quinta-feira, 15 de maio de 2014

Piloto salva tripulação de colisão no ar com outra aeronave desconhecida por escassos segundos

Outra aeronave apareceu na rota do avião que estava prestes a sair do Aeroporto de Aracaju; choque aconteceria 20 segundos após a descolagem.

Um piloto da companhia aérea Azul teve de travar bruscamente o avião na hora da descolagem para evitar uma colisão com outra aeronave no Aeroporto de Aracaju, em Sergipe "Brasil".
O voo sairia às 12h35 desta quarta-feira, 14, com destino a Maceió, em Alagoas.

Segundo o relato do piloto aos passageiros do voo, se a medida não tivesse sido tomada as aeronaves teriam colidido 20 segundos após a descolagem.
Um dos passageiros do voo da Azul, o alagoano Luciano Cabral, filmou o momento em que o piloto descreve por que tomou a decisão de abortar a partida e postou em seu Facebook.

video

O piloto explica no vídeo que a aeronave à frente não era visível porque operava "por instrumentos". Apenas o Sistema Anticolisão de Tráfego (TCAS) identificou a possível batida. O equipamento, que se comunica com outras aeronaves, informa ao piloto os procedimentos para evitar uma colisão.

Como o avião da Azul estava no chão, a solução encontrada pelo comandante foi a de acionar o freio. "(A aeronave) estava em torno de 120 metros da gente, a 1 quilometro de distância do nosso prolongamento. Deus me livre, a gente acertaria ele em 20 segundos depois de decolar", diz o piloto.
"Então tivemos que abortar a descolagem.
Essa é uma decisão muito rápida."

Conflito de tráfego. 
Em nota, a Azul afirmou que teve a descolagem abortada "após receber indicação de potencial conflito de tráfego" por causa "da presença de outra aeronave em sua trajetória".
A aeronave foi inspecionada por técnicos e liberada para o voo com atraso de uma hora.
A companhia disse "lamentar eventuais transtornos" e ressaltou que a ação foi "de caráter preventivo".

Procurada para explicar o incidente, a Aeronáutica, responsável pelo controle de tráfego aéreo, disse na noite desta terça que "está averiguando" o caso.
Resta saber que tipo de aeronave causou este incidente.

Crédito

Nota
O aeroporto está operando com redução de 450 metros de pista, ou seja: com uma pista de pousos e descolagens de 1.750 metros.
Essa redução também visa aos trabalhos de reforma e ampliação do sistema e tem término previsto para o final de maio, conforme o NOTAM (Notices to Airmen, ou Aviso aos Navegantes) nº 545/2014, emitido pela Anac.
A execução desses trabalhos não afeta as operações de pousos e descolagens no Aeroporto de Aracaju.

Segundo o gerente de operações em segurança do Aeroporto de Aracaju, Juney Vidigal, o avião da Azul não chegou a descolar naquele momento e partiu depois de uma hora de espera.
NOTA À IMPRENSA:

São Paulo, 15 de maio de 2014 – "A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que a aeronave que faria o voo 4101, que faz a rota entre Aracaju e Maceió teve sua descolagem abortada por sua tripulação após receber indicação de potencial conflito de tráfego devido à indicação da presença de outra aeronave em sua trajetória.
Após o ocorrido, a aeronave retornou ao terminal, onde foi posteriormente inspecionada pelos técnicos de manutenção e liberada para o voo com atraso de uma hora.
A companhia lamenta eventuais transtornos aos seus clientes e ressalta que tal ação foi uma manobra de caráter preventivo, executada sem colocar em risco a segurança dos ocupantes e sem causar danos à aeronave."

A noticia é viral nas redes sociais e meios de comunicação onde a noticia tem vindo a ganhar destaque.
Porem será de salientar que não existe confirmação oficial de que tal incidente esteja ligado a um OVNI.
Todos aguardam pela identificação da aeronave que quase provocou o acidente com o avião de passageiros da linha Azul.

2 comentários:

  1. Muiiiiito estranho.
    O piloto não ver nada num curto espaço de tempo nem a torre de radar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até ao momento não existe uma confirmação se o piloto viu ou não a aeronave responsável.
      Somente sabemos que foi accionado o sistema anti-colisão.
      Estamos aguardar por mais informações de forma apurar o caso.
      Sobre ovnis, será de salientar que existem alguns relatos interessantes onde aeronaves quase colidiram com estranhos artefactos voadores a que denominamos de ovnis.

      Eliminar