sábado, 21 de maio de 2011

Impressionante vídeo de Ovni feito por equipe de TV no Brasil

Ás 01:18h, hora noturna de 20 de Maio de 2011 a equipe da TV GAZETA que se deslocava na estrada  Transacreana área de Florestal para uma reportagem é surpreendida com um artefacto voador que fez toda a equipe sair da sua viatura e filmar o estranho Objecto Voador Não Identificado.
Veja a imagem e tire as suas conclusões.


video



Desmontando de uma vez por todas o 'UFO' da Transacreana



Por Paulo Poian, Revista Ufo

Ainda roda por aí esta piada

Lamentável que este vídeo ainda circule como "polêmico e conturbador" pela rede. Realizado, segundo seus autores, no km 40 da estrada Transacreana, por volta de 01h40 de 23 de outubro de 2009, com a própria equipe de reportagem do programa Gazeta Alerta, demonstra exatamente como um equívoco acontece sobre algo completamente banal.

Mesmo que as testemunhas tenham realmente sido pegas de surpresa, involuntariamente - mas confesso que está difícil aceitar esta hipótese -, é impossível assistir as imagens e crer que seja algum tipo de objeto voador não identificado, pois dá para ver perfeitamente o avião, suas luzes características e intermitentes, até o contorno e cauda iluminada da aeronave está patente.

Jornalistas e imprensa têm demonstrado, ultimamente, serem parte do público mais leigo sobre o assunto.

Aí está, guardem bem:




Ética, moral, bom senso e coerência são princípios básicos que se aprende no primeiro ano de graduação, em qualquer universidade. Não poderia deixar de citar também o papel da mídia, como fonte de desinformação e sensacionalismo dos fatos. Sem generalizar, é claro – inclusive temos exemplos formidáveis de seriedade e competência jornalística na divulgação de fatos ufológicos descentes.


A falta de discernimento e conhecimento dos profissionais da área no tema atrapalha muito, faltam estudos e pesquisas para a maioria dos representantes da imprensa. Por que não cometem gafes em matérias científicas tradicionais? Porque estudam, pesquisam antes, ou ao menos consultam especialistas. Infelizmente, pensa-se em ibope e venda de jornais impressos nestas horas, independentemente da confiabilidade ou credibilidade das fontes.

Se não entendemos nada de geodésia - e por incrível que pareça trata-se uma ciência, que estuda formas e dimensões da Terra -, então como iremos comentar ou opinar sobre a mesma? Antes de mais nada, se necessário fosse, iríamos estudar e informarmo-nos sobre o assunto antes de qualquer posição.

A mídia influencia a vida e cultura de todos, é como um espelho para muita gente. Noticiários deveriam se preocupar mais com as informações reais e fundamentadas da Ufologia, deixando de lado, finalmente, a mistificação e negligência que se fazem presentes ainda nos dias atuais. Acabam caindo no sensacionalismo de sempre.

Talvez seja exatamente por este motivo que muita gente de peso, como cientistas e pessoas públicas bem informadas evitam falar sobre UFOs. Mudanças devem ser cobradas neste setor, através da boa informação, conscientização e parcerias produtivas com os meios de comunicação, com prioridade aos profissionais idôneos e realmente interessados em fatos reais.

Matéria de Paulo Poian Revista Ufo Brasil.

Nem sempre o que brilha é ouro...

3 comentários:

  1. O video mostra claramente que foi de um programa popularesco, sensacionalista, feito para as camadas de menos escolaridade, por isso mesmo incitando o "maravilhoso", o "incrível", iludindo as camadas mais humildes da população com verdadeiros freak shows que não passam de pura farsa construída para ganhar dinheiro às custas da ignorância alheia.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida.
    Mas este género de palhaçada é fácil de desmontar.
    Em Portugal,alguns grupos de investigação também tomaram caminhos que,confesso,parecem inacreditáveis.Dignos de Kafka.
    preocupam-se sobretudo em examinar psicológicamente as testemunhas,deixando de lado o fenómeno em si.Lê-se e não se acredita.
    Por acaso,tanto no Brasil como em Espanha,países com os quais temos fortes afinidades,proliferam quer programas de rádio,quer grupos de investigação que fazem a cobertura dos fenómenos com seriedade.

    ResponderEliminar
  3. SOU NESTE CASO ESPECÍFICO DA CENSURA !
    PROCESSO POR ENGANAR O POVO, PROCESSO POR FRAUDE!
    LAMENTAVEL ISSO! SE LUTA TANTO DENTRO DA UFOLOGIA PARA QUE O RESPEITO E CREDIBILIDADE E SERIEDADE,
    TENHA O ESPAÇO NA MÍDIA, VEM UM DE QUINTA E FAZ ISSO........
    SUELY MOURA MELLO

    ResponderEliminar