quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Objecto Voador Não Identificado em Ponte de Lima?

Vídeo alegadamente realizado em Ponte de Lima Portugal.

O vídeo abaixo foi divulgado num grupo no Facebook, porém sem qualquer referência, quer na data da observação, como o autor do vídeo, que nos parece ser um turista.


As condições climatéricas parecem não ser as melhores, chuva ou neblina o que nos faz acreditar não ter ocorrido recentemente.

Em primeira análise poderíamos considerar a possibilidade de uma aeronave, porém desconhecemos a existência de qualquer aeródromo na região!

Se tiver alguma informação sobre este vídeo, poderá entrar em contacto connosco através do e-mail ufo_portugal@sapo.pt

Neste momento queremos apurar a veracidade do respectivo vídeo, sabendo que a imagem é efetivamente em Ponte de Lima identificado a localização.

Igreja Santo Antônio da Torre  Velha

10 anos para organizar todos os documentos OVNI de Stanton T. Friedman

Os arquivos de pesquisa OVNI de Stanton T. Friedman podem levar 10 anos a ser catalogados

Por Tebany Yune

Quando Stanton T. Friedman, físico nuclear e ufólogo de destaque, também conhecido como alguém que estuda fenômenos OVNI, faleceu em maio, arquivistas em New Brunswick, Canadá, já havia reunido a sua vasta coleção de documentos OVNI para preservação. De acordo com um relatório da Motherboard, são 50 anos de dados de OVNIs espalhados por toda parte - e os arquivistas terão que categorizar tudo.

Joanna Aiton Kerr, gerente dos arquivos provinciais em New Brunswick, descreveu os arquivos como um turbilhão de papéis. "Podemos encontrar uma única página de uma carta ou documento numa pilha, outra página noutro lugar do outro lado da sala, outra página dobrada num livro e assim por diante". A descoberta foi uma surpresa para outros ufologistas, que haviam assumido que Friedman era incrivelmente organizado, devido às suas apresentações completas e bem referenciadas.

Friedman era o mais famoso por ser o "investigador civil original" do incidente de OVNIs em Roswell em 1947. Durante esse evento, ele entrevistou uma testemunha e documentou a recuperação dos materiais não identificados encontrados, levando a ideia de naves espaciais extraterrestres à vista do público. Ele passou a maior parte de sua carreira debatendo a existência de extraterrestres, defendendo na Câmara dos Deputados dos EUA por mais transparência na pesquisa de OVNIs da Força Aérea, escrevendo livros sobre incidentes de OVNIs e criando hipóteses sobre as origens dos OVNIs.

Uma carreira como essa cria muita papelada e organizar os arquivos é um esforço gigantesco. Kerr disse ao Motherboard que 25 caixas foram processadas para exibição pública, mas ainda há muito mais a ser lavrado. Pode levar até 10 anos para catalogar tudo com os seus recursos atuais nos arquivos. Mesmo com dois funcionários em tempo integral dedicados a trabalhar exclusivamente na sua coleção, a quantidade ideal de ajuda necessária, ainda levaria de 3 a 4 anos. E a biblioteca atualmente não possui recursos para contratar arquivistas adicionais.

No entanto, os arquivos provinciais não se afastam da tarefa. Os arquivistas continuam a dedicar pelo menos um dia por semana estritamente à triagem através do trabalho de Friedman. "Definitivamente, existe uma demanda para ver os registros", disse Kerr, "e definitivamente sentimos a pressão para disponibilizá-los o mais rápido possível - mas também queremos fazer o trabalho corretamente".

O projeto atraiu o interesse de crentes e críticos dos OVNIs, especialmente à medida que mais mistérios celestes surgem aqui e ali.

"[A] coleção é como olhar através da tumba do rei Tut", disse um investigador à Motherboard. Talvez, no futuro, possamos usar as obras de Friedman como referência histórica, à medida que continuamos a aprender mais sobre esses avistamentos de OVNIs.

www.mic.com

terça-feira, 29 de outubro de 2019

OVNI: Do Ridículo ao Sensacionalismo

Quando lens flares ( reflexo de luz solar ), viram OVNI e os pseudos investigadores não entendem nada de ufologia.

Esta é a realidade atual do sensacionalismo e ridículo a que as pessoas se submetem para dar entender que percebem do assunto quando na verdade estão a seguir um guião e a testemunha um actor pago com uma notícia e vídeo completamente falso!

O importante para estes programas é ter audiência.

Tome atenção ao vídeo e entenda.


Esta é uma de muitas situações que tem poluído a verdadeira Ovnilogia científica.
Não é necessário ser um grande expert no assunto para perceber que tudo não passa de reflexo de luz solar quando a câmera é direcionada no Sol.
O movimento da câmera com o movimento, cria um efeito que faz esse reflexo se movimentar... Os investigadores ficam incrédulos, demostrando total desconhecimento ou ignorância, em especial quando a luz entra no lago que por sua vez a água nem se mexe!

Apenas reflexo de luz solar, acompanhado de mais mistério alimentado pelos próprios pseudo investigadores e ex agente da CIA.

Abaixo deixamos um vídeo que nada está correlacionado com Ovnilogia, mas que demonstra o total desconhecimento de um assunto de um público desinformado mas que se faz de grande entendido numa total ignorância.


segunda-feira, 28 de outubro de 2019

EUA OVNIs Hot Spots

Classificação dos estados perante a observação de Objectos Voadores Não Identificados nos Estados Unidos, segundo notícia avançada pelo Burlington County Times.

A Pensilvânia ficou em 7 na posição de ranking de observações OVNI Objectos Voadores Não Identificados nos EUA, Nova Jersey em 14 , de acordo com uma análise dos dados recolhidos pelo National UFO Center.

Bem a tempo do Halloween, Nova Jersey e Pensilvânia foram classificadas entre os lugares mais prováveis ​​dos EUA para ver um OVNI.

A Pensilvânia ficou em sétimo e Nova Jersey em 14º como Estados dos EUA com os mais relatados, de acordo com uma análise dos relatórios realizado através do National UFO Center, com sede no Estado de Washington.

Desde 1974, o centro afirmou ter operado uma linha direta de relatórios de OVNIs e recolhido detalhes de mais de 90.000 supostos avistamentos.

Desde então, a Pensilvânia era o lar de 3.99999 avistamentos relatados. Esse é um avistamento para cada 3.198 residentes no estado. Nova Jersey teve 2.387 supostos encontros próximos, ou um avistamento para cada 3.754 residentes.

As pessoas no Alabama eram mais propensas a ver um OVNI, sugerem os relatórios.

O National UFO Center registrou 1.123 avistamentos para cada área estadual para apenas 738.565 pessoas. Esse é um avistamento para cada 658 pessoas que vivem no Alabama.

O Condado de Bucks tornou-se um foco de teoria da conspiração alienígena e de avistamentos OVNI em 2008, depois da polícia de Falls responder a relatos de uma nave estranha pairando "como um polvo" acima de um restaurante Don Pablos agora fechado na Lincoln Highway, perto do Oxford Valley Mall.

Nos meses que se seguiram, dezenas de outras aeronaves estranhas foram relatadas nos céus acima do subúrbio de Filadélfia. Buck organizou uma conferência sobre OVNIs e mais tarde foi apresentado num documentário do Discovery Channel "OVNIs sobre a Terra".

domingo, 27 de outubro de 2019

OVNIs na República Checa

Aqueles que costumam observar o céu na República Checa às vezes poderão ver um objeto voador não identificado OVNI. 

Todos os anos são reportados entre 100 a 150 avistamentos neste país.
Šiška, diretor do projeto Glow, que visa recolher todas as observações de OVNIs. Segundo ele, deve-se notar que a sigla não significa automaticamente homens verdes ou naves alienígenas.
No entanto, Šiška garante que nem todos os objetos podem ser explicáveis.

OVNI (Objeto Voador Não Identificado) é um fenômeno que a maioria das pessoas associa aos EUA. Isso se deve tanto aos filmes quanto a eventos conhecidos, como a descoberta dos destroços misteriosos OVNI e respectivos corpos perto de Roswell , Novo México, em 1947, que provocou algum debate.

A questão dos OVNIs, no entanto, diz respeito ao mundo inteiro, incluindo a República Checa. 

É baseado na própria abreviação, que é um objeto voador não identificável. Tudo o que voa no céu e inicialmente não é possível determinar a sua origem é chamado de OVNI.
O projeto Glow visa fornecer uma visão sóbria dos misteriosos objetos voadores na República Tcheca. Reúne testemunhos de pessoas que viram algo suspeito no céu.

www.blesk.cz

sábado, 26 de outubro de 2019

OVNI: Objecto Voador Não Identificado em Valbom Gondomar

Objecto Voador Não registado sobre a região de Gondomar na noite 22 Outubro 2019 às 20:05h.

Segundo a testemunha o objecto teria um vôo irregular tipo (S), tendo conseguido realizar uma fotografia dessa luz com o smartphone.

Zoom do objecto

O mesmo fenômeno seria observado às 20:15h sobre Canedo - Santa Maria da Feira.

