sábado, 20 de dezembro de 2014

Alpinista regista OVNI com a sua câmera de vídeo


"A 24 de junho de 2004, estava viajando no meu carro com a minha família, da cidade de Salta "Argentina", em direcção a nossa casa em Cachi, eram  onze horas da noite, quando estávamos passando pela perigosa e bonita Cuesta del Obispo em direcção à linha de Tin tin, reconhecido por vários fenómenos sobrenaturais que existem assiduamente ", diz António.
Quando já tinham percorrido cerca de 10 km a partir do local chamado La Piedra del Molino, localizado a mais de 3.300 metros acima do nível do mar, António pediu à sua esposa para tirar a câmerar de vídeo que foi colocado no tripé.

"Quando iniciamos a descida de Tin Tin, tive a sensação de que algo iria acontecer, foi ai que perguntei pela câmera à minha esposa, Sílvia que estava assustada, sem saber o que eu estava observando. Na verdade, nesse momento não vi nada, mas sentia algo.
Poucos minutos depois, quando já nos encontrávamos na linha de Tin tin, vi uma coisa atrás de nós no espelho retrovisor.
luzes de milhares de cores eram visíveis a piscar. Silvia entrou em pânico, parei o carro,  liguei a câmera de vídeo e comecei a gravar esse fenômeno curioso, como ela assustou estava me dizendo para dentro do carro. Silvia assustada só me dizia para entrar no carro.
Na filmagem dessa curiosa luz (no local). Eu contei 40 flashes de cores diferentes, que era como um enxame de abelhas.
Foi ai que me perguntava a mim mesmo se essas luzes tão curiosos, seriam alienígenas ou anjos?

Antonio Zuleta, argumenta que não é a primeira vez que você vê esses "seres de luz", como ele define-los, especialmente no sopé do nevado de Cachi.

Muitas pessoas têm testemunhado estas luzes no Vale de Calchaquíes.
Numa outra ocasião, também fotografou uma dessas luzes. Curiosamente assumir a forma de uma pomba de  luz em plena noite.
Aparentemente estas formas raras surgem em todo o território de Cachi, os resultados são óbvios, eu próprio fiz filmes de luzes coloridas em vôo, a 50 metros do solo.
Algo de extraordinário e misterioso ocorre no Vale de Calchaquíes", diz .
"É evidente que as luzes não são insectos porque são de um tamanho muito grande", alega António Zuleta.

A neve

Numerosos dos fenómenos que ocorrem em Cachi tiveram importância internacional.
Por esta razão, anualmente recebe milhares de turistas que não só vêm para apreciar a paisagem e o seu povo, mas também em busca de aventura, como de avistamentos OVNI, para testemunharem
essas luzes.
António Zuleta um amante do fenómeno OVNI onde ao logo dos anos tem vindo a registar e catalogar estes eventos na região, é também um alpinista especialista que já subiu em diversas ocasiões o cume de Cachi, com uma altura de 6.380 metros.

Apenas foi disponibilizada uma imagem do que foi registado até ao momento.
Aqui fica um vídeo sobre o Sr. António Zuleta e as suas experiências com o fenómeno.



Por; Carmen Petrini - El Tribuno
Tradução e adaptação
Nuno Alves


Sem comentários:

Publicar um comentário