sexta-feira, 30 de julho de 2010

VAGA OVNI SOBRE LISBOA “PORTUGAL”!!!

Muitas pessoas especulam sobre a referida Vaga de Ovnis em Lisboa que terá ocorrido no dia 26/06/2010.

Será que houve mesmo uma vaga ovni conhecidas como FLOTILLAS, mais do que um Objecto Voador não Identificado!
Veja - mos a noticia sensacionalista lançada pela APO.
Todos os créditos da noticia são exclusivamente da
www.apo.org
Escrito por Luís Aparício
Quinta, 01 Julho 2010 05:36
António Lobo, formado em veterinária, nasceu em Sevilha há 45 anos, estava na esplanada do Museu da Electricidade em Belém - Lisboa, a ver o espectáculo "Under storm - Sob tensão”, no sábado dia 26 de Junho de 2010, eram 21,06 horas e a sua filha Barbara com dez anos de idade, chamou-o para ele observar uns pontinhos que estavam a seguir de sul para a direcção da Ponte 25 Abril (norte), na mesma rota dos aviões que vão aterrar na Portela, portanto algo muito ilegal visto ser um corredor exclusivo. Viu passar duas vagas deveriam ser no total mais de cem objectos e mais de quatrocentas pessoas que estavam a ver aquele espectáculo «sob tensão» viram também esse anormal desfile.
Espectáculo lindo
Primeiro passou uma vaga de mais de 100 ovnis, vinham em formação aleatória e em voo plano ao solo, durou cerca de minuto e meio. Deu para ver que essas bolas piscavam num intervalo de menos de um segundo, não tinham qualquer estrutura exterior e todas tinham velocidade constante, quando essas bolas de luz piscavam deveriam ter a magnitude de Vénus no verão (-4.4), por isso toda aquela massa de mais de cem bolas de luz a piscar no céu cada uma duma forma aleatória, era já por si uma grande espectáculo e todos aqueles que estavam sentados nas bancadas, viraram-se para o céu e viram, segundo António Lobo, aquilo era mesmo lindo.
Nesta primeira vaga era notório que havia uma bola guia, que seguia à frente e as outras que vinham atrás dispersavam-se num ângulo de 70 graus.
Deu-lhe a sensação que ovnis vinham a uma altitude superior aos aviões que vêm aterrar no aeroporto de Lisboa. Porque tinha uma camera Sony Alfa 550 com abertura de 3,5, esta testemunha colocou-a em modo manual para poder fotografar, visto que o autofocus não lhe possibilitava nitidez necessária.
Segunda vaga
A segunda vaga com cerca de 6 ovnis durou somente alguns segundos e António Lobo lembra-se que viu diversas formações de nuvens, viu também um cirro que tinha a forma elipsoidal, focou a sua camera de forma aleatória para esse cirro que estava por baixo do cúmulo e fotografou-o com a exposição de um segundo. Depois da passagem dessas luzes o cirro desapareceu totalmente.Nessa segunda vaga de ovnis, nem todos eles tinham a mesma velocidade, houve um deles que esperou pelos outros que vinham mais atrás. Depois que os outros chegaram até essa posição onde ele tinha parado, o mesmo arranca a alta velocidade em direcção a norte.
Na foto abaixo poder-se-á ver o ovni triângular com a seta preta e uma das bolas que ia à frente, com a seta vermelha. Podemos de certa maneira comparar a dimensão do ovni triângular e da bola.


Carregue para ver a imagem maior

Nave piramidal triangular
Quando chegou a casa foi ver as fotos no computador e viu que dentro desse cirro havia um ovni em forma triangular. Esse enigmático ovni tinha a forma triangular, tinha também outra particularidade, dava para perceber que tinha faces, nota-se que tinha a forma piramidal triangular.

Carregue na foto para a ver maior

Nem só o António Lobo, viu essas duas vagas a deslizar no céu de Lisboa, todas as pessoas que estavam nesse espectáculo, e seriam mais de quatrocentas também os viram. Uma personalidade muito conhecida do canal de televisão SIC, também os viu passar. Quando a primeira vaga estava a desenrolar-se António Lobo, num momento de coragem pediu ao realizador que a EDP contratou para filmar aquele espectáculo que apontasse a camera para o céu, mas segundo esse realizador não se iria ver nada, devido às lentes da camera que ele estava a utilizar, eram lentes próprias para curta distância.
Confessa que devido à sua formação científica, sempre foi muito céptico quanto aos ovnis e diz que até tem bons amigos nos meios astronómicos de Lisboa. Põe de parte serem balões, porque o vento estava de norte para sul e esses pontinhos de luz vinham em sentido contrário.

