sábado, 24 de outubro de 2015

Austrália no centro dos relatos de abduções

Lembra-se do famoso caso de abdução Travis Walton? Tão falado pela comunicação social em 1975 e tão ridicularizado pelos populares? Aconteceu no Estado do Arizona, nos EUA. Se não conhece a fundo pode conhecer melhor este caso: Travis Walton. Mas não é somente nos EUA que este tipo de situações são faladas. Naturalmente que, apesar do cepticismo da grande maioria da população, os relatos não vão parando e tendem a continuar. Pelo menos é o que diz Mary Rodwell, uma hipnoterapeuta e a fundadora da ACERN (Australian Close Encounter Resource Network), que afirma que a Austrália tem sido sistematicamente "invadida" por uma serie de relatos de abduções. Ela própria afirma que tem recebido cerca de 10 a 15 relatos de abduções em cada 6 meses só na Austrália. Relatos esses feitos por pessoas que não se conhecem e com experiências de vida diferentes.

No seguimento da última publicação da UFO Portugal, também os avistamentos têm sido frequentes na Austrália, mas segundo Rodwell, as pessoas que já presenciaram casos - não apenas em avistamentos - como também de abduções são muito relutantes em comunicar o caso com medo de serem ridicularizados. Pode ter como exemplo o caso de abdução da australiana Kelly Cahill, em 1993.
O aumento de relatos é muito importante para que haja um paralelismo entre as histórias de várias testemunhas e assim se construir um puzzle. Rodwell afirma que o tipo de seres que as testemunhas relatam mais sempre foram os de tom cinza, mas ultimamente isso tem variado muito, como seres cristalizados, brancos altos ou azuis. Afirma ainda que as testemunhas continuam confusas em relação ao "tempo perdido". Isso aconteceu por exemplo com o testemunho de Kelly Cahill, que após o momento desse contacto pensou terem passado apenas alguns segundos, mas que afinal passou-se uma hora. Aconteceu igualmente com Travis Walton, que pensou ter estado "ausente" durante apenas algumas horas, mas que afinal esteve desaparecido durante cinco dias.

Esta matéria para muitos, continua a ser vista como ficção científica, mas as testemunhas sem qualquer transtorno e com um passado psicologicamente estável têm relatado - e continuado a relatar - situações deste género. Segundo Mary Rodwell, os relatos têm aumentado sobretudo na Austrália. Estarão as pessoas hoje em dia mais confiantes em contar a sua experiência sem medo dos comentários da sociedade? Ou estarão mesmo estes casos vindo a aumentar exponencialmente?

Fonte

7 comentários:

  1. Boas!

    Vocês são as pessoas indicadas para me ajudarem com isto!

    voza0db

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Ajudar para tentar explicar aquele fenómeno azul esférico!

      Eliminar
  4. Austrália é um país repleto de grandes mistérios.
    Desaparecem aviões, barcos e bem nas àreas mais remotas existem acontecimentos que vão além do que nós humanos possa-mos imaginar.
    É um país quente sobre acontecimentos ligados ao fenómeno OVNI.
    Existem bastantes testemunhas de observações espectaculares.

    ResponderEliminar