUA

John Alexander é um coronel reformado do Exército dos EUA que tem sido uma figura crítica no campo de armas não letais e também desempenhou um papel importante na pesquisa de Inteligência do Exército dos EUA no paranormal.

Na década de 1980, John reuniu um grupo de funcionários de inteligência, membros de todos os ramos das forças armadas e da indústria aeroespacial de defesa para investigar o sigilo dos OVNIs. O seu grupo foi chamado de projeto de Física Teórica Avançada (ATP).
Neste episódio, discutimos as semelhanças entre o ATP de John e o AATIP (Advanced Aerospace Threat Identification Program) do Pentágono. Devido à atenção que a revelação da existência da AATIP atraiu, há um ressurgimento do interesse no tópico OVNI em Washington DC Baseando-se no conhecimento interno em como o governo funciona, nós também discutimos as dificuldades que um programa de pesquisa OVNI teria dentro do governo, as preocupações que os militares ou outras organizações confiáveis ​​podem ter como anfitriões de um programa de OVNIs, e se um programa governamental de OVNIs é a melhor opção para a resorcinação do fenômeno.

John começou a sua carreira no exército em 1956 e se reformou como coronel em 1988.
A sua carreira no exército incluía posições em operações especiais, inteligência e pesquisa e desenvolvimento.
De 1966 a 1969, John comandou equipes de forças especiais no Vietnã e na Tailândia.
A sua última missão militar foi como Diretor, Gabinete de Conceitos Avançados do Sistema, Comando de Laboratório do Exército dos EUA. 

Depois de se aposentar do exército, John se juntou ao Laboratório Nacional Los Alamos, como gerente de programa, ele conduziu briefings de guerra não letais nos mais altos níveis do governo, incluindo o Estado-Maior da Casa Branca, o Conselho de Segurança Nacional, os membros do Congresso, o diretor da Inteligência Central e altos funcionários da Defesa. 
John também se encontrou com chefes de indústria, apresentados em instituições acadêmicas, incluindo Columbia, Harvard e MIT, também foi concelheiro da CIA, no Comando de Operações Especiais dos EUA e o Conselho Nacional de Inteligência. 


Em 2003, John serviu como mentor de altos funcionários do Ministério da Defesa do Afeganistão, através do Escritório de Cooperação Militar - Afeganistão, (Forças da Coalizão) Cabul. 
Academicamente, ele tem mestrado, Universidade Pepperdine, Ph.D., Walden University, e mais tarde cursou a Anderson School of Management na UCLA, a Sloan School of Management no MIT, e o programa de oficiais gerais da Kennedy School of Government “National and International Segurança para Executivos Seniores ”na Universidade de Harvard.

Sindicalista de Santa Cruz Argentina, diz ter visto um OVNI

Um Secretário Geral do SOEM disse que viu um Objeto Voador Não Identificado na madrugada de terça-feira, em Comodoro Rivadavia, e deu detalhes do seu avistamento.

O secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores e Empregados Municipais de Puerto Deseado, Daniel Vidal, disse ter visto um Objeto Voador Não Identificado (OVNI).
"Era grande, retangular e cheia de luzes como os refletores, eu vi na terça-feira bem cedo em Comodoro Rivadavia às 3h30 da manhã", disse.

"Estacionei e saí do carro para caminhar um pouco para contemplar a misteriosa aparição. O objeto não fez nenhum som, fiquei tão surpreso que nem tive reação para registar em foto ou vídeo aquele momento."

Além disso, o sindicalista disse que " foram vários minutos de observação, o objeto estava suspenso no ar, a baixa altitude e também em movimento". Revelou...

Esperemos que este sindicalista não esteja com intenções de sindicalizar alienígenas visitantes ao planeta terra.

Arquivos desclassificados do Ministério da Defesa Britânico revelam um estranho incidente em 1985

A noite em que um navegador da Royal Air Force RAF da WW2 ficou intrigado com um OVNI sobre Hertfordshire

Um funcionário aposentado do Ministério da Defesa (MoD) e navegador da WW2 RAF falou sobre um evento que o deixou confuso ao ver uma matriz de luzes do que ele alega ser um OVNI pairando sobre Borehamwood.

