domingo, 18 de dezembro de 2016

Estará a humanidade pronta para um contato extraterrestre?


É curioso que, apesar das muitas obras de ficção científica confabular com este encontro, parece que agora estamos mais conscientes do que nunca que as possibilidades de encontrar vida alienígena inteligente aumenta drasticamente.

Agora sabemos o dia ou em contacto com uma civilização extraterrestre inteligente, o que vai acontecer? Como agir? Será que estamos realmente prontos para isso? Existe um plano de contingência?

O que fazer em caso de contato com alienígenas?

Astrônomos oferecem uma série de recomendações se detetar algum tipo de sinal que, na verdade, poderia ser considerado como uma inteligência extraterrestre.
No entanto, de acordo com o especialista Seth Shostak, pouco ou nada poderíamos fazer.
Shostak, veterano astrónomo SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), não há um único protocolo caso ocorra um contato oficial de um outro povo oriundo de um outro planeta.

Além disso, para Shostak, seria uma surpresa se houvesse algum tipo de plano ou previsão sobre esta situação.
No entanto, os militares dos EUA criaram todos os tipos de ideias para contingências, mesmo se houvesse uma guerra hipotética.

Como poderia ser um contato alienígena

A verdade é que a elaboração de um plano de contingência deve levar em conta uma série de detalhes extremamente importantes. Serão hostis! Será que procuram a conquista do nosso planeta?

E se eles forem hostis, seriam as nações da Terra capaz de coordenar uma defesa conjunta?
Seria necessário o uso de armas nucleares, apesar do dano que estas fariam para o planeta?
Que medidas biológica devem ser tomadas?


É claro que, como as coisas estão atualmente, a cooperação internacional, quer sejam os extraterrestres amigáveis ​​ou hostis, seria uma situação bastante complexa.

De acordo com Shostak, poderá em breve tornar-se uma competição para ver quem chega lá primeiro quer no contato ou na defesa.

Fica tudo muito mais complicado, quando não existem protocolos de cooperação internacional que deveriam regulamentar uma forma de como agir se necessário num contato extraterrestre.
Além disso, infelizmente, sabemos que, existe o alarme, o perigo é real, porem o ser humano é o maior risco para o próprio ser humano.

Assim, segundo Shostak, e muitos outros investigadores e pensadores neste assunto, esperemos que o contato com extraterrestres à muito cobiçado seja alargado no tempo até a Terra estar mais bem preparada.
Talvez o melhor seja ignorar as vozes de muitos especialistas que acreditam num contato pacífico.
Já os cientistas do SETI ou mesmo Stephen Hawking, alertam os muitos perigos desta causa.


O contato entre o ser humano e alienígenas, parece já ter ocorrido, exemplo das abduções.


Eisenhower, que foi presidente de 1953-1961, é conhecido por ter tido uma forte crença na vida noutros planetas.
O ex-general de cinco estrelas do Exército dos Estados Unidos que comandava as forças aliadas na Europa durante a Segunda Guerra Mundial, e que derrotou o nazismo também se  interessou em desenvolver um programa espacial dos EUA.

O seu encontro com extraterrestres se diz ter ocorrido enquanto os funcionários do governo eram informados de que ele estava de férias em Palm Springs, Califórnia, em Fevereiro de 1954.


Sem comentários:

Enviar um comentário