segunda-feira, 9 de abril de 2018

Avistamento de OVNI por Contramestre da Marinha Mercante Portuguesa ao regressar a Portugal


Matéria muito interessante, partilhada pelo Sr. Rui Palmela, num evento testemunhado pelo seu próprio pai.

Rui: Hoje vou contar uma história verídica que se passou com o meu próprio pai quando era Contramestre da Marinha Mercante. 

Foi por volta de 1985, quando numa viagem de regresso do Norte de África, rumo a Portugal, meu pai vinha de serviço à ponte de leme durante a noite no barco “Litoral”.
A meio caminho, viu uma luz muito brilhante no céu estrelado que lhe chamou a atenção e pensou que fosse um avião, mas de repente ela começou a deslocar-se duma forma estranha e meu pai mudou de ideias.  
Viu então a luz aproximar-se e a aumentar de tamanho até que parou a certa distância sobre o mar, projectando um feixe de luz esverdeada sobre a água.  

O disco luminoso acompanhou o barco durante vários minutos e depois se posicionou por cima deste sem emitir qualquer ruído e sim um 'zumbido',  iluminando todo o convés  e de repente  disparou a grande velocidade deixando um risco luminoso no céu desaparecendo na linha do horizonte.

Este foi um caso testemunhado pelo meu próprio pai que um dia me contou isto numa conversa casual sobre ovnis que são vistos diariamente no mundo inteiro. 
De resto ele nem sabia nada sobre isso, pois não lia nada a este respeito e até temia falar sobre o assunto, pois não fossem julgar que ele tinha bebido alguma coisa ou estava com visões.  

Mas não foi só daquela vez que meu pai teve uma experiência ovniológica. 

Numa outra altura, quando fazia o percurso do Porto de Leixões para Setúbal, durante a noite, também observou 4 ovnis que se deslocavam formação em cruz a determinada altitude, emitindo várias cores à medida que se deslocavam.
O meu pai disse que foi uma coisa linda de se ver.

Rui M Palmela

Sem comentários:

Publicar um comentário