De salientar que pontos luminosos são muito irrelevantes quando avistados a longa distância vs velocidade e obturação do equipamento pode criar de alguma forma deformações na fotografia!

Porém o mesmo fenômeno terá sido observado por diferentes testemunhas em horário e localização diferente.

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Caça aos OVNIs UAP em Silicon Valley EUA

Silicon Valley  se dedica à detecção de OVNIs na costa da Califórnia

O UAP eXpeditions é composto por ex-oficiais militares, empresários de Silicon Valley, especialistas e acadêmicos.

Este artigo foi originalmente publicado na VICE EUA.

Com a revelação deste verão de que a Marinha dos EUA considera OVNIs e "Fenômenos Aéreos Não Identificados" (UAPs) reais, uma equipe de especialistas, professores universitários e veteranos militares está lançando um projeto para rastrear OVNIs na costa da Califórnia.

O UAP eXpeditions é um grupo sem fins lucrativos com sede em Oregon que “colocará em campo um grupo de alto nível de profissionais super experientes que prestam o serviço público de testar novas tecnologias relacionadas ao UAP”. Com alguns caçadores de OVNIs do Vale do Silício, o UAP eXpeditions pioneiro na capacidade de prever, encontrar, observar e documentar o UAP para estudo e análise. Eles usarão "técnicas clássicas de observação, por observadores e cientistas treinados, enquanto usam as mais recentes tecnologias experimentais - nos lugares e momentos certos", escreveu Kevin Day, fundador e CEO do grupo, num post no Facebook visualizado pela Motherboard.

Day, que apareceu no History Channel: Inside America UFO Investigation e Discovery Channel, é um oficial aposentado da Marinha dos EUA e operador de radar. Day serviu no Nimitz Carrier Strike Group no USS Princeton durante o famoso "Nimitz UFO Incident" de 2004, que foi relatado pelo The New York Times em dezembro de 2017.

Ele se lembra de ter rastreado os famosos OVNIs "Tic Tac" por vários dias na Ilha Catalina, na costa da Califórnia, usando o avançado sistema de radar do USS Princeton. Agora, ele acredita que esses objetos continuam operando na mesma trajetória e “migram” da Ilha Catalina, ao sul, ao longo da costa da Califórnia.

O informe oficial da empresa é bastante interessante. Ele pergunta: “As frotas da UAP 'migram' da Ilha Catalina para a Ilha Guadalupe com uma certa frequência? E, nesse caso, até que ponto as músicas de baleia se correlacionam, se é que existem, com as aparências do UAP? ”Não está claro como as músicas de baleia são relevantes aqui, mas vamos seguir em frente.

Day, que acredita que a sua experiência em rastrear esses objetos levou a algumas habilidades especiais curiosas, como “cognição avançada”, disse ao Motherboard que a organização espera “oferecer aos desenvolvedores de tecnologia uma maneira de testar sua nova tecnologia sem nenhum custo direto para eles. ”Usando câmeras de última geração e outros dispositivos de monitoramento experimental, a idéia é colocar esses equipamentos de alta tecnologia em campo e tentar rastrear objetos aéreos desconhecidos na costa da Califórnia.

 À frente da equipe de cientistas está o Dr. Kevin Knuth, ex-cientista do Centro de Pesquisa Ames da NASA, agora professor associado de física na Universidade de Albany. Knuth é especialista e aprendizado de máquina e no estudo de exoplanetas. Enquanto a organização e o projeto ainda estão engatinhando, Knuth disse ao Motherboard que “o objetivo da expedição é nos dar alguma verdade básica. Nosso objetivo é tentar observar esses objetos diretamente e registrá-los usando várias modalidades de imagem. ”

Knuth explicou que o projeto tem duas fases. Primeiro, a equipe “obterá imagens de satélite atuais da área (mais ou menos na área da Ilha Catalina e para o sul por aproximadamente 160 quilômetros) e determinará se esses objetos anamólicos podem ser observados. Monitoraremos essas imagens de satélite manualmente e usando o aprendizado de máquina e criaremos um banco de dados de detecções, classificações e quaisquer padrões de atividade observados. ”

 Se, e é um grande "se", as imagens de satélite apontam para uma estranha concentração de objetos desconhecidos, a equipe irá caçar OVNIs. O segundo passo, previsto para novembro de 2020, é basicamente estacionar um grande barco na costa da Califórnia carregado com várias câmeras e sensores para detectar e registrar atividades aéreas anômalas. A equipe já iniciou negociações para fretar o MV Horizon, um pequeno navio de pesquisa.

“Usaremos câmeras de segurança de rastreamento nos comprimentos de onda visual para infravermelho com lentes telefoto, olhos humanos na água com binóculos de alta potência e lunetas, bem como câmeras SLR digitais com lentes telefoto de alta potência que variam de 400mm a 600 + mm, Knuth disse ao Motherboard. “Planejamos ter drones de alta qualidade no ar com recursos de imagem. Também estamos analisando imagens de infravermelho, bem como detectores de raios-x, raios gama e detectores de nêutrons personalizados (que são projetados para procurar matéria escura). ”

Knuth apresentou uma palestra no Workshop de Máxima Entropia e Métodos Bayesianos em Ciência e Engenharia no Instituto Max Planck de Plasmafísica em Garching, Alemanha, sobre a determinação das características de voo de veículos anômalos não identificados em julho de 2019. Seu artigo, que está atualmente aguardando ser revisado, pode ser encontrado online.

 "Este é um esforço que acredito ser raro e oportuno, considerando os eventos atuais"

Knuth explicou que ainda não se sabe muito sobre o que exatamente as pessoas estão relatando quando se trata de OVNIs.

www.vice.com

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Foi levado equipamento após e encontro do Porta Aviões Nimitz com um OVNI

Oficiais secretos 'embarcaram no navio da Marinha dos EUA e levaram equipamentos' depois do Nimitz ter um encontro imediato com um ovni.

Um veterano da Marinha dos EUA fez a revelação, à medida que as alegações continuam surgindo de que poderia haver mais imagens do infame encontro com um OVNI.

Um veterano da Marinha dos EUA que estava a bordo do USS Princeton quando um OVNI foi avistado por pilotos de caça revelou que um grupo de oficiais misteriosos embarcou no cruzador logo depois do incidente para recuperar informações secretas.

Imagens do momento em que um Super Hornet do F / A-18 avistou o objecto desconhecido voando pelos céus em 2004 se tornou um dos avistamentos de OVNIs mais comentados de todos os tempos, após o lançado na notícia através do New York Times em 2017.



Esta situação levou o Pentágono a admitir ter um programa ultra-secreto dedicado a examinar a existência de objectos extraterrestres.

O incidente - que mostrou um OVNI em forma de tic-tac realizando manobras nunca antes vistas - ocorreu na costa de San Diego.

Os pilotos que haviam descolado do USS Nimitz, faziam parte de um grupo de treino juntamente com o USS Princeton.

O oficial suboficial Ryan Weigelt estava encarregado de cuidar dos helicópteros a bordo do Princeton no momento em que se deu o incidente.

Ryan explicou que esse grupo de oficiais "não estavam designados" para transporte e quando chegaram, foram diretos para o posto do Almirante deixando um guarda do lado de fora.

Estes oficiais terão recuperaram "algo" dos helicópteros de Princeton, o que significava que os helicópteros não poderiam voar.

"Não sei dizer o que eles terão recuperado", acrescentou.

 “Houve algo que eles retiraram das nossas aeronaves, esta ordem só pode ser dirigida por uma autoridade superior para fazer uma coisa destas.

"Portanto não havia como voar com segurança com as nossas aeronaves num treino ou combate".

O veterano dos EUA disse que esse misterioso grupo de oficiais deixou o navio por um RIB (barco inflável de casco rígido) e forçou o USS Princeton atracar numa marina, o que era algo inédito na Marinha dos EUA.

Dave Beattie, apresentador do programa, vinculou essa remoção de informações a alegações de que há mais imagens dos OVNIs por aí, com as quais Ryan concordou.

"Não há dúvida de que esses indivíduos estavam procurando dados sobre os OVNIs", acrescentou o veterano.

www.dailystar.co.uk

Perante esta situação o UFO Portugal Network adverte... Com o passar de semanas, meses e até anos, irão surgir testemunhas deste tipo de incidente, como também oportunistas com histórias fantásticas com respectivos contratos televisivos!

Esta situação requer uma especial atenção por parte do público e daqueles que optam por seguir uma investigação honesta a favor Disclosure.

Um investigador que mantém segredos que somente os liberta através de um contrato televisivo, não é de facto um investigador mas sim um oportunista que visa tirar lucros pessoais.

Olhos abertos 😎

Maior arquivo OVNI da Europa está na Suécia

Um dos maiores arquivos OVNI do mundo está na Suécia em Norrköping no distrito de Ljura há mais de 45 anos. O arquivo do www.afu.se está em constante expansão ficando sem espaço para o material que vai chegando diariamente dos quatro cantos do mundo.

A razão para o congestionamento é que o material chega praticamente todos os dias.

