domingo, 7 de agosto de 2016

Condutores param no IC1/N5 Alentejo para assistir a passagem de OVNI colossal

Este é um clássico da Ovnilogia Portuguesa onde nos deparamos com um caso muito interessante, porem com ausência de provas para tal observação coletiva.
Este caso em particular fez parte das histórias e rumores das conversas entre amigos sobre o assunto.
Porem foi possível falar com uma das testemunhas que nos conta em primeira pessoa o que observou no inicio dos anos 90.
Não foi possível apurar datas, mas se recorda exatamente que era num dia Veraniano, conta-nos Vital Alves uma das muitas testemunhas deste fantástico evento.
Vital Alves naquela época era profissional revendedor da Galo na Marateca.
Revela que um outro amigo pessoal, também terá presenciado o evento.
Este misterioso objecto de grandes dimensões se deslocava no sentido Sul Norte a uma velocidade bastante moderada.
Terá sido algo de extraordinário aquele momento, visto que inúmeros condutores que se encontravam na IC1 terão parado as suas viatiras para vislumbrar aquele momento raro e único!
Vital terá parado naquele momento o seu carro em Vale de Cão Marateca para poder também ele e sua família apreciar a passagem de um gigantesco Objecto Voador Não Identificado.


"Foi visto por toda a gente que ia no caminho Setúbal Alcácer era uma nave enorme  era fim de tarde e para ter ideia do tamanho era noite de lua cheia a lua ainda aparecia num amarelo pálido e enorme havia a luminosidade do fim do dia a noite ainda não tinha caído e a nave passou calmamente na frente da lua já a frente tinha saído ainda a parte final   não tinha entrado na frente da lua. Era capaz pela proximidade de ter uma cidade inteira dentro dela via-se em todo o pormenor a cor prateada e os orifícios que pareciam janelas ..... continuou o seu percurso numa velocidade que parecia lenta ao sabor do vento demorou cerca de 15 minutos ou mais toda a gente saiu dos carros e sentaram-se no capô a assistir .... eu ia com a minha ex mulher com a minha sogra e com os meus filhos íamos jantar às piscinas de Alcácer deviam ser entre as 19:00h e as 19:30h"


Foram realizadas inúmeras pesquisas em busca de mais detalhes além do Sr. Vital Alves, porem a imprensa não deu qualquer referencia a este acontecimento extraordinário.
"Numa breve troca de palavras com o Investigador Internacional Paulo Cosmelli, foi possível saber que o mesmo teve conhecimento deste evento, porem de salientar que foi um infurtuno não existirem imagens daquela observação".

Os céticos fácilmente atribuirão a observação a um Dirigível, o que não acreditamos pelo simples facto de não existirem registos de Dirigiveis naquela região ou país como também estes serem fácilmente perceptíveis do conhecimento público.

Estes casos são de extrema raridade e uma verdadeira preciosidade para com a Ovnilogia.
Por esta razão solicitamos a todos aqueles que naquele dia assistiram a tal evento nos contactem através do nosso e-mail ( ufo_portugal@sapo.pt ).
Queremos saber mais e como decorreu toda esta observação.
Queremos reavivar um caso inédito que merece estar latente juntamente com os melhores casos nacionais.
Acredita-se que existem muitas outras histórias por serem desvendadas ocultas do domínio público.
Queremos trazer a público todas essas histórias, vivencias anómalas se assim o possamos dizer!
Portugal é rico em acontecimentos anómalos, de referenciar o trabalho do CTEC com o seu programa na RTP2 Dossier que nos deu a conhecer histórias incríveis com casos completamente inéditos.

Em 1995 o Alentejo continuava a ser palco de mais um interessante avistamento como pode constatar no vídeo abaixo.



A 28 de Julho de 2012 na Marateca Águas de Moura decorria uma outra observação com registo fotográfico onde poderá consultar ( AQUI ).

Em relação à observação avançada pelo Sr. Vital o Ufo Portugal se encontra inteiramente interessado em saber mais sobre este caso aguardando por outras testemunhas e seus relatos como também informação de arquivo do CTEC.

( Caso sobre  investigação ) 

6 comentários:

  1. Se alguém tiver alguma informação extra não exite em nos contactar 😉
    Este caso em particular está sobre investigação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu Amigo José Cabanas tb parou o seu veículo à minha frente. Foi ele q chamou a minha atenção para o acontecimento . A minha ex esposa Ester Garcia (na altura éramos casados) presenciou igualmente o fenómeno que decorreu.

      Eliminar
    2. eSTE CASO ACONTECEU PORQUE EU ESTAVA DE SERVIÇO NA BASE AÉREA DE MONTE REAL - BA5 - NO CENTRO DE OPERAÇÕES E RECEBI UMA CHAMADA DE BEJA A PERGUNTAR SE TÍNHAMOS F16 A "BRINCAR" POR AQUELAS BANDAS.
      INCLUSIVAMENTE UM SOLDADO DA P.A. FOI HOSPITALIZADO COM QUEIMADURAS E EM ESTADO DE CHOQUE.

      2 DIAS DEPOIS TELEFONA UM SARGENTO PARAQUEDISTA EM OBSERVOU UM OVNI EM PLENO DIA NA ZONA DA FIGUEIRA DA FOZ A DESLOCAR-SE A VELOCIDADES INCRIVEIS EM DIRECÇÃO AO HORIZONTE DO MAR DE COR PRATEADO E QUE NÃO PODIA SER DE FORMA ALGUMA UMA AERONAVE HUMANA.

      Eliminar
  2. Dar noticias de há 20 anos atrás ...mais vale não dizer nada...

    ResponderEliminar
  3. Lsodre - uma notícia e um caso por ser explorado onde poucos apenas têm conhecimento do que aconteceu.
    Se formos pensar da mesma forma que a sua então não vamos ter programas de TV sobre OVNIs.
    Os casos, acontecimentos são todos antigos com muitos anos!
    Acho que deve reformular essa sua forma de pensar.
    No seu ver um avistamento antigo de tremenda importância não deve ser explorado ou do conhecimento público.
    Mentalidade limitada 'gnobe' 😠

    ResponderEliminar
  4. ESTE CASO É REAL E ACONTECEU MSMO, PORQUE EU ESTAVA DE SERVIÇO NA BASE AÉREA DE MONTE REAL - BA5 - NO CENTRO DE OPERAÇÕES E RECEBI UMA CHAMADA DE BEJA A PERGUNTAR SE TÍNHAMOS F16 A "BRINCAR" POR AQUELAS BANDAS.
    INCLUSIVAMENTE UM SOLDADO DA P.A. FOI HOSPITALIZADO COM QUEIMADURAS E EM ESTADO DE CHOQUE.

    2 DIAS DEPOIS TELEFONA UM SARGENTO PARAQUEDISTA EM OBSERVOU UM OVNI EM PLENO DIA NA ZONA DA FIGUEIRA DA FOZ A DESLOCAR-SE A VELOCIDADES INCRIVEIS EM DIRECÇÃO AO HORIZONTE DO MAR DE COR PRATEADO E QUE NÃO PODIA SER DE FORMA ALGUMA UMA AERONAVE HUMANA.

    ResponderEliminar