segunda-feira, 7 de março de 2011

Estudo da NASA que prova haver vida fora da Terra não surpreende especialista português

O especialista português em astrobiologia Francisco Carrapiço não se mostrou surpreendido com o estudo divulgado por um cientista da NASA que prova a existência de vida fora da Terra em fósseis de bactérias encontrados num fragmento de meteorito.

«É uma questão que deve ser encarada de forma natural. Agora, temos de acordar um pouco mais para saber se a forma como estes dados foram apresentados correspondem a uma realidade concreta, mas não me surpreende nada a existência desta situação», sustentou Francisco Carrapiço, professor da Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa.

No entanto, o especialista considerou que o estudo, publicado pela revista científica 'Journal of Cosmology' está «muito bem fundamentado» e «mostra de forma bastante clara a existência de estruturas fertilizadas nos meteoritos que foram estudados».

«Não fico surpreendido com os resultados que apresenta, porque já era mais ou menos conhecida a existência de microfósseis em alguns organismos nas estruturas que foram recolhidas, nomeadamente na Antártida», acrescentou o professor, mostrando-se expectante quanto ao desenrolar da discussão em torno desta matéria.

«O 'Journal of Cosmology' abriu agora uma discussão nesta área e vamos ver no que é que dá. A existência de vida no Universo é uma questão que vem a ser encontrada e portanto não me parece nada de extraordinário isso ser real», concluiu.

O estudo é da autoria de Richard Hoover, investigador da Agência Espacial Norte-Americana, que interpreta esta sua descoberta como "um indício de que a vida está distribuída de uma forma mais ampla e que não se restringe em exclusivo à Terra".

O cientista chegou a esta conclusão depois de mais de uma década dedicada a estudar um tipo de meteorito extremamente raro, encontrado em áreas remotas como Antártida, Sibéria e Alasca, susceptível de conter vestígios de água e microorganismos terrestres e extra-terrestres.
Fonte inf - Lusa/ SOL

4 comentários:

  1. Esta hipótese da origem exógena da vida na Terra,na verdade,já havia sido colocada há décadas e ostracisados os seus autores.
    Afinal parece que a História vai-se reescrevendo.
    É tão restritivo o conhecimento actual que provávelmente nem a maior das imaginações consegue um esboço do passado do universo e génese da humanidade.

    ResponderEliminar
  2. Cá para mim os ciêntistas já se estão a converter.
    Ou devido ao que tem ocorrido um pouco por todo o mundo eles estão se, abrir gradualmente para a verdade da existência de outras entidades no Universo.
    Mas ainda temos muitos ciêntistas teimosos.
    Andam a querer descobrir vida no Espaço quando essa vida inteligente nos visita á séculos ou milénios.
    Não deveriamos alterar a nossa postura de procura!
    Porquê gastar milhões de euros ou folares para equipamentos espaciais quando o que procuramos nos visita a nós.

    João Carlos

    ResponderEliminar
  3. Se lerem um pouco sobre o assunto vão descobrir que é mais fácil sermos descobertos do que sermos nós a descobrir algo neste vasto Universo.
    Também acredito que somos visitados deste que o Planeta Terra existe e tem a sua flora natural.
    Temos muitos indicios sobre esta matéria.
    Quanto aos visitantes no meu ponto de observação não passam de méros biologos que estudam a vida neste Planeta, exatamente o mesmo que fazemos quando estudamos a vida selvagem noutros continentes.
    Isto implica á colocação de implantes entre inúmeras outras coisas que para nós são normais mas que para os animais somos simplesmente extraterrestres.

    ResponderEliminar
  4. A verdade é uma só o universo é cheio de surpresas para começar se nosso planeta fosse visitado nois ja teriam descoberto faz tempo, porque os satélites ia detecta algo de estranho,
    a cada vez mais estão descobrindo mais coisas sobre o espaço. não podemos dizer com certeza que não somos os unicos que abitam um planeta
    pois nenhum cientista afirmou e nem tem provas para pode ter uma certeza que tenha extraterrestres. pelo as informções de jornias e tal... pra mim os cientista estão quase pertos de confirmarem finalmente ce ha vida fora da terra ou não, afinal espaço num tem fim ninguem sabe o que há nesse infinito espaço pocos segredos foram descobrido ainda...hã muitas decadas para poderem descobri uma porcentagem certa que ha vidas fora da terra.

    ResponderEliminar