Por exemplo, na terça-feira, uma tonelada desse material "ficheiros, arquivos", foram recebida de Oregon, EUA. Algo que Anders Liljegren acha que está entre os mais emocionantes que receberam.


Certamente irão necessitar de muito mais espaço...

Uma situação que nos está a inspirar e pode vir a ser um projecto aliciante a desenvolver em Portugal através de uma parceria com o UFO Portugal Network 😎

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Blue Book Project 10 episódios completos


Após inúmeras solicitações dos leitores, o Ufo Portugal Network aqui disponibiliza os 10 episódios da primeira série Blue Book Project "History Channel"

                     










domingo, 20 de outubro de 2019

Batalha de OVNIs em 1980 na Austrália

quase 40 anos atrás, Phil Tindale testemunhou o que pode ser descrito como uma batalha aérea entre dois OVNIs - que terminou com uma colisão.

Eram cerca das 21h30 uma quinta-feira, 7 de fevereiro de 1980, ele estava em casa na cidade de Aldgate, no sul da Austrália, quando o seu irmão gêmeo Rob o chamou do seu quarto: "Phil, venha ver isto".

Da janela deles, olhando para o vale em direção a Stirling, a cerca de 20 minutos a sudeste de Adelaide, as crianças de 10 anos viram um objeto amarelo brilhante "pairando" logo acima da linha das árvores, a cerca de 1 km de distância.

Phil Tindale
Depois de alguns minutos, Phil diz que um segundo objeto ligeiramente maior apareceu emitindo uma luz vermelha. No que ele descreve como um movimento quase parecido com um desenho animado, ele "ampliava" o objeto amarelo, parava e revertia e o fazia novamente "como se provocasse uma reação".

O objeto amarelo então "arrancou" com o objeto vermelho em perseguição. Eles ziguezagueavam pelo céu como duas "moscas", mudando de direção instantaneamente sem inércia aparente e cobrindo distâncias que ele mais tarde calculou estar em meio quilômetro em menos de um segundo.

Durante a "perseguição", Phil diz que durou vários minutos, o objeto amarelo parava periodicamente no meio do vôo e balançava para frente e para trás "como se fosse agarrado por uma força invisível" antes de se libertar.

Nenhum dos objetos fez barulho. Eventualmente, o objeto amarelo disparou e desapareceu atrás de uma colina, e o objeto vermelho também desapareceu. No total, ele acredita que todo o avistamento durou cerca de 15 minutos.

Rob Tindale confirmou a história do seu irmão.

"Certamente havia duas luzes, uma apareceu para perseguir a outra, ambas mergulhadas no horizonte", disse.

"Foi uma coisa muito memorável."

Na mesma noite, um agricultor local, Daryl Browne, 21 anos, relatou ter visto uma "coisa amarela em forma de lancha" como uma "meia-lua" colidir com algumas árvores perto da fazenda onde trabalhava - na área exata em que os irmãos viram o objeto pela última vez.

Segundo reportagens de jornais, Browne disse à polícia que estava assistindo TV naquela noite quando os cães começaram a uivar. "E então ouviu as árvores quebrando".

"Tranquei as crianças em casa e saí com uma tocha."


Browne apontou a lanterna para as árvores e viu o objeto, que tinha "cerca de 7 a 10 metros de comprimento" e não emitia som ou luz. Ele chamou a polícia, mas o objeto havia desaparecido quando chegaram.

Na época, a polícia disse à imprensa apenas que havia galhos quebrados inexplicávelmente ​​e nenhuma outra evidência física. Browne foi entrevistado por investigadores da UFO Research South Australia no dia seguinte, que publicaram um relatório no boletim da UFO Research Australia daquele mês.


Para Phil, de 49 anos, a visão estranha não passou de uma "história de fogueira" pelos próximos 30 anos. Foi só por volta de 2009 que ele decidiu investigar mais, revisitando a cena do acidente e aprofundando-se no tópico OVNI.


Ele acredita que a visão deles é única, dizendo que não conseguiu encontrar praticamente nenhum outro relato de "conflito" entre OVNIs. De também que está "100%" convencido de que viu aviões ou aeronaves extraterrestres e não militares.

"Ao longo dos anos, tenho lido muito, mas também investigado pessoalmente, entrando em contato com as pessoas individualmente. Existem muitas pessoas por aí que simplesmente não denunciam, não falam sobre isto".

"Nem todos tem um avistamento extraordinariamente atraente, geralmente são apenas luzes no céu, mas há um número significativo de avistamentos onde há um objeto que está tão além da nossa capacidade que deve ser extraterrestre".

Rob disse que provavelmente era um pouco mais "conservador" do que o seu irmão sobre certos aspectos do tópico OVNI, mas se ele tivesse que adivinhar o que eles viram naquela noite, "eu tenderia para o lado extraterrestre".

"Certamente nos anos 80 e até hoje, o fato de os objetos terem feito movimentos rápidos e bruscos não poderia ter acontecido com a tecnologia que temos", disse ele, acrescentando que isso não o afetou particularmente. "Não foi como um encontro próximo, estava apenas visualizando algumas luzes no céu - como assistir a um meteorito".

O interesse pelo assunto dos OVNIs foi revitalizado nos últimos dois anos desde que o The New York Times publicou um artigo bomba que revelou a existência de um programa de estudos sobre OVNIs do Pentágono. No mesmo artigo, um ex-piloto de alto escalão da Marinha dos EUA relatou perseguir um OVNI em forma de "Tic Tac".

Phil disse que a descrição do comandante David Fravor do movimento do objeto se assemelhava ao que ele viu. "A aceleração instantânea, nada pode fazer isso, a menos que você domine a força da gravidade, sem usar propulsão convencional", disse.

Diz que "considerou tudo" em termos de outras possíveis explicações para o que viu, mas "os movimentos da nave" eram simplesmente impossíveis usando "qualquer propulsão convencional".

"Deve haver um milhão de pessoas como eu", que viram coisas, mas não as reportaram, acrescenta. No sul da Austrália, pelo menos, Phil não está sozinho. Avistamentos de OVNIs foram relatados no estado desde o início do século 20, mas surgiram durante a Guerra Fria.

O caso mais famoso foi o incidente de 1988 com a família Knowles, que disse estar dirigindo pela remota Nullarbor Plain, quando um grande objeto brilhante "como uma bola grande" os perseguiu e levantou o carro do chão.

Paul Curnow, da Sociedade Astronômica da Austrália do Sul, disse que ainda é comum obter de várias dezenas a centenas de relatórios de OVNIs por ano no sul da Austrália.

"Provavelmente para cada 10 casos que você recebe, nove podem ser explicados em termos mundanos", disse Curnow à ABC no ano passado. "Muitas vezes as pessoas relatam um pequeno ponto prateado no céu (e isso) acabou sendo uma aeronave. Muitas dessas coisas, como aviões, satélites, planetas e até holofotes, às vezes, podem contribuir para o que as pessoas estão relatando".

www.nzherald.co.nz

Abaixo um vídeo que nos mostra o desafio de força G, Sinética por um objecto voador não identificado.


Movimentos que desafiam a física e capacidade de suporte humana até agora impossíveis de suportar.

Se viu ou registou este tipo de fenómeno, poderá reportar através do e-mail ufo_portugal@sapo.pt 

MUFON Mutual UFO Network será assim tão credível?


Assunto que levanta cada vez mais suspeitas.

A MUFON tem sido protagonista nos mais diversos casos de investigação OVNI na TV, fazendo as delícias dos interessados no assunto extraterrestre.
Porém cada vez mais este assunto divide a opinião do público e alguns investigadores sobre a verdadeira autenticidade desta entidade.

Cada vez mais entidades ligadas à investigação OVNI optam por contratos com diversos canais televisivos em busca de uma forma substancial monetária.

Isto inclui ganhos monetários significativos que leva a muitos investidores da MUFON se dividirem em busca de uma verdade justa no que se refere a Objectos Voadores Não Identificados ou vida extraterrestre.

Será s MUFON assim tão credível?

Actualidade da Ovnilogia

Neste momento e após a notícia avançada pelo New York Times no que se refere ao encontro entre pilotos da Marinha Americana do Porta Aviões Nimitz com ovnis no referido TIC TAC, houve um disparo de informação variada que pode ou não condizer com a totalidade da realidade [verdade], no que refere a imprensa e alguns desses mesmos investigadores.

Após estes acontecimentos o próprio Pentágono admitiu em Público o seu envolvimento no estudo destes misteriosos objetos com um investimento de 12 milhões de Dolares. Nada que o público não tivesse acesso ou lido na imprensa internacional ou mesmo através dos variados grupos existentes nas redes sociais. Mas investir 12 milhões de dolares em algo que supostamente o Governo diz não existir é simplesmente surreal! O mesmo será de salientar que a NASA possui um programa desta natureza ou similar na detecção de asteróides, meteoros em aproximação e colisão com a Terra.

Pouco depois a Marinha dos EUA admitiu recolher todos os relatos dos seus pilotos no que se trata de observações anómalas, embora essa dita investigação seja de carácter sigiloso, fora do olhar público, sem acesso dos actuais investigadores que tanto se auto promovem com contratos de várias estações de TV, públicas ou privadas.

