sábado, 7 de maio de 2016

Fenómeno bizarro assusta em Portugal e se torna viral nas redes sociais

Um fenómeno verdadeiramente assustador e bizarro foi filmado na quinta-feira por uma transeunte atenta quando se dirigia para o trabalho.
A condutora de um automóvel que preferiu não revelar a sua identidade, não queria acreditar no que estava a ver quando olhou para o céu nessa manhã.
Um círculo perfeito parecia pairar no ar, estando o céu coberto de nuvens naquela altura, de cor bastante diferente da cor do círculo que ela observava.
Espantada resolveu filmar o momento que segundo a mesma terá sido registado próximo de Carenque, na Amadora.



Após o vídeo ter sido enviado para o CM e publicado logo surgiram outras pessoas a partilhar fotos do mesmo círculo também observado noutros ângulos.

A notícia agitou as redes sociais e alguns Sites com a curiosidade do evento. 
 "Será sequer um fenómeno?
Alguém pode explicar o que se anda a passar?
É no mínimo muito estranho…e não dar relevância, e simplesmente ignorar como se fosse tudo normal, também não me parece boa solução, porque isto de normal não aparenta ter nada".





O fenómeno é mundialmente conhecido como UFO RIGS.
Este pode ser provocado por fortes descargas de pressão na limpeza de chaminés industriais como já ocoreu no Reino Unido provocando alguma confusão nas pessoas.
O mesmo pode ser feito por diversão de alguns criativos.

Um incêndio em conjunto com uma explosão pode também provocar o denominado ufo Rings.
Alguns comentaristas mencionam além da visualização do objecto um som forte, o que nos pode indicar uma pequena explosão de algo que tenha provocado o círculo de fumo na atmosfera.



O factor climaterico suscita algumas duvidas pelo tempo e permanência que esteve visível segundo alguns observadores e comentários nas redes sociais.



De salientar que a própria natureza por vezes também ela cria estes ufo rings nas nuvens.


Se tiver mais imagens, vídeos do fenómeno ou qualquer informação adicional entre em contacto connosco - ufo_portugal@sapo.pt 

Sem comentários:

Enviar um comentário