segunda-feira, 7 de abril de 2008

Resultados da Onda de Choque


O universo está se movimentando, a Terra está se agitando, tudo está começando de uma maneira mais rápida agora, e não vai parar, teremos muitas novidades que jamais ouvimos falar, que jamais a ciência esperava que ocorresse no Cosmo e principalmente na Terra.


Ciência comprova o que o Projeto havia alertado:


O jornal Folha de São Paulo do dia 04/11/07 trás o seguinte título: Partículas fantasmas, seu corpo é atravessado por trilhões delas por segundo sem que você se dê conta. Comprovando essa radioatividade.


Buraco negro dispara contra galáxia vizinha. Ele emitiu um raio gigantesco de luz (matéria de 15/12/07). Segundo a ciência, o efeito deste disparo não atingiu nosso Sistema Solar. É exatamente essa onda de choque que está provocando várias anomalias nos corpos celestes. Onde ela passa, ocorrem fenômenos diferentes. Se atingisse a Terra, não teria sobrado nada.


Febre amarela, Dengue, gripe aviária em humanos (houve o aceleramento do processo) já está virando epidemia na China (doenças começariam a aparecer depois de 24/12/07). Esta suposta febre amarela está fazendo muitas vítimas. Já foi constatado que os macacos não morreram de febre amarela no zoológico. A medicina ficará sem saber o que está acontecendo, só mais tarde saberão o que realmente aconteceu. Começarão a aparecer outros sintomas em outras regiões do Brasil e do mundo, ocasionando a morte de muitas pessoas.


Desorientação das águas vivas no litoral brasileiro (nunca havia ocorrido dessa forma). O campo magnético do planeta alterou a orientação natural das águas vivas causando a queimadura de mais de 800 pessoas e ocorrerá com outros animais (répteis, peixes), que perderão a orientação daqui por diante. Fenômeno nunca registrado antes.


Nevou em Bagdá. Neve no deserto!


Vulcões ocorrerão em vários pontos do mundo. Estadão Online: Cientistas britânicos identificaram sinais de vulcão ativo na Antártida e sugerem que a descoberta pode ser a primeira prova de uma erupção vulcânica subglacial.

O relato, dos pesquisadores Hugh Corr e David Vaughan, da British Antarctic Survey (BAS, na sigla em inglês), foi publicado na revista científica Nature Geoscience.

Com a ajuda de radares, os cientistas identificaram uma camada de cinza vulcânica que teria sido depositada na superfície de gelo e depois enterrada pela neve no que hoje seriam as Montanhas Hudson. As cinzas se estendem por uma área maior que o País de Gales (20.779 km²).

No centro da área coberta pelo gelo, os cientistas identificaram uma rocha de um quilômetro de altura do formato de uma montanha.

Segundo os pesquisadores, pela espessura do gelo encontrado acima da camada, o vulcão, localizado na Antártida Ocidental, teria entrado em erupção há 2 mil anos e continua ativo.

"A descoberta de uma erupção vulcânica “subglacial” já seria única, mas nossas tecnologias nos permitem identificar quando ocorreu e determinar a força da erupção", disse Hugh Corr, principal autor do estudo.

"Acreditamos que esta foi a maior erupção na Antártida nos últimos 10 mil anos. Ela produziu um buraco considerável na camada de gelo e gerou uma nuvem de gás e cinzas que se elevou no ar por cerca de 12 quilômetros".

As Montanhas Hudson estão localizadas na Geleira de Pine Island, em uma das geleiras da Antártida Ocidental, cujo deslocamento em direção à costa foi acelerado nas últimas décadas.

Para David Vaughan, "o calor do vulcão pode ter contribuído para esta aceleração, pois produz calor e poderia estar derretendo o gelo".

Apesar disso, os cientistas alertam que apenas o calor do vulcão não explicaria a diminuição das geleiras da Antártida Ocidental que contribuem para o aumento no nível do mar em 0,2 milímetros por ano.