A testemunha, cujo nome não pode ser revelado, estava visitando amigos em Cowley Hill por volta das 9h da sexta-feira 24 de maio de 1985, quando um conjunto triangular de luzes apareceu no céu.
O seu relatório ao Ministério da Defesa, agora desclassificado e armazenado nos Arquivos Nacionais, relata o que ele viu em grande detalhe - e ele não pôde oferecer nenhuma explicação, apesar de décadas passadas profissionalmente rastreando o céu noturno.

O observador, que também era é membro da Associação Astronômica Britânica e examinava regularmente as estrelas pelo telescópio, disse: "Duvido que eu seja facilmente enganado por fenômenos aéreos naturais". Minha impressão distinta é que vi um evento para o qual não encontro nenhuma explicação convencional". Penso que os fenômenos astronômicos são descartados pela extensa cobertura de nuvens e pela formação muito regular e triangular das três luzes vistas.
"E as luzes dos aviões parecem uma explicação muito improvável."

Do jardim do seu amigo, relatou ter visto um "algo triangular de luzes" na direção de Elstree, brilhando em branco e amarelo com uma elevação de 30 a 40 graus, rumo a sudoeste.

Ele disse que não ouviu nenhum ruído e não viu nenhum movimento do OVNI, que permaneceu ainda abaixo da cobertura de nuvens por cerca de dois ou três minutos.
No seu relatório descreveu um triângulo equilátero com três luzes, mas não pôde confirmar se as linhas de força estavam próximas ao OVNI, acrescentando que a distância "deve continuar sendo uma questão de especulação".

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Testemunha garante ter visto um disco voador na Holanda

Testemunha na Holanda, Huizen relatou ter assistido a um objeto em forma de disco que desapareceu rapidamente, de acordo com o testemunho no Caso 86486 do banco de dados de relatos de testemunhas da Mutual UFO Network (MUFON).

O avistamento ocorreu às 19h38, a 3 de setembro de 2017.

Detalhe da testemunha...
“Vi uma forma de disco a norte seguindo na direção sul, mudou de direção e desapareceu numa espécie de aura, forma circular”, afirmou a testemunha. "Não houve som."

Detalhes
A testemunha forneceu uma ilustração explicando o que viu.


Teri Lynge-Kehl, da MUFON International, encerrou o caso como um veículo aéreo desconhecido.

OVNI é filmado durante partida de futebol em Londres


Aconteceu na Inglaterra, as
imagem se tornaram viral nas redes sociais e percorreu o mundo uma vez mais através da mídia e o seu sensacionalismo

No dia 7 de fevereiro, um residente de Londres estava na sua casa assistindo a um jogo de futebol feminino quando percebeu que algo estranho estava acontecendo no estádio onde o jogo da liga local de futebol feminino estava sendo disputado. 
Imediatamente, a testemunha conseguiu capturar alguns segundos do avistamento.


O vídeo foi apresentado à Mutual UFO Network, MUFON , em busca de uma resposta.
A testemunha disse: "Eu vi o OVNI durante uma transmissão de televisão ao vivo na BT Sports. Vi um flash de luz no céu e, em seguida, um objeto brilhante desceu em linha reta para onde a luz estava flutuando e depois desapareceu ".

Para o incidente descrito acima, a explicação mais plausível embora um pouco contundente seria um Drone.

Recentemente TVs optaram pela utilização de drones para captura de imagens aéreas em jogos de futebol.
Este poderia ser o caso.
A luz poderia ser provocada pelo reflexo de luz da iluminação do estádio sobre o Drone, o desaparecer misteriosamente ser causado por uma viragem do aparelho que automaticamente perde o reflexo da iluminação.

