sábado, 14 de fevereiro de 2015

Açores na rota dos OVNIs ao longo da história



As observações recolhidas por Olivério Gomes, retratam uma constante observação de estranhos fenómenos aéreos, que de alguma forma escapam aos olhos ou conhecimento do público geral.
Estes são apenas os relatos mais antigos de que se tem registo.
Entre as mais belas paisagens que os Açores nos proporciona existem também fenómenos aéreos inexplicáveis que ao logo dos anos ficaram arquivados sem uma explicação plausível "cientifica".

Ilha Graciosa
Inclui-se no grupo Central e apresenta 61,66 Km2
 de superfície com 12,5 Km de comprimento e
8,5 Km de largura. 
Está situada a 28º 05' de longitude oeste e a 39º 05' de latitude norte.

26 de Fevereiro de 1982 às 05:25 horas - Aeroporto.
Cerca das 05horas e 25 minutos, foi observado no céu da ilha Graciosa um Objecto Voador Não Identificado (OVNI). 
Com efeito, em conformidade com inquérito levado acabo pelo Centro Meteorológico da Graciosa, o objecto deslocava-se sem ruído, iluminou a pista do aeroporto e afastou-se. Foram testemunhas oculares o guarda da PSP em serviço no referido aeroporto, um outro guarda que se encontrava nas
proximidades e o dono do restaurante local. 
O nosso jornal contactou o posto policial de Santa Cruz, tendo-nos dito que não foi possível identificar a forma e a natureza do objecto luminoso; apenas verificaram durante segundos um clarão, que iluminou o aeroporto. 
O objecto apareceu a altura relativamente baixa. 
Mais tarde, por cerca das 8 horas, e não obstante a luz do dia, foi visto a uma distância muito grande um foco luminoso, parecendo-se com uma estrela, presumindo-se que fosse o referido objecto.
Fonte : «Jornal Correio dos Açores» de 27.02.1982

Ilha de São Jorge
A ilha de São Jorge, no centro do arquipélago, encontra-se a uma distância de 40 Km a Sul da
Graciosa, a 20 Km Norte do Pico, 60 Km a Oeste da Terceira e a 30 Km a Leste do Faial. 
Com 56 Km de comprimento por 6 Km a 8 Km de largura, tem uma área total de 246,25 Km 2. 
Está situada a 28º 33' de longitude oeste e a 38º 24' de latitude norte.

19 de Setembro de 2004
No passado dia 19 de Setembro de 2004, às 10:29 e 10:35 horas (da noite?), foram avistados dois fenómenos luminosos, nos céus do canal entre a Ilha do Pico e a Ilha de São Jorge nos Açores. 
A observação foi feita a partir da Ilha do Pico, e teve mais do que uma testemunha.
Começou por ser visto um estranho clarão e objecto oval, muito luminoso, que se deslocava a velocidade elevada. Acabou por desaparecer acima da Ilha de São Jorge. 
Em seguida foi
observado um triângulo formado por três luzes, em deslocamento rápido. 
Tinha uma luz à frente e duas atrás. O fenómeno triangular acabou também por desaparecer.
Informação de Rolando Alves.

Ilha do Pico
A ilha do Pico, assim designada devido à imponência da montanha que dela emerge, inclui-se
no grupo Central. 
Tem uma superfície de 447 Km2, com 42 Km de comprimento e 15,2 Km de
largura máxima, no sentido NO - SE. 
É a segunda em dimensão em todo o arquipélago, encontrando-se a uma distância de 4,5 milhas do Faial e a 11 milhas de São Jorge. está situada a 28º 20' de longitude Oeste e 38º 30' de latitude Norte.

1997 Ilha do Pico
Já vi pelo menos 4 vezes coisas estranhas da primeira vez vi um disco, bem formado por cima de
mim tinha eu na altura 13 anos de idade, desde aí as coisas tem acontecido ao pé da nossa montanha. Relatos de estranhas luzes a fazer manobras impossíveis de um avião fazer, também não iam
faze-las a centenas de metros da montanha.
Fonte : Relato de Rolando Alves

19 de Setembro de 2004 Ilha do Pico
No passado dia 19 de Setembro de 2004, às 10:29 e 10:35 horas (da noite?), foram avistados dois
fenómenos luminosos, nos céus do canal entre a Ilha do Pico e a Ilha de São Jorge nos Açores. 
A observação foi feita a partir da Ilha do Pico, e teve mais do que uma testemunha.
Começou por ser visto um estranho clarão e objecto oval, muito luminoso, que se deslocava a
velocidade elevada. 
Acabou por desaparecer acima da Ilha de São Jorge. 
Em seguida foi observado um triângulo formado por três luzes, em deslocamento rápido. 
Tinha uma luz à frente e duas atrás. 
O fenómeno triangular acabou também por desaparecer. 

Ilha do Faial
Situada também no grupo Central do arquipélago, esta ilha, de forma quase pentagonal, ocupa uma área de 173,42 Km 2 medindo 21 Km no sentido Este - Oeste por 14 Km de largura máxima.

