domingo, 1 de abril de 2018

OVNI: Mario Zagarra faz revelações importantes no Perú

Investigador peruano  Mario Zegarra  revela que durante décadas nos esconderam avistamentos e colisões de ovnis.

Peça para desclassificação do fenômeno no Perú

OVNI  no aeroporto de  Jorge Chávez , aqui perto das praias de  Lurín , em  Ventanilla  ou na tradicional  Costa Verde . Se assim como ele lê. Aqui apresentamos os 11 casos de avistamentos e colisões de  objetos voadores não identificados que o investigador de ovnis  Mario Zegarra assegura terem ocorrido não em Lima, mas por todo o Peru, mas por algumas razões têm sido escondidos da população desde décadas atrás e ao longo da história com fins desconhecidos.

Zegarra  assegura que esses arquivos foram zelosamente guardados na Direção de Interesses Aeropespacial da Força Aérea do Peru, agora (DINAE).
O seu trabalho na desclassificação do fenómeno fez inúmeras pessoas de diferentes países terem um grande acesso sobre esses arquivos que por sua vez ajudaram a levantar este segredos de Estado.


OVNI NO AEROPORTO

Entre os 11 casos destaca o "00009" em que relata o pouso de três ovnis ao lado da pista do Aeroporto Internacional Jorge Chavez, em 1999.
Numerosas testemunhas aeronaves comerciais testemunharam que viram ovnis, já os militares impediram que fosse realizado qualquer contacto com a imprensa.
Alguns tiraram fotografias que foram apreendidas e teria até mesmo algumas delas ido parar nos arquivo dos Estados Unidos e nunca mais voltar ao Peru.

OS MIRAGE E O OVNI DA COSTA VERDE

Em 1978, perto da praia de Pescadores de Chorrillos, na tradicional Costa Verde, no meio da ditadura militar de Morales Bermúdez, dezenas de pessoas assistiram a dois aviões Mirage a perseguirem dois  OVNIs  por 15 minutos.
Acidentes com OVNIs também foram relatados em Lurin em 1971, segundo o caso "00002".
Outra colisão em Callao em 1980 e um ano depois a FAP teria recuperado os restos de um OVNI ovóide no distrito de Ventanilla, próximo de uma refinaria.

OUTRAS COLISÕES

Também foram registados casos de avistamentos de  OVNIs  em 1952, fotografados por Domingo Trigoso em Puerto Maldonado. Este caso deu a volta ao mundo, mas as fotos foram confiscadas.
Também em 1967, o Capitão Oswaldo Sanvitti avistou vários OVNIs enquanto tripulava um avião comercial da Faucett. A sua tripulação também viu o objecto, mas toda a tripulação foi intimidada para desacreditá-lo incluindo pilotos.

OVNI DE SANTA MARIA

Um dos casos mais emblemáticos é o do piloto de Santa María, o caso La Joya em Arequipa em 1980, quando o militar perseguiu um OVNI por quase uma hora e disparar vários mísseis contra ele.
Quando já estava aposentado, Santa Maria deu várias palestras revelando o seu extraordinário encontro com esse objecto que viajava a velocidades inimagináveis ​​para a compreensão humana.

GOVERNO DE HUMALA SALVO

"Porque eles escondem coisas de nós, no governo de  Ollanta Humala?
Apresentei documentação para desclassificar estes arquivos que são de natureza pública para despertar a consciência do público e abrir os olhos da humanidade sobre este fenômeno global, a população deve saber mais sobre os seus direitos civis à informação,  havia respostas oficiais na época, mas um cidadão mexicano chegou e pegou os documentos do DINAE como se nada ", fosse Mario Zegarra .

Fonte

Mario Zegarra tem sido um dos maiores activistas no país a pressionar o seu governo a libertar, desclassificar arquivos sobre o fenómeno OVNI através de informação dos direitos do cidadão ao acesso aos arquivos daquele país.


Sem comentários:

Publicar um comentário