Com ou sem Drone veja o vídeo abaixo e tire as suas conclusões.



sábado, 23 de fevereiro de 2019

Avistamento ovni em Parnamirim, RN

primeira forma apresentadas pelo objeto

 Segunda forma apresentada

MAIS UM AVISTAMENTO DE OVNI
DATA, HORÁRIO E LOCAL:
Data: 14/09/2014
Dia: Domingo
Horário exato: 23:45h
Bairro: Vale do Sol
Cidade: Parnamirim
Estado: RN
País: Brasil

QUANTIDADE CONHECIDA DE TESTEMUNHAS: 03 (três)
DESCRIÇÃO DO OBJETO AVISTADO:
Formato inicial de uma pirâmide quadrangular, que depois se transformou em um cone.
No início, girava muito lentamente em torno do eixo que passa pelo vértice de cima e pelo centro da base quadrada
A cor do objeto era predominantemente azul neon, que acendia e apagava sem obedecer uma constante.
A cor da sua base quadrada era verde fosforescente, sempre acesa.
Comparo o tamanho desse objeto voador com o tamanho de um micro ônibus.
Era totalmente silencioso.
 Cores apresentadas pelo objeto

COMPORTAMENTO NO CÉU:
Voava a uma altura relativamente baixa (estimo que tenha sido 2 km).
No início ele era bem lento, apresentava uma velocidade constante e viajava em linha reta.
Depois aumentou a sua velocidade e fez uma curva repentina de quase 90 graus.
Em seguida parou bruscamente no céu por aproximadamente 30 segundos.
De repente ele começou a girar muito rápido em torno de seu próprio eixo, aparentando mudar de formato, se transformando em um outro objeto maior e em formato de cone.
Finalmente, ele disparou em altíssima velocidade em direção à Praia de Pium, até sumir definitivamente.
Tudo isso durou quase cinco minutos.
Tentei registrar em vídeo, mas infelizmente não consegui.
A bateria da minha filmadora misteriosamente se descarregou por completo.
Sempre deixo a minha filmadora no meu fácil acesso e com a bateria sempre carregada.

Fonte

Caso Benisa Rodrigues

Desenho do objeto avistado pela senhora Benisa entre os municípios de Santa Cruz das Palmeiras e Porto Ferreira, ambos no interior de SP, no mês de julho de 1990. A seguir o vídeo elaborado pelo canal TerraOutra narrando o caso.
Fonte: Ufos-Wilson

Objeto anômalo filmado e testemunhado sobre as instalações de ARAMAR - Iperó - SP


Clicar sobre a foto para aumentar.

O seguinte relato e vídeo nos foi enviado pelo amigo R.V. que não citarei seu nome. R.V. estava junto de seu amigo na noite de sábado, 29 de agosta de 2015 em sua casa quando observou um estranho objeto que estaria sobre as instalações do Centro Experimental de ARAMAR, na cidade de Iperó, SP. Segundo seu relato, este objeto surgiu por volta das 21:00 h permanecendo ali por uma hora, durante este tempo ele fazia incursões indo e vindo, quando ficava estático, o mesmo emitia luzes multicolores, oque infelizmente não é possível se observar no vídeo feito pelo celular com baixa resolução, não emitia qualquer tipo de ruído. Em sua direção a testemunha tinha seu poste padrão de energia elétrica de sua casa, que podemos usar como ponto de referência, oque leva a crer pela altura e distância passados pela testemunha, se tratar de um objeto de tamanho considerável. Ainda segundo as testemunhas não se tratava de balão, avião, helicóptero e muito menos drone e durante a semana teriam visto a mesma luz pelas imediações. É recorrente no local a aparição de muitos objetos não identificados, local este que se encontra ao lado do Morro de Ipanema localizado na fazenda que leva o mesmo nome, onde desde o século XVIII existem relatos destes avistamentos. R.V. nos informou que são constantes as aparições no local, que por muitas vezes são testemunhadas pelos moradores da cidade e zona rural. R.V. não informou o modelo do celular pelo qual foi feito a gravação. Fica aqui meu agradecimento e confiança as duas testemunhas.

