quinta-feira, 23 de novembro de 2017

NASA: Oficiais Não Terrestres? Quem são e de onde vêm!?



O HACKER acredita que viu a prova de que a NASA FEZ e FAZ a edição de imagens de objectos voadores extraterrestres (OVET) nas suas imagens antes do lançamento a público.

O que até aqui não é novidade ou nada que o público não saiba já!

Gary McKinnon, enfrentou uma luta de 10 anos contra a extradição para os EUA depois de entrar na bases de dados informáticas da NASA, dos militares dos EUA e do Pentágono.

Foi quando a ex-contratada da NASA, Donna Hare, foi denunciante em novembro de 2000, com alegações de que a equipe da NASA editou digitalmente imagens de satélite antes de serem lançadas para público devido a conterem objectos voadores não identificados.


Continua a ser uma das principais teorias de conspirações de que a NASA e o governo dos EUA conhece há anos que estamos sendo regularmente monitorados por OVNIs de galáxias distantes.
Mas, a opinião poderia não conseguir lidar com a verdade, ou isso levaria à quebra da religião e da sociedade como a conhecemos, foi retido com sucesso por nós, encobriu-se depois do encobrimento.


No Edifício oito do Johnson Space Center em Houston, Texas, que McKinnon, decidiu que tinha de saber mais sobre este assunto.
A espantosa descoberta de McKinnon começa a deixar claro aquilo que foi revelado pelo então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, no seu diário presidencial.  

A 11 de julho de 1985, Reagan escreveu: “Almoço com 5 renomados cientistas espaciais. 
Foi fascinante.  O espaço realmente é a última fronteira e alguns dos desenvolvimentos em astronomia, etc., são como ficção científica, mas são reais.  Aprendi que a capacidade das naves espaciais é tal, que poderíamos orbitar 300 pessoas“.

O comentário de Reagan foi bastante revelador, já que a nave espacial, só poderia carregar, no máximo, 8 pessoas e somente cinco deles foram contruídos para o vôo espacial.  Mas se todas as cinco unidades estivessem completamente carregadas, seria possível manter 300 astronautas em órbita.
Estava o ex-presidente revelando a existência de um programa espacial altamente secreto que poderia enviar centenas de astronautas para a órbita terrestre?  De acordo com dezenas de testemunhas militares e corporativas, sim.
McKinnon também teria encontrado informações sobre o que poderia ser uma esquadrilha altamente secreta de naves do tamanho de porta-aviões, que operam no espaço sideral.

Um interesse ávido no chamado movimento de divulgação alienígena, que exige que os governos de todo o mundo libertem todos os seus arquivos secretos sobre OVNIs e visitas alienígenas o levaram a entrar na bases de dados de computadores da NASA, CIA, US NAVY Pentágono entre outros departamentos.
McKinnon revela que a segurança informática era difícil mas conseguiu acessar regularmente bases de dados inteiras durante dezoito meses.
Mas para alguém ter obtido muito acesso sem precedentes, as divulgações seguidas foram relativamente poucas e distantes.

Num dos seus hacks aos bancos de dados da Marinha dos EUA, McKinnon tropeçou num arquivo contendo uma lista de "oficiais não-terrestres" com suas fileiras e nomes e num outro arquivo separado de "transferências de material entre navios".
Embora, ele não tenha registo de nenhum dos nomes do agente ou do navio agora, ele afirma que pesquisas adicionais no momento não encontraram vestígios de nenhum dos navios em qualquer lugar ou do uso do termo oficial não-terrestre. McKinnon acredita que ele pode ter encontrado evidências confidenciais de uma base espacial secreta.
Não-terrestre não significa apenas não da Terra, também pode significar não terras, o que significa que o termo não seria irregular em termos da marinha.
Quando perguntado se os oficiais não terrestres poderiam significar algo mais como este ou astronautas, McKinnon acrescentou: "Pode ser com você como você os interpreta".


A outra evidência descoberta por McKinnon foi ao tragar os 255 computadores do edifício oito no Johnson Space Center.
"Havia bancos de dados de imagens com o rolo um: filtrados ou processados ​​e não processados. Foram 200 megabytes cada um. Eu tinha controle remoto total da área de trabalho".
Ele disse que começou a baixar uma imagem, mas era extremamente lento, e ele só conseguiu metade para 2 / 3rds do caminho até antes de ser engolido.
O Sr. McKinnon acrescentou: "Foi o hemisfério de um planeta que eu assumi que era Terra. Estava nublado, mas havia a forma clássica do charuto (OVNI)".
Ele disse que havia cúpulas acima e abaixo dela e uma à direita, mas ele teve a percepção que não foi feito pelo homem.
McKinnon diz que fez uma captura de imagem "Print Scream", mas viu o cursor se mover separadamente para os movimentos do mouse, antes que a conexão estivesse perdida, não conseguindo recuperar a imagem da área de transferência.

Foi ai que o hacker, teria sido descoberto e identificado através da sua IP.
Esta foi uma batalha altamente divulgada contra a extradição de 2002 a 2012, durante a qual, em 2008, ele foi diagnosticado com síndrome de Asperger - uma forma de autismo que pode ter afetado o seu comportamento.
Portanto fica a grande questão!

Quem são os Oficiais Não Terrestres?!

Sem comentários:

Enviar um comentário