Nota:Podemos deduzir que esse ovni triângular ou estava dentro do cirro ou tinha formado à sua volta uma emanação gasosa para se camuflar. Para justificar esta premissa, recorda-se aquilo que a testemunha disse «após a passagem da segunda vaga o cirro desaparece». Também é de estranhar ser um cirro por baixo dum cúmulo.
Possivelmente seria este o ovni mãe (nave-mãe) e os outros em forma esférica, teriam partido do seu interior. Sendo assim os pequenos ovnis não tinham necessidade de se camuflarem, o seu valor estratégico era de menor importância.
- Seria este avistamento uma demonstração de força ou um aviso para aqueles que vivem aqui no solo?
- Seriam os pequenos ovnis o verdadeiro espectáculo, já que pulsavam como a mesma magnitude de Vénus,?
- Com quatrocentas pessoas a assistir será que não haverá mais pessoas com coragem de contar aquilo que viram?
O nosso muito obrigado ao António Lobo, pela sua determinação e coragem pelo seu relato.
Luís Aparício2010-06-28

Depois de rever a noticia e o que foi recolhido desta, poderá tirar as sua próprias conclusões sobre o sucedido.
Supostamente as fotos foram obtidas através de uma camera fotográfica digital Sony Alfa 550.



Na verdade pela péssima qualidade de imagem que temos, esta se parece com uma fotografia obtida por um telefone móvel. É algo que ainda não podemos confirmar.
Neste mesmo dia decorria em Lisboa outros eventos festivos.

Video do Pride Lisboa 2010 Terreiro do Paço...
Obtivemos também nesse mesmo dia.
Em outras freguesias e cidades circundantes decorriam festividades que são muito propicias nesta época do ano com o calor do Verão como também as festas tradicionais dos Santos Populares com as muitas largadas de balões por todo o país.

Creio que facilmente algumas pessoas podem ter ilusão de óptica perante algo na atmosfera que pode ser identificado com persistência.
Não nos deixarmos enganar pelas noticias que decorrem de forma fantasiosa ou simplesmente acreditar á primeira no que observamos.
Nem tudo o que brilha é Ouro!

Quanto á questão da direcção do vento, essa pode ser muito relativa. Existe algo que são correntes de vento. Estas junto ao Solo podem ter ventos com direcção sentido Norte Sul, mais a cima pode estar com a direcção inversa. Portanto temos que ter em conta todos estes pormenores.
Variabilidade do vento: a velocidade do vento está sempre a flutuar, pelo que o seu conteúdo energético varia continuamente. A magnitude destas flutuações dependem das condições climatéricas e das condições locais (objectos e superfície).
As camadas de ar quente e frio fazem essa mesma alteração de ventos consoante a sua altitude. O que se torna muito importante para algumas práticas desportivas, como Asa Delta e Para Pente.
Não ficando conformado com esta noticia e falta de investigação, resolvi contactar o respectivo Museu da Electricidade.

Depois de contactar o departamento de Informações do Museu, recebi gentilmente o email do Sr. António Manuel dos Santos, Funcionário do respectivo Museu com as seguintes palavras.

António Manuel dos Santos
Comunicação
Av. de Brasília - Central Tejo
1300-598 Lisboa, Portugal
Tel: +351 210 028 109 Fax: +351 210 028 104
Tlm: +351 935 505 505

Bom dia, caro Nuno Alves.
Segundo pude apurar junto de pessoas da organização do espectáculo que estiveram presentes nessa noite aqui no Museu, houve realmente um fenómeno aéreo que despertou a atenção de toda a gente, por volta das 21h15/21h30: a cintilação de objectos com percursos não lineares de Nordeste para Sudoeste.
Tratava-se, ao que me dizem, de bandos de aves que - iluminados pelo Sol poente - cintilavam de maneira muito bela.
Esperando que esta resposta o satisfaça, fico ao dispor e cumprimento-o.