Foto do poste padrão tirada por R.V. durante o dia para podermos fazer uma comparação:





 FONTE: R.V.
Ufos-Wilson

Interessante relato do amigo Rondinelli do blog Rondinelli Ufos de Caicó, RN

Hoje vendo um comentário de um amigo acabei lembrando um fato que aconteceu quando eu ainda era criança! Aconteceu no ano de 1982 em um domingo eu tinha em torno de cinco anos de idade. Muitos vão dizer: Impossível lembra, era muito pequeno, não tem condições! O fato meus amigos, é que quem viu guardou bem na memória e não vai esquecer.

Sou de Caicó RN e observei bem esse fenômeno! Eu estava em frente da casa do meus avós brincando quando um senhor gritou: Vejam aquilo! Era uma espécie de estrela muito brilhante que começou a crescer muito rapidamente. Girava pra todos os lados. Essa “estrela” virou uma bola de fogo, e depois que ela parou no mesmo lugar apareceu umas espécies de ondas em formas de círculos coloridos e depois de umas duas horas essas ondas se propagando iam variando suas cores ficando mais claras sumindo logo em seguida e no local ficou uma marca clara tipo o planeta Saturno.

Há relatos que em outros estado vizinhos como o Ceará e Paraíba também observaram e de formas diferente como duas bolas luminosas separadas que depois foram se juntando e transformando-se em um “pires” depois cresciam rapidamente em forma de enormes bolas em múltiplas cores. Era como se a Lua tivesse crescido e viesse em nossa direção.

Já podem imaginar o que aconteceu! Pessoas apavoradas, chorando e gritando pelas ruas, os mais velhos diziam que era o fim do mundo que era a volta de Cristo. É claro que fiquei assustado por não compreender o que era aquilo, mas fiquei admirando tudo aquilo até seu fim.

No outro dia os Jornais afirmaram que tinha sido uma experiência na Barreira do Inferno (Olhem o nome Barreira do INFERNO) que fica localizada em Natal distante de Caicó 272, 4 Km que na época era a única base de lançamentos de foguete. Na verdade, acredito eu que foi testes nucleares! Só que presenciou isso tudo nunca teve uma resposta verdadeira e o caso esquecido por muito tempo. Alguns estudiosos da ufologia acham que pode ser relacionado a discos voadores do tipo que tenham disparado um foguete com uma ogiva nuclear em direção à uma espécie de nave.

 Centro de lançamento da Barreira do Inferno

Eu mesmo pesquisando há anos a ovniologia acredito tenha sido uma experiência nuclear baseado nas imagens e vídeos de explosões nucleares, mas vai lá saber.

Rondinelli

Meus agradecimentos ao amigo Rondinelli por autorizar esta publicação.

FONTE: RONDINELLI UFOS

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Investigação OVNI na Alemanha CENAP - EuroUfo

OVNIs na Alemanha com o investigador Hansjürgen Köhler, da cidade Michelstadt, continua a olha para o céu em busca de objetos inexplicáveis e algumas respostas para a tão enigmática questão ( Estamos sozinhos no Universo? ). 

De vez em quando, até a polícia liga para o escritório de registro de OVNIs em busca de respostas. Diz...


A rede de Investigação de fenómenos celestes extraordinários (Cenap) ou EuroUfo, publica as suas pesquisas sobre observações enigmáticas na Internet.
"A maioria dos fenómenos é racionalmente explicável", diz Hansjürgen Köhler com um largo sorriso.

Com 62 anos opera praticamente sozinho.
Quem ligam para a linha direta tem a ver com Köhler.
O Cenap está localizado na Hesse Odenwald, mais precisamente em Michelstadt

Fundada em 1976 em Mannheim, a instituição lida criticamente com relatos de alegados avistamentos de OVNIs desde o início que vão desde abduções alienígenas, ovnis a discos voadores nazistas são questões com as quais os astrônomos amadores se envolveram no "Cenap Report" e que agora podem ser lidos online.

