segunda-feira, 18 de abril de 2016

Avião de passageiros quase colidiu com UFO



Um Airbus A320 decola do aeroporto de Glasgow, nas proximidades do qual uma aeronave do tipo teve um encontro próximo com um UFO

Caso ocorreu em dezembro, quando a aeronave se aproximava do aeroporto de Glasgow

Em 02 de dezembro passado, em caso revelado somente agora pelo periódico Daily Mail, um Airbus A320 com 220 pessoas a bordo esteve ameaçado pela presença de um UFO. A ocorrência se deu em Baillieston, a cerca de 20 km do aeroporto de Glasgow, em 02 de dezembro último. O avião se aproximava do aeroporto, a uma altitude próxima dos 1.000 m, quando um objeto desconhecido passou abaixo dele, a cerca de 91 m de distância somente.

O caso foi suficientemente grave para ser investigado pelo UK Airprox Board, um órgão que analisa casos de aproximações perigosas envolvendo aeronaves na Grã-Bretanha. O A320 se aproximava do aeroporto de Glasgow em boas condições meteorológicas, com o Sol por trás, quando os dois pilotos observaram um objeto a pouco mais de 90 m de distância. De acordo com o órgão de investigação: "O objeto passou abaixo da aeronave antes que a tripulação tivesse tempo de realizar ações evasivas ou mesmo registrá-lo com precisão".

Os pilotos descreveram o UFO como de cores azul e amarela, de grande tamanho mas pequena área frontal. O centro de controle de voo não detectou nenhuma outra aeronave na área, e mesmo o radar local da torre de controle de Glasgow não avisou sobre a proximidade do objeto já que também não o detectou. O órgão que analisa situações de perigo descartou a presença de outros aviões ou de helicópteros no incidente, pois estes apareceriam nos radares. Balões meteorológicos, planadores e pequenas aeronaves como paraglider e similares igualmente apareceriam nos radares, com o que essas possíveis explicações foram descartadas. Parte das declarações do piloto diz: "Parece que ele não se chocou conosco por apenas algumas dezenas de metros, passando diretamente sob nós. Não sabemos dizer para qual direção seguiu". A identidade dos pilotos e a companhia aérea pela qual o A320 operava não foram reveladas.

Sem comentários:

Publicar um comentário