Portanto neste momento existe uma espécie de caça ao contrato desses investigadores que irão abordar exactamente o que já se sabe através do trabalho de alguns desses jornalistas que mergulharam na investigação, recolha de dados das testemunhas desses incidentes. A corrida da ribalta onde todos procuram as luzes dos holofotes, um pouco dos denominados 5 minutos de fama que lhes irá permitir dar um pequeno salto lá fora, que por sua vez irá trazer novos contratos televisivos e mais do mesmo.

Para surpresa surge na imprensa de que o Exercito dos EUA assina um contrato com uma organização privada de estudo OVNI, nada mais nada menos que o The Stars Academy, que teria ou terá em sua posse algum tipo de fragmento alienígena. Mais propaganda e nada de extraordinário. Qualquer força militar com o apoio do seu governo não necessita de investigadores de ovnis para realizar tal estudo ou trabalhar em engenharia reversa! Nunca o fez e nem o fará nesse sentido, quando estes governos já estão na posse dos melhores cientistas para essa finalidade.

É importante que o público se mantenha focado e não se deixe manipular pelas histórias que irão surgir no futuro. Neste momento e pelas notícias parece que uma grande parte do público foi desviada do foco principal e seriedade do fenómeno, sendo levada aguardar por histórias fantasticas que irão surgir em breve nas mais destintas redes televisivas.

Estes investigadores não estão própriamente interessados num Disclousure, mas sim num negócio pessoal em que o alimento será o público.

Não se trata do ser do contra A, B ou C, mas sim pelo lado  da verdade que está sendo desviada para lados que não condizem com a realidade dos factos, nada mais nada menos que Copy Past, e quem conta um conto acrescenta um ponto e por ai adiante.

Este é um assunto que se tem debatido em fórum privado com outros grandes investigadores da qual tenho mantido um contacto próximo.

Segundo a totalidade destes investigadores, o importante será vender a sua imagem, que está viciada num ciclo de amizades nesses canais televisivos.

Se assim for, estamos a bater no fundo do poço, perdendo a dignidade e o caráter em prol de uma ovnilogia saudável baseada em factos credíveis.

O OVNI que percorreu o condado de Suffolk a Norfolk Inglaterra

O OVNI que percorreu o condado de Suffolk a Norfolk Inglaterra

Estranhas luzes foram vistas pairando sobre Kessingland numa noite escura em outubro de 1953.

Há muito que Suffolk está ligado à atividade OVNI graças ao incidente infame em Rendlesham, mas muito antes deste inóspito incidente na floresta, houve um caso curioso em Kessingland em 1953.

Na edição da Primavera de 1978 da Lantern, a publicação do Borderline Science Investigation Group, com sede em Lowestoft, existe um caso curioso de John Smith, que foi entrevistado pelo oficial de pesquisa UFO da BSIG, Keith Williamson.

 O membro do Royal Observer Corps que possuía certificados de reconhecimento de aeronaves na época do avistamento estava na sua moto em Latimer Dam, em Kessingland. "Por volta das 18h45 numa noite escura de segunda-feira, eu estava viajando de Wrentham para Kessingland pela antiga estrada A12 do outro lado da represa Latimers", disse Smith. "Embora eu estivesse usando um capacete e pudesse ouvir apenas o som do motor da moto, repentinamente percebi algum tipo de vibração atmosférica. Só posso descrever isso como um zumbido de baixa frequência ou efeito magnético que pode ser sentido. Olhando para cima em direção ao mar, vi quatro raios de luz se aproximando. Os dois raios dianteiros pareciam mais curtos do que os dois atrás, devido, sem dúvida, ao movimento do objeto. Os faróis dos carros que vinham na minha direção descendo a colina à frente pareciam tão finos raios prateados comparados aos grandes raios alaranjados que se moviam no céu. Parei imediatamente a moto para dar uma melhor observação no objeto - como membro do Royal Observer Corps, eu estava naturalmente interessado em qualquer coisa que voasse. " "Quando parei, o objeto passou por cima e desapareceu atrás da Floresta Foxburrow. O objeto estava se movendo muito rápido, pois todos os avistamentos duram apenas alguns segundos. Embora a noite estivesse escura, os raios de luz do topo do objeto , eram o suficientes para causar um brilho ao redor de seu contorno, mostrando-o como a forma descrita no esboço anexo. 


O objeto, em suposição, estava a uma altura de cerca de 200 pés com um diâmetro de cerca de 50 pés, aproximadamente. "

O Royal Observer Corps foi formado em 1925 e ganhou um papel valioso em ser os "olhos e ouvidos" da Royal Air Force. Durante a Guerra Fria, sob o controle da Organização de Alerta e Monitoramento do Reino Unido (UKWMO), o ROC forneceu monitoramento, registo e avaliação importantes de precipitação nuclear, se um ataque nuclear ocorresse no Reino Unido. Smith, por outras palavras, foi uma testemunha credível.

Parece uma coincidência que, na mesma noite, apenas alguns minutos depois, Frank Potter, da South Park Avenue, em Norwich, relatou ter visto um OVNI no céu (cobrimos a visão do Sr. Potter aqui). O astrônomo amador disse aos repórteres que havia também observado um objeto silencioso dois dias antes, às 19h15, indo de sudoeste para o nordeste. Direcionou o seu telescópio no objeto, e seguiu o objeto em forma de pires, que voou pelo céu: "raios de luz podiam ser vistos distintamente da cúpula e presos diretamente abaixo dela havia uma cúpula muito maior achatada com uma faixa saliente correndo numa circunferência em torno da sua borda. "A parte de baixo da grande cúpula achatada era oca e parecia brilhar em vermelho, mas não havia vestígios de vapor ou gases à vista".

O artigo levou vários outros observadores de estrelas a se apresentarem para dizer que também haviam descoberto algo que sugeria que não estamos sozinhos. O Sr. Potter também revelou que outros sete membros da Sociedade Astronômica de Norwich, à qual ele pertencia, também viram o disco. Perto de Kessingland, o zumbido ouvido no início dos anos 80 poderia estar ligado ao avistamento não identificado de Smith de 1953? Kessingland foi o local de vários outros avistamentos de OVNIs - um em 1995, onde um homem viu algo estranho no seu jardim e outro em outubro de 2009, quando uma testemunha viu oito luzes laranja em formação escalonada no céu por 10 minutos antes de se afastar rapidamente.

www.eadt.co.uk

No decorrente do ano 1953, também o piloto Terry Johnson e o seu navegador Geoff Smyth, tiveram um encontro de estranhas luzes durante 20/30 segundos, sendo esse testemunho registado no vídeo abaixo.


Inglaterra ao longo dos anos tem ocasionalmente casos muito interessantes que ainda nos dias atuais permanecem sem uma explicação científica.

Os serviços de inteligência britânico terá encerrado a investigação de objetos voadores não identificados no país, embora muitos investidores não acreditam que esse departamento tenha encerrado os seus ficheiros secretos definitivamente.

Certamente existe algures no MOD quem esteja encarregado na investigação ovni, bem longe da curiosidade dos investigadores.

sábado, 19 de outubro de 2019

Pilotos ainda arriscam carreira ao reportar OVNIs Objectos Voadores Não Identificados


A noite em que os OVNIs invadiram o Brasil 🇧🇷


Se observou algo de extraordinário reporte

Contacto UFO Portugal Network - ufo_portugal@sapo.pt


Não fique indiferente.
A sua colaboração é de extrema importância.

Exército Americano assina contrato para engenharia reversa de OVNIs recuperados

Exército dos EUA assina contrato para estudar material OVNI e fazer melhores armas...

O Exército dos EUA assinou um contrato para estudar e explorar materiais de objetos voadores não identificados. Pretendem usar o material recuperado para desenvolver novas plataformas de armas.

(Não eu não estou a brincar)

Os factos são fornecidos através de um contrato de pesquisa e desenvolvimento cooperativo recentemente acordado entre o Comando de Desenvolvimento de Capacidades de Combate do Exército dos EUA (especificamente, o Centro de Sistemas de Veículos Terrestres) e o grupo de exploração de tecnologia de OVNIs To The Stars Academy. Fundada pelo fundador do Blink-182, Tom DeLonge, a To The Stars Academy envolve ex-governadores dos EUA, militares e engenheiros aeroespaciais avançados na pesquisa e exploração de capacidade de fenómenos aéreos não identificados, ou OVNIs.

O contrato carimbado e assinado de 26 páginas do Exército dos EUA é bastante impressionante.

To The Stars Academy mostrou ao Exército que "é uma empresa com inovações em materiais e tecnologia que oferecem avanços de capacidade para veículos terrestres do Exército. Essas inovações tecnológicas foram adquiridas, projetadas ou produzidas pela [To The Stars Academy], alavancando avanços em metamateriais e física quântica para impulsionar ganhos de desempenho ".