Pode fazer o uso que quiser da nossa declaração, caro Nuno... Estamos convictos dela...
Abraço, bom trabalho.
António


Com esta informação estou convicto do que se tratou realmente foi de uma ilusão de óptica por parte do Sr. António Lobo e falta de investigação por parte da entidade APO autora da divulgação da noticia.
A informação existente não coincide e está de alguma forma fora do contexto real.
Deveria ter existido mais pesquisa no tema, colocar outras possibilidades e investigar as mesmas de tal a fim de se obter uma maior consistencia na matéria a ser libertada.
Mas neste caso o que ocorreu foi a publicação directa de um avistamento que afinal tem contornos bem diferentes do que aqui apresentamos.
de sul para a direcção da Ponte 25 Abril (norte), na mesma rota dos aviões que vão aterrar na Portela)
A deslocação não coincide com a que recebemos do Sr António e Organização do evento que terá bem mais do que uma pessoa.
Segundo o que podemos ver no Site da APO esta observação tem a deslocação de Sul para Norte - (
A descrição que recebemos do Sr. António Santos, o que as pessoas observaram teria na realidade o sentido Nordeste Sueste!

Um dos factores muito importantes que poderemos ver nas fotos, é que estas estão tremidas, e as imagens estão de alguma forma borradas, mas que permite ver realmente algo tipo triangular.

Agora vejamos a seguinte imagem...


Faz todo o sentido que seja realmente uma formação de aves que a grande altitude tem a formação de voo em V, e que devido ao desfoque da camera crie o efeito triangular, o mesmo refiro ao cintilar (quando essas bolas de luz piscavam), que era de facto o bater das asas das aves com a justa posição do Sol criara este efeito e a grande altitude as aves não passam de pequenos pontos brancos e luminosos que na verdade é um reflexo Solar sobre a sua plumagem branca.
Através do chat instalado no Blog do Ufo Portugal recebemos vários alertas de que não existira vaga ovni, que seriam os balões libertados no Festival Pride Terreiro do Paço.
Porem o mais plausível continua a ser a deslocação de aves, onde Lisboa faz parte de um vasto corredor aéreo de variadas especies de aves.
Com o escassear da luz do dia muitas aves retornam a pontos de pernoita e segundo a direcção descrita pelo Sr. António Santos, pode levar estas aves para a Serra da Arrábida Setúbal local habitado por muitas aves marinhas devido algumas das suas escarpas “Pontos Altos“.
Ou mesmo o Estuario do sado que é uma das maiores reservas naturais do país que abriga milhares de aves aquaticas que também fica situado a Sul de Lisboa direcção tomada pelo fenómeno observado.
http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?reg=306261

 

Depois de toda esta breve análise pode tirar as suas próprias conclusões do que terá ocorrido. Qualquer das formas se tiver mais informações e dados úteis para a pesquisa agradecíamos o envio dessa mesma informação para análise.
E - Mail - nuno-asl@sapo.pt

Nem tudo o que brilha é Ouro, e a falta de insistência e consistencia na investigação provoca grandes erros na informação distribuída a publico, dando origem a uma informação fantasiosa sem fundamento, existe um determinado número de conjunturas que foram ignoradas, que facilmente descartam a possibilidade de uma Vaga Ovni.
Onde se apresentavam mais de 400 pessoas a observar o referido espectaculo, não deixa de ser curioso somente uma estar com máquina fotografica e ter fotografado algo que está completamente desfocado, para uma Sony Alfa 550, que efectua uma fotografia excelente de alta qualidade ref - (Para saber mais)
O que o Sr. António Lobo observou foi o mesmo que as restantes pessoas presentes observaram (Aves em formação de voo “V” a grande altitude).
Não se trata de desmistificar ninguém, muito menos passar pelo ridículo, somente está em curso o que faltava que não foi feito inicialmente que seria explorar mais aprofundadamente o relato e a informação contida nele.
Se a noticia não foi divulgada como se esperava, por parte do público e meios de comunicação social, será certamente pelo simples facto de terem facilmente identificado o fenómeno.
Fica mesmo ao critério de cada um.... Balões ou uma formação de aves!
Aqui fica um video com verdadeiras Flotillas, para indeia do leitor do que se trata.

Investigação por Nuno Alves
UFO PORTUGAL
Pss - ainda está em curso a recolha de informação que será aqui exposta dentro dos próximos dias.