A polícia também se volta para o Cenap de vez em quando quando observam algo de anormal.
No ano passado, 326 pessoas ligaram a relataram estranhas observações anomalas no país.
Maioria dos avistamentos foram esclarecidos, como balões de hélio com iluminação LED, estrelas cadentes ou aviões de aeromodelismo luminosos inclusive aviões reais de linha e militares.
Ele pode explicar mais de 80% de todos os eventos observados reportados.

Tudo é meticulosamente documentado.
Há investigadores ufológicos que criaram uma espécie de arquivo pan-europeu para o qual todas as organizações de diferentes países devem contribuir como o faz o EuroUfo e o ( ESUN - European Space Ufo Network ).

O importante é que exista colaboração na partilha de informação entre países.
Esses report's podem ajudar a fazer uma triangulação de determinados fenómenos observados na Europa no mesmo dia ou noite.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Você já olhou para o céu noturno e se perguntou se alguém, ou algo assim, olhava de volta para você?

"O universo é muito grande, na verdade, não pode ser infinito em tamanho", disse o Dr. Bernard Bates.
Bates tem ensinado física na Universidade de Puget Sound há anos e diz que o universo como o conhecemos tem cerca de 13 bilhões de anos e possivelmente é infinito em tamanho.

Ele diz que a enorme quantidade de tempo e espaço faz com que a probabilidade de vida inteligente noutro lugar seja extremamente alta.

"É a questão mais importante que temos na história da humanidade", disse Peter B. Davenport, diretor do National UFO Reporting Center e Hotline.
"Estamos sozinhos nesta galáxia ou não?"
O centro e a linha direta foram estabelecidos em 1974.


"Tive vários avistamentos, o primeiro provavelmente explica por que estou sentado nos estúdios da KOMO falando sobre OVNIs", disse Davenport.
“Eu morava em St. Louis, Missouri na época, era uma criança de cerca de seis anos e meio de idade - eu estava assistindo a um filme drive-in e vimos um objeto que até hoje me surpreende.
Era vermelho brilhante, era doloroso de se olhar e acelerava a uma velocidade incrível”.

Até hoje, ele não tem ideia do que foi. Davenport diz que a experiência mudou a sua vida e nos últimos 20 anos que trabalhou para o National UFO Reporting Center, ouviu milhares de histórias sobre OVNIs, de pessoas aparentemente confiáveis. Como resultado, ele está convencido de que a Terra é visitada regularmente por uma ampla variedade de seres extraterrestres.
Mas todos os tipos de pessoas ligam para a linha direta - como ele descobre o que é verdade e o que não é?

"Sempre nos perguntam essa questão, especialmente a imprensa", disse.
"Eu dou a volta e digo, as pessoas sempre são confrontadas com esse problema. Quer esteja no ramo da advocacia ou do meio académico, nas empresas ou no serviço governamental, está sempre a questionar o que as pessoas lhe dizem. 
Não é diferente na ufologia.

O primeiro avistamento de OVNIs a fazer manchetes nacionais foi publicado no Pendleton's East Oregonian em 1947 no estado de Washington, quando um piloto chamado Kenneth Arnold disse que viu nove aeronaves parecidas com discos voando sobre o Monte Rainier.
A Associated Press pegou na história e algumas semanas depois, Roswell estava no noticiário.
"A Febre OVNI" tomou a América de assalto e o governo dos EUA tomou conhecimento, lançando investigações oficiais sobre a ameaça que os OVNIs poderiam representar para a segurança nacional do país, como o "Projeto Livro Azul" da Força Aérea dos EUA.

No verão de 2018, The East Oregonian publicou outra história sobre OVNIs, e as origens dos objetos ainda são desconhecidas.

"Este tem sido um ponto quente há décadas", disse Maurene Morgan, diretor do Estado de Washington da Mutual UFO Network (MUFON), uma organização de âmbito nacional dedicada a documentar e investigar a atividade OVNI. 
De acordo com Morgan, o noroeste do Pacífico tem sido um foco de atividade OVNI há muito tempo.