"O governo está interessado", explica o contrato, "numa variedade de tecnologias dos colaboradores, como, entre outras, redução de massa inercial, metamateriais mecânicos / estruturais, guias de ondas eletromagnéticas de metamateriais, física quântica, comunicações quânticas e energia irradiada propulsão." O contrato também envolve a pesquisa de exploração de metamateriais para fins de "camuflagem ativa e projeção de fotos direcionadas". Sobre esse último ponto, um porta-voz do Exército me disse que a To The Stars Academy transmitiu que tem meios de apoiar os interesses de "enganação oculta por camuflagem e obscurecimento".

Mas o que é esse metamaterial?

Posso confirmar que pelo menos parte do material que foi recuperada de restos de colisão ou materiais provenientes de OVNIs. A análise desses OVNIs sugere que eles são habilitados com recursos de espaço-tempo, camuflagem, viagens entre meios e manipulação de gravidade. Isso não é conversa de conspiração maluca. Numa declaração de credibilidade fundamental, o contrato acrescenta que "o Gabinete do Secretário de Defesa pode compartilhar relatórios históricos de descobertas e origem de soluções de materiais na posse da [To The Stars Academy]".

Tradução: relatórios históricos de exploração de material de OVNIs acidentados. Não estamos mais no Kansas, pessoal.

Com uma duração inicial de 60 meses, o contrato dará ao Exército "acesso a soluções avançadas de material" em posse da To The Stars Academy. A The Stars Academy fornecerá ao governo acesso aos seus especialistas no assunto e metamaterial de "metamaterial sensível mecânico e eletromagnético". Por sua vez, a To The Stars Academy compartilhará as descobertas de pesquisa do governo e terá acesso às suas instalações de teste. Nenhum lado pagará o outro pelo contrato.

A lógica do governo para o contrato é simples. "Se o governo puder verificar as reivindicações de soluções de materiais da [To The Stars Academy]", afirma, "então poderão ser feitos avanços significativos nas capacidades das plataformas de veículos terrestres do Exército em termos de segurança, proteção de força e redução de peso".

Leia nas entrelinhas aqui: Como você reduz o peso? Manipulação por gravidade.

Sim, Tom DeLonge é propenso a dizer coisas que não estão vinculadas a evidências estabelecidas. Mas ele e a sua organização merecem crédito significativo aqui. Porque com este contrato formal, eles obtiveram o atestado aberto do governo dos EUA de que a To The Stars Academy tem acesso a recursos tecnológicos excepcionalmente avançados.

www.washingtonexaminer.com

Engenharia reversa já existe possivelmente bem antes do incidente de Roswell em 1947 Novo México EUA.

Estes casos avançados pela imprensa, não são muito conviventes, sendo uma forma de atirar areia nos olhos do público.

Qualquer país ou força militar, não precisa de investigadores de OVNIs para estudar ou realizar engenharia reversa.

Relembremos então o (Moon Dust Project).

OVNIs: TV Record em Hessdalen

A rede TV Record visitou o observatório que estuda ovnis na pequena Cidade de Hessdalen que fica a 400 km da capital Oslo!
A cidade tem recebido curiosos e investigadores de ovnis desde 1981 depois de ter ficado famosa por diversos casos de aparições de ovnis luzes misteriosas no céu.

O observatório monitora o céu 24 horas por dia! E já fez vários registros de ovnis (objectos voadores não identificados).
Luzes de diversos formatos e cores já foram vistas no local!
Seria extraterrestres?


Foi confirmado que o local é rico em diversos minerais.
Seria esse o interesse do extraterrestres ou existirá alguma conexão natural para estas luzes no céu!

POR: FRANK TAVARES

CRÉDITOS: R7, REDE RECORD DE TELEVISÃO

Avistamentos de OVNIs em Tenerife 

A ilha de Tenerife é frequentemente citada como uma das áreas mais prolíficas para avistamentos de OVNIs no mundo e tudo o que gira em torno desse fenómeno, e é assim que a palavra OVNI se transforma em Objeto Voador Não Identificado.

Existem várias teorias para tentar explicar o grande número de avistamentos; alguns afirmam que tudo se deve à força magnética exercida pela montanha mais alta de toda a Espanha, o majestoso Monte Teide (3818 m), agora um vulcão adormecido, que pode até ser visto do espaço, ou graças às suas paisagens externas do comum, pense em suas áreas montanhosas que parecem paisagens lunares ou mesmo do nosso planeta gêmeo, Marte.

Ao longo dos anos, houve muitos avistamentos, relatados por centenas de pessoas civis e militares por toda a ilha, embora as áreas mais quentes pareçam ser a sul, a área Médano, a montanha Roja e a bela praia de Tejita parecem ser as escolhidas para ter não apenas contactos visuais com seres estranhos de outros mundos, outra área quente, é a área de Granadilla, mesmo que não devamos negligenciar a costa no extremo norte da área de Punta di Hidalgo, perto da pequena vila costeira de Bajamar, aqui há muitos testemunhos de pessoas que viram seres estranhos.


Obviamente, conhecemos dezenas de casos de avistamentos, de objetos voadores não identificados na área de Las Cañadas del Teide , talvez devido ao facto de o local estar isolado de tudo e de todos e a poluição luminosa parecer apenas uma memória distante, dando ao observador a possibilidade de ser cativado pela magia das estrelas e pelo encanto do nosso maravilhoso universo.

Neste artigo o caso mais particular e melhor documentado de toda a ufologia espanhola; aquele relacionado ao avistamento de 5 de março de 1979, onde milhares de pessoas, incluindo civis, soldados, pilotos de aeronaves e técnicos, viram um estranho fenómeno no céu, uma espécie de linha colorida em zigue-zague amarelo no horizonte e, posteriormente, um fenómeno com a libertação de círculos concêntricos multicoloridos, que terminaram após cerca de 1 hora e meia com um objeto incandescente, uma espécie de bola de fogo que desceu até que desapareceu no horizonte que ainda hoje permanece sem uma explicação oficial.

Também dignos de nota são os avistamentos de objetos estranhos na área de Los Cristianos e acima da estrada que liga Lagoa a Santa Cruz de Tenerife; objetos silenciosos, com a capacidade de mudar de forma de cor prata, observados claramente no céu, mesmo através de binóculos.


Talvez nunca possamos entender completamente o fenómeno OVNI , mas se realmente estivéssemos sozinhos no Universo, não seria um desperdício de espaço

Diego Lorenzoni

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Evidência OVNI: Operações Secretas da CIA


Jose Caravaca Escritor, autor da Teoria da Distorção, a última grande contribuição ao pensamento OVNI falada na Rádio Continental Galiza.


segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Papa Pio XII Itália e a sua observação OVNI em 1951

1951 - O Papa Pio XII observa diretamente o fenômeno do "sol rotativo" nos jardins do Vaticano. A capa da "Domenica del Corriere" de 28 de outubro de 1951 relata como legenda da foto: Uma visão extraordinária do Papa O cardeal Todeschini, legado papal das celebrações do santuário de Fátima (Portugal) narrou que em outubro de 1950 Pio XII, enquanto caminhava sozinho nos jardins do Vaticano, ele viu o sol se transformar num disco de prata a girar sobre si mesmo, projetando em todas as direções feixes de luz com cores iridescentes: o mesmo fenômeno maravilhoso manifestado a várias pessoas há vários anos, precisamente no país de Fátima.

sábado, 12 de outubro de 2019

Experiência com os extraterrestres por Nuno Alves


Aqui temos um excelente artigo da autoria do Nuno Alves para o site aforteanosla.com.ar, falando sobre vários  aspectos e enigmas de contato entre alienígenas e humanos que resultam em ações que incluem: abduções, implantes e outros mistérios.

As experiências com extraterrestres são nada mais nada menos que uma experiência com o desconhecido do nosso raciocínio. Serão estes seres realmente extraterrestres, seres que habitam as profundezas da Terra, seres espirituais ou mesmo seres de outras dimensões.
Este é o grande enigma de vários investigadores, especialmente quando nos definimos a abduções! Com o passar das palavras, vão entender as várias opiniões de variados investigadores perante as suas teses e investigações ao longo dos anos.
Segundo os milhares de registo se crê que as abduções tiveram conhecimento a publico nos finais dos anos 30 princípios dos anos 40.
Mas será que estas abduções só ocorreram mesmo no início dos anos 40? Julga-se que já muito antes existam contactos com seres cósmicos como exemplo, os Maias, Incas, Egípcios entre outros povos da antiguidade. Como também como muito bem sabemos podemos encontrar também algumas destas evidências na Bíblia e mesmo o que esconde o Grande Mistério da Arca da Aliança!
Á quem sugira que os OVNIs estão entre nós desde o princípio, tendo escrito livros onde apresentam evidencias arqueológicas bastante interessantes e ambíguas, no que se refere a apoio das suas bases.
Existem muitas representações de seres alados com capacetes exóticos que pairam no ar em ovnis de variadas formas e cores desde o quarto milénio a.C., mas a sua interpretação deve se procurar-se no reino da religião e da mitologia e não a ser racionalizada pelos nossos grandes e inteligentes cientistas.
A metade do século XX o número de observações de OVNIs mais constantes reduzindo todos os outros casos mais insólitos como fantasmas e todo o mundo paranormal.