Segundo os pesquisadores da BAS, o derretimento das geleiras pode estar sendo causado pelo aquecimento dos oceanos.


A extinção do Ártico será mais cedo (degelo dos pólos). Há 3 anos, o Projeto já falava no derretimento das calotas polares, muito antes de se falar em aquecimento global. Um ano e meio depois o aquecimento global caiu na boca da Ciência, imprensa e da população.

Naquela época se fala no derretimento em 2080, depois diminuíram para 2030 e agora a última previsão é para 2010-2012, agora chegaram ao 2012 (a data do Projeto).

Já confirmaram que a faixa de todo o litoral mundial está comprometida (o Projeto já divulga esta informação a mais de 8 anos; comprovaram o que sempre falamos). Inclusive pode antecipar para 2010, 2009; muitos fenômenos podem começar antes desta data.

Aparecerão cidades soterradas, dinossauros, animais gigantescos, etc. É só uma questão de derreter o gelo.

Com o derretimento do gelo, já estão sendo “ressuscitadas” bactérias que estavam congeladas a milhões de anos, são bactérias pré-históricas, imagina o que isso pode provocar em nível de Ser Humano.

O “Homem do Gelo” foi encontrado morto com uma lança nas costas, congelado da época glacial. Já havia Seres Humanos com as mesmas características atuais a nossa há 60, 100 mil anos, contradizendo a ciência da evolução. Foi encontrado também um crânio com uma perfuração à tiro.


Professor de glaciologia (estudo do gelo), que esteve na expedição da URGS na Antártida, diz que a Antártida está ficando cada vez mais congelada. Enquanto o Pólo Norte está derretendo aqui está congelando e a previsão é que teremos em 2008 um inverno extremamente rigoroso, e que está se aproximando. Enquanto lá em cima degela, aqui congela!

Teremos uma mini-era glacial em pontos isolados do planeta ou em nível de continente (como alertado pelo Projeto). Da mesma forma que aconteceu no passado onde um Mamute foi congelado com capim seco na boca, foi encontrado intacto, estava comendo e o congelamento foi instantâneo.

O habitat destes animais era mais nas terras debaixo; quando houve a inversão dos pólos; eles subiram para outros pontos, outras regiões. Na próxima Era Glacial isso pegará novamente os animais de surpresa. O choque térmico foi tão rápido que não deu tempo do animal tomar consciência do que estava acontecendo.


Terremotos no Brasil podem se tornar comuns. Acredite se quiser! Três anos depois que Catarina tornou-se o primeiro ciclone a atingir o Brasil, agora foi a vez de um terremoto, com intensidade de 4,9 graus na escala Richter. O tremor destruiu o vilarejo de Caraíbas, distrito de Itacarambi, em Minas Gerais.

O Brasil, por estar situado em uma placa tectônica, dificilmente sente o tremor de Terra, embora eles sejam mais comuns do que se imagina.

Por estar no centro da placa, em uma gangorra, os terremotos são costumeiramente sentidos nas extremidades da gangorra (da placa).

Se colocarmos sismógrafos em algumas regiões brasileiras, eles vão registrar os pequenos tremores de terra quase que diários que ocorrem em nosso território, porém como são insignificantes, ninguém se incomoda com os mesmos. No entanto, agora essa situação pode mudar e o que foi sentido recentemente em Minas Gerais pode ocorrer em outras regiões do país.

Foi a primeira vez que um terremoto fez vítima no Brasil, foi o maior em todos os tempos em nosso território. No dia 09 de dezembro de 2007 houve terremotos também no Chile e mais dois paises (como previsto pelo Projeto).

A ciência do planeta hoje, não consegue prever terremotos com tanta exatidão. Nenhuma ciência da Terra conseguiu identificar.