“Você ouve sobre o avistamento de Kenneth Arnold dos nove discos que saltam no Monte. 
Região muito chuvosa e, em seguida, você ouve sobre Roswell, Novo México e é onde ele pára ", disse Morgan. “Mas realmente há relatos de jornais que remontam a 1893 num jornal de Tacoma, onde pescadores dizem que viram um monstro eletrônico saindo da água. 
Quando Hanford estava sendo desenvolvido, os avistamentos começaram a surgir nos anos 1940.
Estes eram orbes vermelhos brilhantes, os militares costumavam tentar persegui-los com aviões, orbes que subitamente desapareciam do radar. ”

Outro suposto encontro prematuro de OVNIs em Washington ocorreu em junho de 1947. O "Maury Island Incident", como veio a ser conhecido, envolveu ovnis, e um encobrimento com um homem de preto da qual a história foi transformada num um filme alguns anos.
Morgan e Davenport pedem para aqueles que viram algo estranho no céu denunciá-lo para o MUFON ou para o National UFO Reporting Center, porque cada conta documentada ajuda a resolver o mistério dos OVNIs.

Bates, da Universidade de Puget Sound, disse que se os extraterrestres têm a tecnologia para viajar através das vastas extensões do espaço exterior e visitar o nosso planeta, é muito provável que eles também tenham a tecnologia para visitar sem serem detectados.

Fonte

Em Portugal as denuncias de algo estranho no céu deverão ser reportadas só UFO Portugal Network através do e-mail ufo_portugal@sapo.pt

SERRA DA ESTRELA 17 ANOS DE MISTÉRIO

Este incidente foi notícia em várias fontes noticiosas nacionais em 2002.
São 17 anos de um mistério que ficou por resolver deixando a população da Serra da Estrela sem uma explicação para o sucedido.

Abaixo a transcrição da notícia no jornal Correio da Manhã

Bombeiros e militares da GNR da Covilhã, auxiliados por dois cães e um helicóptero, passaram ontem a 'pente fino' a encosta sul da Serra da Estrela, onde, ao final da tarde de terça-feira, alguns populares dizem ter observado uma explosão seguida de um clarão, mas não encontraram nada que justifique o relato das pessoas.
As buscas começaram às 08h00, sob chuva e intenso nevoeiro, e terminaram às 16h20, depois de um helicóptero ter sobrevoado a zona e não ter detectado qualquer vestígio. 

"Fizemos tudo e não encontrámos nada, pelo que decidimos dar por terminado o trabalho", disse Rui Esteves, delegado da Protecção Civil de Castelo Branco.
O responsável afastou a hipótese de ter sido um fenómeno meteorológico, porque “não chovia, nem havia trovoada e se tivesse caído um meteorito deixava vestígios no solo”.

Ficou assim por desvendar um caso misterioso, conforme salientou José Flávio, comandante dos voluntários da Covilhã, que coordenou as operações, que envolveram 30 bombeiros: 

"É tudo muito estranho. Percorremos a pé e de carro toda a encosta sul e não encontrámos nada. Nem destroços, nem área queimada nem árvores derrubadas. Foi alguma ilusão de óptica", desconfia.

Para o capitão José Teles, comandante da GNR da Covilhã, que destacou para a zona 20 efectivos, "não há relato de desaparecimento de pessoas", pelo que a tese de despiste de algum veículo também foi afastada.

”OUVI UM BARULHO ESTRANHO”

Cláudio Guilherme, 28 anos, trabalhador da construção civil, foi uma das pessoas que ouviu o tal “barulho estranho” vindo da Serra da Estrela, seguido de uma pequena explosão e de um grande clarão. 

"Foi às 18h30. Estava a ajudar o senhor do café a limpar a rua e de repente ouvi um barulho estranho, muito parecido com o de uma avioneta, tal como a pessoa que estava comigo. Parámos, olhámos em direcção à serra e alguns segundos depois vimos um grande clarão”, contou Cláudio Guilherme. Os dois homens ficaram “a olhar um para o outro”, até que ligaram para o 112 e contaram o que viram. “Há mais gente que viu, não foi nada falso alarme”, rematou.