Estávamos a vivendo a era do disco voador

Esta nova tendência dos investigadores do paranormal perante esta situação levaram a crer que de alguma forma os extraterrestres podiam ser projecções inconscientes da mente humana.
A partir dos anos 90, os OVNIs ganham novos entusiastas e mais uma legião de pessoas na área de investigação em campo. É então que em 1991 é apresentada a primeira investigação científica por Budd Hopkins em pareceria com David Jacobs.
Estes dois grandes investigadores, curiosos com os números elevados de observações ovni e relatos de estranhas luzes, estudam uma forma de poderem progredir num trabalho elaborado de forma aleatória. É então que estes consultam e entrevistam uma média de 6.000 norte-Americanos adultos onde perguntam se alguma vez presenciaram alguma coisa fora do normal enquanto dormiam, coisas das quais estas pessoas não consigam entender ou compreender perante seu raciocínio.
- Por exemplo; se estes se lembram de ver luzes ou vultos durante o sono ou a qualquer hora do dia, como se alguma vez perderam a noção do tempo. Os investigadores em apenas 119 pessoas, ou seja 2% das 6.000 pessoas se lembravam de um ou mais casos desta natureza.

Os resultados falam por si mesmos.

As pessoas parecem estar a despertar para algo que lhes está a alterar as vidas, e cada vez mais se manifestam a este respeito. Mas como sempre existe sempre um senão! Digo senão porque á que saber avaliar e ponderar os dois lados da moeda. Os mais científicos acreditam que as abduções são apenas aspectos não paranormais mas sim mais de alteração de estado colectivo.
Exemplo disso mesmo o Dr. Ronald Siegel, da Faculdade de UCLA, psicanalista onde aborda os comportamentos de abdução em, eventos internos humanos com causas comuns abrangem as falsificações de memoria, síndrome de lembranças falsas, diversos estados de consciência alterada, paralisia do sono, sonhos de falso despertar, sonhos “lúcidos” que são aqueles que nos parecem tão reais que nos levam dias a pensar em cada pormenor desse sonho, onde um quarto da população já deve ter passado por esta experiência.

O lado para-científico já avança com outras ideias sobre esta situação. Pois como sabemos ninguém é possuidor da verdade e por mais que avancemos nos estudos desta área fica sempre muito difícil de efectuar qualquer avanço quando subimos 5 degraus de imediato temos de descer 3. As dificuldades de efectuar uma prova pela parte científica também ela é feita por bases de conceitos científicos.
Isto para a ciência alternativa de uma forma geral se torna um pouco mais fácil de explicar seus fundamentos mas tudo em base de teologias e metodologias sem qualquer prova aparente e palpável.
Mas a verdade é que são as que mais resultados até ao momento nos têm apresentado com os muitos casos desvendados nestes últimos anos como o famoso caso em Portugal da Carla Batista entre outras pessoas para não avançarmos sempre no termo Americano.

Vejamos aqui alguns casos do que alguns investigadores acham sobre as abduções e extraterrestres.
O Psicanalista Suíço Dr. Carl Jung, a estas situações chamou-lhe de inconsciência colectiva! Segundo Dr. Carl Jung explica que este é feito através de um campo mental plasmático habitado por criaturas mitológicas, no nosso cérebro devido a uma questão de nossa cultura e local onde nos encontremos. Como pode ser uma tradição de família sobre determinados mitos, que com o tempo alimenta o cérebro que por sua vez cria estes efeitos colectivos nas pessoas, com sentimentos, medos uma experiência comum da nossa espécie.

A outra parte apontada pelo Dr. Carl Jung, é que os contactos com extraterrestres pode ser uma realidade subjectiva onde os supostos abduzidos interpretam nesses termos, porque em determinado grau, é sociável o fazer. Já na antiguidade as testemunhas teriam explicado a experiência de acordo com umas simbologia.
A Dr.ª. Aphrodite Clamar, fala que quanto maior é a pressão exercida sobre o paciente para se recordar dos pormenores, mais ele se esforça por fornece-los, mas com um grau de confiança descrente. Se a hipnose é praticada por pessoas não totalmente neutras e indiferentes aos resultados, subsiste sempre um forte perigo de ele estar a ser manipulado, o que na maioria das vezes, não se reveste de intencionalidade e por conseguinte, não é detectado na altura. Também á vantagens, pela mesma razão em que não assistam estranhos às sessões, regra nem sempre observada. A mínima indicação é aceita como prova de um rapto pelos seus altos sacerdotes.

Basta alguém ter um sonho assustador ou um pressentimento desagradável em determinada estrada. Algumas dessas sugestões baseiam-se naquilo que se supõe recordar do que aconteceu há muito tempo, talvez na infância, sem admitir que se pode tratar de uma evocação falsa ou deficiente.
Os pacientes prometedores são sondados como bruxas de outrora e examinados, em busca de marcas físicas no corpo confirmativas das suas suspeitas. A ausência de tempo é considerada um critério infalível como também o fala o Budd Hopkins. Mesmo na falta de uma aparição! Um hipnotizador profissional com muita experiência da síndrome não pode ter certezas de as alegadas vítimas de rapto possuírem uma experiência real e não imaginária.
Já a Investigadora Jenny Randles, tem uma perspectiva mais afirmativa nas abduções para entre extraterrestres e humanos. Esta alega que não acredita que exista um grande número de extraterrestres a abduzir em físico os humanos. Segundo esta investigadora após análise e segundo esta alega ter passado por estas experiências, existe uma forma abdutiva com o superior “seres”, onde existe uma técnica muito evoluída onde se pode raptar a pessoa quando esta está a dormir em estado alterado.
Pois é aqui que ela acredita que se faz também a comunicação com seres superiores em suas naves.
Mas como ela afirma (Identifiquei diversas explicações possíveis para essas experiências e nenhuma delas está relacionada ao transporte físico de seres humanos a bordo de uma nave ou OVNI. Disso tenho eu certeza), Palavras de Jenny Randles.

De acordo com Jenny Randles, todos os avistamentos de Ovnis e abduções no físico se encaixam-se em quatro categorias principais: eventos externos com causas comuns, eventos externos com causas exóticas.

1 - Vénus, a estrela brilhante que pelos menos entendidos em astronomia a podem confundir com um OVNI.

2 - Temos “FANIs” Fenômenos Atmosféricos Não - Identificados. Atmosfera pesada, fenômenos eléctricos e gás dos pântanos.

3 - As doenças e síndromes e paralisia durante o sono entre outras que nunca mais acabam.

4 - É a Mitologia e a continuidade de fomentar o nosso subconsciente.

Eu para ser sincero não acredito muito nesta metodologia da Dr.ª. Jenny Randles.
Seria o mesmo que defender a espiritualidade e colocar de parte a Ovnilogia, de que todos os trabalhos feitos pelos nossos colegas no passado e presente fossem uma perda de tempo.
Quando ela mesma recorre aos nossos mais antigos investigadores para solucionar alguns dos trabalhos dela. Isto como ela mesmo alega ter a sua própria experiência! Quem alega que ela não esteja errada e esteja ela mesma a cair na 4 categoria, marcada por ela mesma! Mas existe também aqui um senão!

Vejamos a Mitologia Antiga


Como muito tenho referenciado em muitos dos meus trabalhos sobre ovnis extraterrestres, contactos etc. Já no passado os Sumérios, Egípcios, Maias, Incas, se rendiam aos seus Deuses que curiosamente todos eles eram Deuses das estrelas. Uma força invisível que com o passar dos anos continuou e se fundou na Mitologia do que pode ter sido um contacto com outra civilização do espaço e não propriamente Deuses. O entendimento de Deuses pelos nossos antepassados seria obviamente devido a uma tecnologia totalmente desconhecida por parte dos visitantes para com os humanos.
Se considerarmos os Ovnis no conjunto de fenómenos metafísicos não haverá o perigo de que a Ufologia se torne tão irracional como os cultos religiosos que se baseiam em fé cega, de crentes sem provas e de pregadores sem conclusões.

Isto implica a área espiritual!

Vejamos a conclusão de Van Dyk, que considerou esta possibilidade de que sendo paranormais essas canalizações de Espíritas podem simplesmente permitir fantasias de seu próprio subconsciente ou talvez mesmo estabelecer ligação com seres desencarnados no plano astral que se divertem em engana-los.

Sinceramente partilho inteiramente destas palavras. Já foi possível ver em determinadas situações a espiritualidade querer tomar posse da Ufologia! Seria esta mais uma forma de atrair seguidores para um mundo de fantasia, falsas esperanças como falsos profetas e falsas promessas. Sempre o tivemos na história da humanidade e a cada dia que passa novas religiões surgem como novos e falsos profetas também. Inclusive já existem Igrejas em algumas cidades nos Estados Unidos que são de adoração aos extraterrestres, e acreditem que estas igrejas facturam muitos dólares dos seus crentes que acreditam que serão salvos por frotas alienígenas.
A Ufologia não se limita a registar - é um tema altamente emotivo e conceituoso, cujos adeptos, em muitos casos, se deixam influenciar por convicções religiosas ou meras ilusões. A história ou conceito dos irmãos espaciais com um moral tipo Know-show tecnológico de uma super inteligência superior reveste-se de atractivos especiais para ocultistas a originarem novas religiões.