Na Terra está havendo o surgimento de “nuvens” que estão sendo observadas. Já estavam antes do dia 09/12/07, mas depois do dia 09, surgiram mais nuvens estranhas a cerca de 80 km de altitude, bem acima dos parâmetros normais das “nuvens da Terra”. Antes elas estavam surgindo aos poucos, agora está se formando como se fosse uma “malha” em cima do Pólo Norte.

Nesta região não haveria possibilidade de formação de nuvens, pois não há umidade, a região é mil vezes mais seca que o deserto do Saara. Está se espalhando em forma de grade. Era observada apenas com aparelhos, hoje é vista a olho nu nas 24 horas do dia, e essa malha se espalha cada dia mais, ela não se dispersa, não acaba, só cresce cada dia mais. Os cientistas estão assustados, não sabem o que é e nem seus efeitos.

Estas nuvens são o resultado de formação de gases, veremos o céu ainda mais rajado, muito superior a estas e com raios e fenômenos diferentes do que estamos acostumados a ver devido às mudanças do campo eletromagnético e do eixo da Terra que já está começando a se inclinar. Em 2012 será quando o eixo do planeta começa a voltar. Virada dos pólos da Terra.

Isto é normal devido a presença de outros corpos celestes que estão se aproximando, tudo afeta o campo da Terra.


Em alguns lugares de morros e montanhas podem ser liberados alguns gases nocivos a nossa saúde, que ficará à 30, 60 cm de altura do solo no máximo. É um gás pesado, não se expandirá pelo ar, porém causa asfixia, queimaduras, provocar várias situações em todos os seres viventes. Serão liberados pelo movimento das placas.

No Brasil: principalmente na região de Minas Gerais, Serra de Ubatuba, Serra do Roncador e alguns trechos da região amazônica.

No mundo: será na Etiópia, França em algumas regiões dos EUA e no México.


As abelhas estão sumindo, com isso muitas plantas não estão sendo polinizadas. Quem tiver alimento e água terá total poder, será o dinheiro do futuro. A qualquer momento, inclusive no Brasil, poderemos ser pegos de surpresa na questão da alimentação. Será este um dos motivos da construção na Groelândia de um “Banco de Sementes”?


A ciência já identificou a presença de um planeta intruso, cerca de oito vezes maior que o Sol que passará pelo Sistema Solar. Está indo em direção do Sol, ficará tão brilhante quanto ele, parecendo um “Segundo Sol”.

Nas inscrições egípcias temos uma passagem de um grande astro que provocou várias hecatombes na Terra, o 12o planeta, ou 2o Sol. Quanto mais ele se aproxima, mais abalos sísmicos acontecem nos planetas por onde ele passa. Imaginem um astro 8 vezes maior que o Sol o que não vai fazer. Passa em nosso Sistema Solar a cada 1.800 anos, e próximo a Terra a cada 3.600 anos.

Segundo a Bíblia, o Projeto e outras profecias, quando for visto a olho nu (já está sendo visto por telescópios), a população só terá mais 4 anos de tranqüilidade, vamos dizer assim. A época da “tribulação” está chegando. Daqui 4, 6 anos poderá ser visto a olho nu.

Quando este astro passa sobre os planetas seu campo eletromagnético é invertido (do negativo para positivo), dá a volta (mais 1.800 anos) e passa, invertendo novamente (do positivo para o negativo). Sempre foi assim e sempre será até que o astro seja destruído ou se auto-destrua. Hoje o planeta Vênus está com os pólos invertidos devido este astro.

Os Sumérios o chamaram de 12o planeta ou Nibirú (traduzido como planeta de passagem). Os Babilônios e Mesopotamios o chamaram Marduk (O Rei dos Céus e O Grande Corpo Celeste). Os antigos Hebreus referem-se a ele como o Globo Alado, por causa da sua longa órbita. Os Gregos o chamaram de Nêmesis (seu mais conhecido nome). Profetas nomearam-no como: A Estrela Azul, A Estrela Vermelha, O Mensageiro Flamejante, O Cometa Condenado, Planeta X, Hercólobus, entre outros.