Tinha - mos no Terreiro do Paço o Arraial Pride, onde não faltaram centenas de balões e largada dos mesmos. Confira você pelo video e as imagens apresentadas.
No ar facilmente podem ser confundidos a grande altitude, visto que próximo ao Museu da electricidade decorria uma outra festividade onde luzes multicoloridas não faltaram que supostamente poderiam também elas interferirem com algo no ar (balões) festa esta SWEET BBC Festa Comuna, veja na imagem a baixo.


Aqui fica um vídeo realizado nos Açores pelo Sr. César Costa que exemplifica o que foi observado e criou a confusão.

Uma ave neste caso gaivota que ao se deslocar e bater das asas com a luz do Sol provoca o efeito que irão ver no vídeo.
Creio que seja a resolução final deste caso.


video

Os meus agradecimentos ao Sr. César Costa, pela disponibilidade deste vídeo que mostra o que terá ocorrido e provocado a confusão de aves com uma vaga de Ovnis sobre Lisboa.

6 comentários:

  1. Moro em Sousa, sertão da Paraíba.
    Quase todas as tardes observo aves (GARÇAS) que voam na direção oeste-leste, em FORMAÇÃO DE V. Tenho inúmeras fotos dessas aves voado nessa mesma formação. Entre as aves e o objeto fotografado pelo observador português, não existe nenhuma semelhança. Essa espécie se ave não voa a altas altitudes.
    É a minha opinião.

    LUIZ CARLOS (Sousa-Paraíba-Brasil).

    ResponderEliminar
  2. Acredito que seja um grupo de aves sim.
    Eu vi muitas vezes situações como esta.
    Faz todo o sentido e tem muita lógica a explicação.
    A foto está borrada.
    Só dá para ver uma mancha branca desbotada, e no canto inferior esquerdo da foto se vê o quanto a foto está ofuscada.
    Sobre a macha existe uma espécie de névoa.
    A lente estava suja certamente e com os pontos brancos das aves ficou uma mancha branca.
    Existem muitas aves que voam em bando e escolhem as grandes altitudes por causa dos ventos ascendentes.
    Por isso elas tomam a forma de voo em V.
    O voo em V facilita a viagem das aves mais fracas.
    As resistentes vão na frente.
    Não encontro ovni nas fotos.
    Só vejo mesmo uma mancha branca totalmente desbotada.
    Se as pessoas do museu afirmam ser um bando de aves então eu acredito nelas.
    Existe uma afirmação e não devemos dúvidar disso.
    Parabéns pelo artigo.
    Está muito bem elaborado.
    Vou passar para o meu blog.

    ResponderEliminar
  3. Estou mais inclinado para os balões.
    Mas será que já estão vendo ovnis em tudo quanto e lugar!
    Não encontro ovnis nas imagens.
    Aff

    ResponderEliminar
  4. Perante o que foi analisado só pode ser duas coisas.
    Aves ou simples balões.
    Acredito que sejam os balões.
    No filme reparei que estavam muitos balões presos a um cordel ou corda.
    Se uma se soltou nem quero imaginar a envergadura que pode tomar no céu.
    Isso sim pode fazer uma tremenda confusão para olhos menos cuidados.
    Não sei se foi o caso.

    P. Matias

    ResponderEliminar
  5. sr aparicio inflama os casos sou testemunha num caso todo inflamado por ele que o publicou a sua maneira no site da APOVNI com titulo ...flashs no castro de sao paio...para melhor esclarecimento fica o meu mail...paulojunio@live.com.pt

    ResponderEliminar
  6. Bom dia... Ontem dia 2/08/2013, pelas 00,30h , encontrava-me a confraternizar com amigos, no Príncipe real em lisboa, quando em apercebi de uma série de pessoas que olhavam o céu e apontavam... imediatamente fiquei alerta, eu e os meus amigos ( mais de 10 pessoas) presenciamos uma série de pontos luminosos, mais de 50, todos em formação de 3, deslocando-se de norte para sul. Os pontos cintilantes pareciam não ir a grande altitude, e não deixavam rasto de barulho. A velocidade a que iam era demasiado baixa apra se tratar de "estrelas cadentes. Sou carlos Rodrigues, de profissão psicólogo. Todos os meus amigos eram pessoas diferenciadas em termos de profissão e habilitações. Ninguém se encontrava sobre o efeito de alcóol...

    ResponderEliminar