Temos grandes homens e mulheres na investigação Ovni na nossa actualidade onde o seu desempenho e primor são louváveis. Uma das pessoas que mais tem trabalhado nesta área tem sido a Hipnóterapeuta Dr.ª Gilda Moura, da qual muito tem ajudado aqueles que mais precisam de apoio para as suas dúvidas e tremores sobre o receio de possíveis abduzidos.
Esta Investigadora especializada em abduções onde tem efectuado várias, palestra sobre o assunto tem uma história da qual partilho a minha própria opinião. Estes seres podem já de alguma forma estarem entre nós como híbridos, e outras estarem de passagem pelo nosso planeta e aqui ficarem de passagem e aproveitarem para estudar a nossa fauna e ecossistema e mesmo a nossa espécie como seres vivos.
Estes seres extraterrestres de alguma forma podem ser o que chamamos de Biólogos cientistas e não de seres negativos! A Doutora Gilda chamemos-lhe assim, tem efectuado descobertas incríveis entre desenhos efectuados entre diversas vítimas de abdução onde descobrira semelhanças entre seus relatos e desenhos.
Será que estas vítimas estiveram na mesma nave? Será que estas pessoas que nunca se viram na vida estão a sofrer categoria 4 efectuada pela Dr.ª. Jenny Randles! Será que existe a mesma mitologia em locais diferentes?

Quanto a mitologia é possível que sim

Desta vez falo eu mesmo pela minha experiência com um fenômeno em Portugal de nome “Luz da Caniceira”, onde no Brasil tem mais que um nome como, Mãe Douro, Fogo Fatu, Mãe Terra e até Boi Tatá.
O mais curioso é que quando falamos em seres extraterrestres nos vêm á mente os seres “GREYS” que observamos muito divulgados na Internet. Pois bem meus amigos, existem coisas a que a mitologia pode passar de lenda a realidade. Reinaldo Coutinho um investigador e no meu entender um dos melhores na área da Mitologia Brasileira, nos fala de um caso em um dos seus livros (Cabeça-de-Cuia), que segundo a história deste ser é presenciada em Rios no Nordeste Brasileiro e seu aspecto físico demasiado parecido com um GREY.

Aqui se pode adicionar á 4 categoria, ou então será que existe a possibilidade de um destes seres ter ficado aprisionado na Terra! Ao que sabemos o Brasil é um país de grandes evidências de observações de OVNIs, os aumentos de avistamentos não param de aumentar e só em 2007 os números bateram recordes. Isto para não falarmos das diferentes divisórias entre supostas abduções neste país.
No Sul do Brasil parece existir mais uma forma de contacto com seres a que as pessoas lhes atribuem o nome de seres luminosos. Mas quando as pessoas se referem ás abduções Negativas estas parecem estar a ocorrer no Nordeste do Brasil. Ao que parece as pessoas são perseguidas por estranhos objectos voadores e até mesmo caçadores viraram caçados.

Exemplo disso mesmo temos Terezina Piauí. Parece existir uma linha imaginária na zona central do Brasil onde ao que parece actuam duas espécies diferentes. Erro ou não estes são os dados informativos da qual já tive a oportunidade de discutir com outros investigadores e chegar ao consenso de que esta pode ser uma possibilidade em manter em aberto. Duas espécies que se evitam mutuamente, talvez por este motivo se mantenham em fronteiras imaginárias. Mas a questão é se são duas espécies ou existem mais. Existem relatos onde as pessoas mencionam mais do que uma espécie.
Recentemente se efectuou uma grande descoberta por um colega e investigador e amigo, Luís Mundinho que durante uma das suas pesquisas em rastos de dinossauros “Fosseis” efectuou uma incrível descoberta. Descoberta esta feita no Brasil num Vale conhecido como Vale dos Dinossauros. Foram encontradas marcas de um rasto de uma máquina em pedra da era Terciária. Não revelarei o nome do local precisamente a fim de se manter a salvo estas magnificas descobertas para um estudo mais aprofundado por científicos competentes no estudo destes vestígios.

Quem teria construído estas marcas? Os Dinossauros?





Segundo o investigador acima na primeira foto, numa conversa comigo falou que estas marcas fossilizadas são marcas de uma máquina e que datam de uns bons milhares de anos. Dinossauros certamente não fariam estas marcas nem possuiriam máquinas tão pouco. Mas então colocamos a possibilidade de se poder tratar de uma máquina de origem extraterrestre, exactamente da mesma forma que fazemos ao enviar as Sondas para Marte.
São descobertas destas que nos fazem estar constantemente a alterar as nossas opiniões e dúvidas sobre determinados assuntos em relação á Ufologia. Estas marcas estão presentes e bem no físico. Ao que sabemos é possível se fazer estas marcas quando libertadas as cinzas de um vulcão que com o passar dos anos estas cinzas se solidificam se transformando em rochas massivas, preservando assim as marcas. Mas neste caso nem vulcão temos pela área.

Mais um mistério

Mas a verdade é que segundo este meu grande amigo continua a falar que os moradores relatam estranhos acontecimentos ufologicos no local. Será que estas marcas seriam de uma sonda a explorar o nosso planeta a fim de obter respostas de nossa atmosfera e habitabilidade? Por enquanto esta é a única conclusão mais plausível e a prova de que algum engenho aqui esteve no passado são estas mesmas marcas. Esperemos que estas possam ser investigadas, catalogadas e preservadas, longe dos fanáticos afim de obter lucro com esta preciosidade. Ao mostrar estas fotos ao Inglês investigador Bryan Scott, historiador natural do planeta, este mesmo ficou deslumbrado com esta descoberta fantástica. A primeira impressão que teve foi de que efectivamente estas marcas são a prova irrefutável que já somos visitados desde a origem da Terra.
O que estamos a fazer em Marte na actualidade, já o foi feito no passado por outras civilizações em relação á Terra. Sempre defendi esta tese, como a mais plausível desde sempre, especialmente quando em Marrocos á já alguns anos Arqueólogos descobrem um esqueleto de um Dinossauro a muitos metros de profundidade e este esqueleto tem uma perfuração no topo da cabeça do animal a chumbo.
Alguém atirou naquele animal o eliminando talvez para sua própria segurança como defesa.
Mas quem teria atirado no animal?Quem teria armas na época Jurássica ou Terciária?Continua a ser um grande mistério.
Esperemos que dentro em breve obtenhamos mais informações e muitas mais imagens pelo meu amigo e que uma equipe possa se deslocar ao local a fim de averiguações e análises do local. Mas um caso que na Europa nos tem intrigado bastante é quando falamos de seres intraterrenos que vivem abaixo do solo.

Existem investigadores que afirmam que existem seres intraterrenos, seres estes que habitam o interior da terra, da mesma forma que as fadas, gnomos alfes etc.
Não seriam estes seres extraterrestres exilados na Terra? Não estariam aqui hospedados a fim de nos conhecerem um pouco melhor e a nossa evolução! Ou estariam estes em refúgio! São aspectos a pensar seriamente. Existem os que acreditam que estes sempre estiveram no interior da Terra possivelmente até antes da nossa espécie humana.
Mas então como se explica uma vez mais o porquê dos Mais, Incas Egípcios venerarem os Deuses das estrelas.
Afinal estes de onde vêem?Das estrelas ou do interior da Terra?
Serra do Roncador Brasil e Serra da Gardunha Portugal guardam grandes mistérios até aqui por desvendar.

Mas e o caso Terra Oca!

Ao que sabemos a Terra não é Oca, a Terra se divide por várias secções desde a Crosta até ao Núcleo. Temos o exemplo de quando os Biólogos estudam o fundo dos Oceanos e descem nos nuni-submarinos, quanto mais descem mais insuportável é o calor. Acredito sim que estes tenham sim a capacidade de se instalar em fendas de alguma forma gigantescas no interior da Terra. Mas em Terra Oca não acredito por fins científicos dos quais não poderei ignorar.
Existem pessoas que alegam já ter estado no interior destas bases alienígenas, mas para ser mais verídico seriam preciso provas mais refutáveis e não apenas palavras, embora as suas hipnoses assim o indiquem como casos verídicos.
Mas por onde entram estes seres?
Como conseguem entrar no interior de uma Serra ou Montanha?
Será devido ás suas capacidades de desmaterialização!
A mesma forma que ocorre com os seres durante a invasão dos quartos das suas vítimas!
Mas serão mesmo espirituais estas abduções?
Não creio que o seja, pois já tivemos vários exemplos e comprovativos de como não o foi. Se bem que não se possa que na sua totalidade seja feito no físico. Temos um caso ocorrido a Sul de Portugal, mais precisamente na cidade de Sines onde uma jovem de nome Rossana, com apenas uns 13 anos, terá sido vítima de visitas de seres estranhos da qual ela fala serem extraterrestres.
Estes casos ocorreram em início de 2005, esta jovem recebe visitas nocturnas indesejáveis e o mais curioso é que acaba por acordar na rua de manhã. Poderíamos alegar que poderia ser sonâmbula, mas essa questão está fora de parte. Como é possível se esta jovem vive só com o pai, este que vive na pesca e só regressa a casa de manhã. Esta acorda na rua com as portas trancadas e janelas com a chave no interior de sua casa.