Se o leitor desta notícia for residente da Serra da Estrela, ou testemunha do evento acima e tiver alguma informação útil, queira por favor entrar em contacto com o UFO Portugal Network através do e-mail: ufo_portugal@sapo.pt 

Análise fotográfica do departamento da SUFOI

Novo do Departamento de Fotografia da SUFOI

De Ole Henningsen
9700 Brønderslev 18 de janeiro de 2019

O trabalho de relatório do SUFOI recebeu em janeiro de 2019 via www.ufo.dk uma consulta de um fotógrafo interessado em astronomia perto de Brønderslev, onde descreve o seguinte.


"Tenho uma pergunta sobre algo que registei em fotografia na manhã de 18/1 2019.
A história é que eu tirei fotos a Vênus, atualmente, ele não tem qualquer aproximação com Júpiter.
Tentei com configurações diferentes na câmera. Eles aparecem a partir dos dados EXIF ​​das imagens. A hora é 07.13 no tempos de registo.
É claro que não consegui enxergar a olho nu, mas depois, no ecrã do meu PC, percebi algo no canto esquerdo nas três fotos.
Como se move em relação às estrelas, não pode ser um reflexo na lente.
Da foto 1 até a foto 3, há 54 segundos, mas não consigo colocar as cores / luz combinando".

Conclusão do SUFOI

Imediatamente, o desenho se assemelha a uma formação de reflexos comum no sistema objetivo da câmera, mas tal é geralmente diametralmente oposto ao centro do campo da imagem, que é explicado sob "Reflexões" em www.ufo.dk - "Os fenômenos do céu, etc.". http://www.sufoi.dk/info/refleks.php . 
Isso é observado nas 3 fotos recebidas.
Um reflector poderia, portanto, ter surgido devido a uma fonte de luz para a direita fora do próprio campo da imagem (lâmpada de rua ou semelhante).

O consultor de fotografia Karsten Bomholt ressalta que as fotos são gravadas com lente telefoto de 500 mm. O campo de visão é, portanto, 4-5 °, e as estrelas são de fundo fracas entre mag. ca. 6 e 9. 
O pequeno campo de visão também explica por que tanto Vênus quanto as estrelas se moveram para a direita entre as imagens. Isto é simplesmente devido ao seu movimento para o oeste devido à rotação da Terra.

Sufoi
Seria altamente improvável que uma aeronave, pássaro ou outro objeto se movesse na direção oposta à rotação diária do céu exatamente na mesma velocidade.
O departamento fotográfico considera provável que se trate de uma formação reflexos baseada na poderosa luz de Vênus, e que a formação reflexa possa ser formada, por exemplo, através de uma luz de fundo ou outro equipamento fora da lente da própria câmera.

O fotógrafo concorda com a conclusão de SUFOI e responde, entre outras coisas:

"Obrigado pela resposta a todos os envolvidos e por um trabalho comprometido, sério e ótimo. Eu não esperava nada disto, realmente aprecio isso ... Eu tenho muito respeito por aqueles que fazem um trabalho voluntário em algum contexto".

Assim se faz ovnilogia com seriedade e rigor.

Por sua vez inúmeros websites inclusive jornais prestigiados dão asus à imaginação e acabam eles mesmos por públicar temas com explicação racional cientificamente, ignorando os casos reais da atualidade.

Exemplo do vídeo abaixo capturado por uma camera cctv da polícia australiana.
Perante um simples reflexo de luz na lente, a imprensa cozinhou a história, publicando a notícia como um ovni ou algo de extraordinário.
Resumindo... A imprensa faz as pessoas acreditarem no não óbvio através de uma Fake News.
O resultado final é deveras lastimável quer para as pessoas, quer para a ovnilogia geral.


Neste caso não houve nada de extraordinário... Apenas lens flares, reflexo de luz na lente.

Caso muito idêntico em Portugal, ocorreu em 2015 com fotos realizadas pela cantora Rita Redshoes na cidade do Porto.
Pode ler na íntegra esse episódio (aqui).


