sábado, 1 de dezembro de 2018

Novo dogma na investigação para a vida extraterrestre

Adicionar legenda
Cientista do Centro de Pesquisas Ames da NASA sugere novas "abordagens radicais" para a Pesquisa de Inteligência Extraterrestre (SETI), a busca por inteligência extraterrestre , além de se afastar do dogma anterior sobre as noções de vida extraterrestre e inteligência extraterrestre.

O cientista da NASA também propõe reavaliar e investigar avistamentos de OVNIs através das lentes da interpretação de visitas extraterrestres à Terra.
No seu artigo intitulado "Novas Suposições para Orientar a Pesquisa SETI", que foi recentemente publicado formalmente no "Servidor de Relatórios Técnicos da NASA", o autor Silvano P. Colombano, de Ames, explica que Inicialmente, o Centro de Pesquisa da NASA em Moffet Field começará baseando parte da pesquisa original do SETI em suposições básicas, antes de concluir com sugestões para uma abordagem nova, mas mais "agressiva".

Silvano P. Colombano
"Dado o fato de que descobertas recentes com o telescópio espacial kepler identificou sistemas planetários com até 11,2 bilhões de anos - mas o nosso próprio sistema solar tem apenas 4,5 bilhões de anos - devemos supor que existem sistemas planetários que são até 6 bilhões de anos mais antigos que os nossos ", diz Colombano.

1 comentário:

  1. Aos poucos, lentamente, vão liberando a verdade que já sabem à décadas. Paulatinamente, pois o assunto é muito sério e perigoso para o futuro da nossa espécie. Mas revelem antes de minha morte, porra!

    ResponderEliminar