Como é que ela saiu?

Agora pensamos um pouco. Se as abduções são alegadas por muitos que só são feitas no espírito, como pode o todo físico aparecer na rua? Tendo o pai de Rossana a encontrado mais que uma vez na rua quando vem do mar. Rossana falou em diversas situações em que deitada ouvia as passadas destes seres em sua casa e quando se aproximava do seu quarto que estes ficam bem juntos a ela e em algumas situações lhe tocavam.
Curiosamente existem centenas de relatos onde falam destes toques no corpo. Numa troca de Mails sobre esta situação com o Presidente da APO o Sr. Luís Aparicio, este alegou que estes toque apodem ser positivos que seria normal nas vítimas da qual estes estão interessados. Inclusive me recordo de que até poderia representar segurança para a vítima segundo Sr. Luís Aparicio.

Mas porque nos abduzem?

Será que os seres conhecidos como Greys ou Cinzas adoptam de um projecto á escala global de abdução dos humanos, porque eles estão a sofrer de algum defeito genético, onde a existência desta espécie possa estar em risco de extinção! Basta repararmos no seu pequeno tamanho encolhido e a sua pele acinzentada. Ou será que estão mesmo nos abduzidos em especial nas mulheres a fim de criarem o Híbrido perfeito. Existem muitos abduzidos que contam que lhes foram mostrados que eram meio alienígenas meio humano que realmente não pode haver dúvidas de que alguém está tentando cruzar a genética humana com a alienígena. 
Uma possível razão para isso seria que a raça alienígena é muito velha e está em via de desaparecer. Pode ter ocorrido que com o tempo a sua genética se atrofiou ou foi a tal ponto distorcida que agora estão a tentar recuperar a jovem genética de nossa raça.  É como se estivessem mitigando os danos mediante a combinação de nossos genes com os deles. Tudo aponta para que os alienígenas que estão levando a cabo tais actividades têm uma base genética similar à nossa.

Metade humano metade alienígena

O grande problema é a falta de memória de muitos dos nossos abduzidos. Á um facto muito curioso que o investigador Vand Dyk, meio céptico alega por desconfiança, o porquê, de um abduzido raramente conseguir descrever o interior de uma nave com mais pormenores.
Esta é uma outra situação controversa. É aqui que muitos deixam de acreditar nos abduzidos. Mas já se imaginaram de quando vamos ao hospital por motivos menos bons e nos levam de ambulância para um Hospital? Durante a viagem dependentemente de cada situação, vamos drogados com soros, e medicamentos etc. Ao chegar no hospital a pessoa vai que meio drogada e deitada numa maca apenas só vai ser o tecto e a luz acima desta vendo tudo em sua volta enevoado. Névoa esta que é resultado dos produtos químicos induzidos no seu organismo.

O mesmo se passa nas abduções

A luz também nos confunde o espaço onde possamos estar visto provocar encandeamento e no encadeamento da luz, acabamos por fechar os olhos e não vamos vermos nada só assim acabamos por nos sentir um pouco mais confortáveis. Talvez seja esta a razão de que muitos abduzidos não se recordam do interior do objecto ou sala onde estiveram. As testemunhas falam muito em liquido amargo na boca, liquido este que poderá ser o que os leva a ficarem sem reacção do corpo facilitando assim o seu transporte e controlo e manuseamento.
Temos o exemplo do caso Betty Anderson em 1967 onde ela também fala de estar numa cadeira transparente cheia de liquido acinzentado, e que a alimentava com um liquido adocicado, que entrava por um tubo na sua boca. Temos um outro exemplo de um abduzido em Portugal de nome fictício Manoél, que fala que sempre que é abduzido passa dois dias a três com náuseas e vómitos. Fica com um forte paladar na sua boca.
O mesmo ocorre com as mulheres grávidas que durante a gravidez, estas tem de efectuar uma ida ao médico onde tomam um liquido adocicado a fim de ver a sua reacção de estômago, onde normalmente acabam por ter os respectivos vómitos. Eu mesmo já pude ver esta experiência durante a gravidez da minha esposa.
As pessoas não digo todas mas uma maioria delas acaba por ficar com uma forte má indisposição depois de tomar este liquido como também a sua tenção arterial em algumas situações fica mesmo descontrolada por breves instantes. Será que esta é a mesma técnica dos nossos amigos cósmicos? Na verdade muitas coincidências.

Moradores Invisíveis

Este é o caso de onde se fala da passagem de um Portal e seus moradores invisíveis. Esta história pode ser encontrada no livro Portal de Guilherme Raymundo um grande amigo da qual tenho grande estima. Guilherme Raymundo é um grande investigador senão um dos melhores no Brasil.
Aqui apresento uma parte da sua investigação. Segundo os mais antigos de Peruibenses que nos tempos antigos existiam estradas pelas picadas. Abaixo do atual caminho, via-se em certas noites um Portal. Um portal que segundo as suas palavras se encontrava aberto. Os moradores de Guaraú consideram o local sagrado e dizem que dentro da montanha existe uma vida muito especial com moradores invisíveis, o mesmo segundo o corre na Serra do Roncador!
Segundo os habitantes de Guaraú, estes seres invisíveis protegem Peruibe e parecem de alguma forma entrar no que chamamos de religião ao desconhecido. O mesmo se passou em Fátima Portugal, onde agora existe um gigantesco Santuário em homenagem a algo que viram da qual atribuíram a uma entidade religiosa.

Mas voltando novamente a Guaraú. Ao local onde supostamente estaria essa passagem Portal, se deslocaram muitas pessoas como também esotéricos. As marcas descritas é de que a porta se assemelha a uma cobra gigante imprensa na parede rochosa. As pessoas designam esta com um poder imenso energético, que antigamente as pessoas se deslocavam a este local para acariciar sete vezes este portal ou passagem, segundo as pessoas acreditam que se lhe tocarmos sete vezes iriam atrair felicidade e prosperidade a todos os bons propósitos da vida. Existe uma historiadora da qual não é mencionado seu nome pelo amigo Guilherme Raymundo a que esta já teve a oportunidade de ver um vulto á meia – noite quando passava em frente deste local.
Segundo a descrição este ser seria alto de feições belas e louro, e que atravessava esta pedra onde é o portal. Este misterioso ser ou Homem alto se veste de branco e tem o costume segundo descrito em seu livro de ficar no meio da mata a observar o céus o seu redor e até o mar, regressando suavemente para a rocha Porta. Por esta razão lhe chamam de guardião protector de Peruibe. Casos destes são muitos os existentes no Brasil e descritos em muitos livros por vários investigadores. Este ser com feições humanas terá a capacidade de desmaterializar como o fazem supostamente os extraterrestres, será ele mesmo um extraterrestre?

Mais um enigma

A vida é feita de enigmas não é verdade. A Ufologia tem como tema de estudo os OVNIs onde tem a sua investigação séria datada de 1947, quando o nosso já conhecido Arnold, viu os OVNIs enquanto fazia a busca de um outro avião que se teria despenhado. Foi então que ficou reconhecida a palavra “Discos Voadores” um nome um pouco ridículo mas com fundamento para o que este teria descrito na sua observação. A visão de mistérios celestes é anterior á meados do nosso século, e os escritos de Charles Forte abundam em informações muito interessantes sobre esta natureza.

Aconselho a lerem os seus livros

As entidades com os seus ataques nocturnos de natureza sexual, raptos por seres extraterrestres constituem experiências ao que se julga a humanidade sempre esteve sujeita. Mas foi quando o tema Ufologia ganhou contornos e ao descoberto estas situações de raptos de origens variadas tão altamente incomodativas que nos priva de nossa própria liberdade se tornou para muitas pessoas um martírio de sofrimento e até de loucura para outras. Porém como é o caso acima de Guaraú, Peruibe estas ficaram mais pelo acto religioso de fé. O mesmo em muitos outros casos de observações destes seres. Mas tudo depende de cada encontro ou forma de contacto! Cada caso de abdução ou contacto apresenta uma experiência diferente, são raros aqueles que demonstram semelhanças. Mas á que analisar cada situação ponderada mente, e nunca cair na primeira impressão de realidade. Á também que saber auto avaliar a pessoa vítima, para poder avançar com uma investigação séria e não fantasiosa.

Nota: Meus amigos fico por aqui. Creio que esta matéria está apta a se estender em demasiado. Tive a peculiaridade de falar em temas controversos e repetidamente em determinadas situações durante a construção deste artigo. A ideia é colocar a mente a pensar durante o tempo de leitura. Digamos que desta forma estamos sempre a reavivar a memória de todas as partes interessantes do texto. Assim facilita termos uma ideia de tudo o que está aqui descrito.Teremos muitos mais trabalhos desta ambiguidade.
Matéria elaborada e investigada por - Nuno Alves. Agradecimentos ao amigo, Comandante da Interpol José Guilherme Raymundo e Luís Mundinho Arqueólogo/Antropólogo.