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

"É claro que os OVNIs são reais, e eles são interplanetários. A evidência cumulativa para a existência de OVNIs é bastante esmagadora e eu aceito o facto da sua existência." Chefe do Ar Marshall Lord Hugh Dowding Comandante da Royal Air Force durante a Segunda Guerra Mundial.


Vídeo: Residente de Stroud - Inglaterra, garante ter filmado ovni sobre a copa das árvores

Um OVNI foi visto a pairar acima do horizonte sobre as árvores de Stroud, imediações de Gloucester Inglaterra.
A testemunha fornece vídeo a comprovar o que viu a meio dessa madrugada.

O objeto voador não identificado foi avistado às 03:00h da manhã de Setembro de 2018, por um residente de Stroud que estava acordado naquela inóspita hora.
A testemunha descreveu ver a forma estranha, que conseguiu capturar em vídeo, pairando acima das árvores logo abaixo de Rodborough.

"Foi emocionante e assustador ao mesmo tempo", conta ao Stroud News...


A testemunha optou por permanecer anônima, revelando que este não é o primeiro objeto inexplicável que ele observa a meio da noite.

"Já vi semelhante por aqui anteriormente", disse. "Eles são uma visão bastante comum - cheguei a ver cinco de uma só vez!"

Até ao momento não foi encontrada uma explicação racional para o que a testemunha registou em vídeo.

As teorias até ao momento vão para pilotagem de Drone às 03:00am, helicóptero, festa noturna entre outras.
Tire a sua conclusão.

Nós escondemos tudo! Investigação de OVNIs na Suíça 1988

A ordem de inúmeros governos sempre foi e será negar mesmo perante as evidências.





Explosão no céu deixa moradores de Mayotte alarmados


Segunda-feira à noite, por volta das 21h30, várias pessoas ficaram assustadas ao ouvir uma explosão no céu na ilha de Mayotte.

Um barulho estranho vindo do céu, uma bola de fogo à distância e ... um vasto mistério, foi o suficiente para muitos habitantes questionarem a possibilidade de um meteorito ter caído no arquipélago do Oceano Índico. 

Foi o que aconteceu na noite de segunda-feira, por volta das 21h30, quando várias pessoas se questionaram no Twitter sobre um ruído estranho ouvido não muito longe de Labattoir (ao norte de Petite-Terre).

Teria realmente caído um meteorito no mar? 

A prefeitura respondeu num comunicado de imprensa na terça-feira alegando que estão se esforçando "para confirmar  através de outras estruturas científicas, tais como observatórios da área para definir com mais precisão a área de impacto".
No entanto, afirma que os "serviços de emergência não perceberam nenhum alerta em particular".


À noite, a prefeitura já havia assegurado que não poderia fornecer "qualquer explicação" sobre a origem do ruído ouvido no céu de Mayotte.

Até ao momento não existe uma explicação plausível, embora o meteorito seja uma suspeita!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Home Office responsável pelos arquivos X da Hungria

Dr. Sándor Opál, fundador da Sociedade de Ciência Militar da Hungria, membro do corpo público da Academia de Ciências da Hungria, foi o ex-chefe do Ministério do Interior em Mokka. 
O tema eram os alienígenas, mas provavelmente os editores do programa não esperavam o desenrolar que Alexander Opal tinha realizado.

Descobriu-se que antes da mudança de regime na época ele era responsável pela pesquisa dos fenômenos paranormais que ocorriam no país.

Opal trabalhou durante treze anos como chefe de um departamento do Ministério do Interior, sem que muitos dos seus colegas soubessem que ele estava lidando com o tema ovni.

A estação do Observatório Europeu de OVNIs estava na Hungria, era o maior segredo de Ozd ", disse Opal.
De acordo com delmagyar.hu , ele também afirmou que instalaram equipamentos de monitoramento a cada dez quilômetros para registar sinais de uma atividade extraterrestre. 

Segundo Opal, a União Soviética foi mais afetada em casos de OVNIs, escreveu no seu relatório que após a retirada das tropas soviéticas, a atividade paranormal foi significativamente reduzida.