sábado, 31 de maio de 2008

Até quando a ignorância sobre factos ufologicos?

Ao longo dos anos senão da história existem muitos relatos de observações de Objectos Voadores Não Identificados.

Muitos no passado foram desmistificados graças ao avanço tecnológico e um melhor entendimento da ciência.

Por outro lado continuam a surgir muitas dúvidas!

Quando observados fenómenos e factores desconhecidos pela ciência parece ainda existir alguma ignorância.

Ignorância esta que leva a fazer as pessoas a se remeterem ao silencio devido ao factor difamatório por parte do entendimento geral séptico.

É importante realçar que todos estes casos devem ser lavados com uma maior seriedade.

Embora exista uma boa parte de alucinatórios que brincam com este tema, devemos continuar a dar avanço a temas que nos são importantes.

Não podemos ignorar os factos.

Visões que nos despertam para uma situação actual deveras importante mas que ignorada pela generalidade.

O que será preciso fazer para chamar a devida atenção das pessoas para um tema que é real, verdadeiro e se mantêm presente!

Porque será que só dão valor e conhecimento a temas com anos de história?

Porque não avançarmos já no terreno!

Não deixar esquecer para depois se investigar.

Porque ainda se teima em criar alguma ignorância sobre toda esta situação!

Quantos alertas são feitos por este mundo fora de observações contínuas.

Quero dar o alerta de alguma forma para que sejam efectuados registos.

Sejam efeitos mais trabalhos e também mais rigorosos.

Exemplo do alerta que tenho vindo a fazer sobre os Ovnis em Sines Portugal que parece ter caído no esquecimento.

Quando muitos julgavam ser apenas Satélites, ou alucinação confusão da minha parte ou de outras pessoas, surgem outras mais a constatar o que á muito já era divulgado.

A vertente Ovni é uma realidade que teima em permanecer no esquecimento e ignorância de muitas pessoas.

Será que vamos precisar de um caso CASO TRAVIS WALTON para que seja dada a devida atenção?

Abraço

Nuno Alves

Sem comentários:

Enviar um comentário