4 de Fevereiro de 1968 às 22:45 horas - Horta.
Novo e misterioso Objecto Voador foi visto no céu dos Açores, sobre a ilha do Faial, segundo o testemunho de um tipógrafo do diário 
"O Telégrafo", da Horta, e de mais pessoas que com ele se encontravam. 
Apresentava configuração oval, metade de cor alaranjada e a restante branca, tendo pontos pretos e deixando no espaço um rasto luminoso. 
Depois de se imobilizar, a grande altura, durante cinco minutos, voltou a movimentar-se, desaparecendo lentamente.

Junho de 2004 Ilha do Faial
Observação de 3 objectos de forma "discóide" a sobrevoar a ilha, posso adiantar que o avistamento foi alertado pelas 14:30 da tarde, emitiam uma luz branca muito forte e encontravam-se todos alinhados, parecendo uma frota, o avistamento decorreu por cerca de 25 min., de momento é tudo o que sei sobre o avistamento.
Este caso necessita de dados e confirmação???
Fonte : Fórum da APO - Olivério Gomes - 2005

Ilha das Flores
A ilha das Flores é o extremo mais ocidental do arquipélago e da Europa. 
A superfície é de143,11 Km 2 com o comprimento de 17 Km e 12,5 Km de largura máxima. 
Está situada a 21º 59' de longitude Oeste e a 39º 25' de latitude Norte.

23 de Fevereiro de 1968 às 19 horas - Ilha das Flores
Um estranho objecto voltou a percorrer o céu açoriano. 
O telefone encarregou-se de estabelecer o contacto com o engenheiro Francisco Alberto Santos, uma das individualidades mencionadas na sensacional notícia.  
Amavelmente disse-nos: "Eram 19 horas do passado dia 23.
Eu e o meu colega Archer Carvalho dirigiam-nos para o nosso trabalho quando vi, no céu, um foco luminoso branco de apreciáveis dimensões, que começou, depois, a deslocar-se em grande velocidade. 
Foi mudando, aparecendo gradualmente com uma mistura de azul e verde. 
Era impossível calcular a distância, mas estrela cadente não era. 
Se o fosse, a sua trajectória seria em queda e não como a do estranho objecto, que se deslocava paralelamente à linha do horizonte foi deveras intrigante. 
Honestamente, não poderei afirmar que se tratava de disco voador. 
Mas que era fenómeno estranho, disso não me ficaram dúvidas .

Ilha do Corvo
As ilhas do Corvo e das Flores, a uma distância de 15 milhas entre si, formam o grupo Ocidental do arquipélago. 
Também de origem vulcânica, o Corvo, com uma área de 17,45 Km2 tendo de comprimento 6,5 Km e de largura 4 Km, é a ilha mais pequena do arquipélago. 
Está situada a 31º 05' de longitude Oeste e a 39º 40' de latitude Norte.
Na década de 1930 ou 1940 Vila Nova do Corvo Dois irmãos nos anos 30 ou 40 terão observado durante o período da Segunda Grande Guerra Mundial um objecto estranho a sobrevoar a Ilha do Corvo.

2 de Fevereiro de 1968 Ponta Delgada (Estação Francesa)
Dois funcionários técnicos do Serviço Meteorológico Nacional, Fernando Rocha e Carlos Resende Corvelo, e um outro indivíduo, António Fraga Maurício, viram ontem um estranho objecto voador na ilha do Corvo anunciou Rádio Clube de Angra do Heroísmo no seu terceiro noticiário, divulgado às onze horas locais.
Fernando Rocha, chefe do posto meteorológico do Corvo, procedia à observação do tempo quando a sua atenção foi despertada pela insólita visão do corpo luminoso de forma esférica.
Chamou os companheiros e todos afirmam que objecto voador parecia pairar sobre a freguesia de Ponta Delgada, na ilha das Flores, onde está situada a Estação Francesa de Radio Rastreio.
O estranho objecto encontrava-se a uma altitude de mil metros, tendo uma luz e uma configuração semelhante à da lua cheia, porém de cor pálida.
Durante sete minutos o objecto foi visto pelos três açorianos deslocando-se muito devagar sobre a ilha das Flores, até, finalmente, desaparecer no sentido sueste.
Fonte : «Diário Popular», 28.2.1968

Na década de 1930 ou 1940 Vila Nova do Corvo
Dois irmãos nos anos 30 ou 40 terão observado durante o período da Segunda Grande Guerra Mundial um objecto estranho a sobrevoar a Ilha do Corvo.
Fonte : Informação obtida por email.

Olivério Gomes

Se tiver conhecimento de outras observação, queira entrar em contacto connosco ufo_portugal@sapo.pt

3 comentários:

  1. https://www.scribd.com/doc/73459595/Acores-Rota-OVNIS

    ResponderEliminar
  2. https://m.facebook.com/NasaOvnisExtraterrestesAvistamentos/#!/NasaOvnisExtraterrestesAvistamentos/?soft=notifications

    ResponderEliminar