Nuvem gigantesca pode se chocar com o Sistema Solar, diz a nossa ciência que isso ocorrerá em 100 milhões de anos, mas lembremos dos prazos dos cientistas e do Projeto...

Esta “nuvem” tem uma relação com prótons e elétrons; é por isso que a bíblia diz: veio do pó e ao pó retornará.

Essa nuvem cósmica pode trazer mais surpresas para com os planetas do Sistema Solar, mas a Terra pode ser privilegiada pelo seu ponto, vibração, campo eletromagnético, que nenhum outro planeta do Sistema Solar tem da mesma forma que a Terra tem. Pode ser privilegiada e ter um retorno positivo, onde a vida não perecerá em função disso.

Porém podemos ter explosões de planetas do nosso Sistema Solar, ou serem “engolidos” por essa nuvem. Ela traz blocos imensos de gelo, até maior que um planeta. Este fenômeno que pode destruir planetas do Sistema Solar, não chegará antes de 2028 (por volta de 2032), que é quando termina a reconstrução do planeta Terra.


Cubos de gelo, nuvens estranhas, disparo de buraco negro; vários fenômenos estão acontecendo e acontecerão enquanto essa onda de choque estiver se propagando universo afora.

Os fenômenos acontecerão em pontos isolados, o planeta começou a se agitar. O apocalipse está se apresentando.

O apocalipse se dá durante 7 anos, são 7 anos de tribulações, começando em 2009, como temos 2 anos de defasagem, o apocalipse termina em 2018 (Pela correção dos abalos sísmicos, são 2 anos e meio de diferença).


Fala-se muito do efeito estufa, que é culpa do homem. O homem agravou a situação, mas não foi isso que afetou o planeta, contribuiu cerca de 1%, 2%. O problema maior mesmo, vem do universo, do Cosmo.

Os governantes só estão ganhando dinheiro em cima do bio-combustível e tudo mais, é só especulação, pois eles sabem da verdade, que estes fenômenos são cíclicos, naturais. Essas radiações, abalos e fenômenos vêm de fora, não tem como evitar.

Da junção dos blocos econômicos, haverá um líder mundial, começou bem mais cedo do que o esperado. Logo a moeda no geral será substituída. Já estão querendo colocar chips nos seres humanos, já tem em animais e nos carros. Já será substituído o código de barras por um chip. Já existem alguns produtos que não tem mais código de barra.


Em 2009 o mundo todo já estará sofrendo os abalos sísmicos.

Em 2012 será o ápice de tudo. A data de 2012 já está corrigida segundo o nosso calendário, é a data fatal. Em 2012 teremos um abalo maior em todo o mundo, por enquanto será em pontos isolados, num continente, no outro, de região, porém mais agravante do que já tem sido.

O pior será entre 2012 a 2018.

Em 2018 começamos a reconstrução do mundo. A reconstrução global será a fase mais difícil do que a época do caos, é onde vem as epidemias, fome, falta de abrigo, etc. Por esse motivo, quem tiver alimentos e água potável, dominará o mundo. Depois virá a Era Dourada que todas as linhas esotéricas dizem, com novos conceitos mundiais e não governantes.


Brasil


Vamos ficar atentos à próxima temporada de chuvas e tornados que virão (2008), vamos ver como o Brasil será assolado por tempestades e furações.

Quem está à beira mar precisa se precaver pois a próxima etapa de tornados (2008) vem para dar um bom susto, principalmente no Brasil.

O que mais prejudicará o Brasil serão chuvas, tempestades, ventos, tornados no litoral e pedaços de gelo que cairão do céu. Outros fenômenos naturais o Brasil está mais protegido.


Os acontecimentos serão gradativos, não será de uma só vez um caos. Infelizmente hoje, a população só acredita naquilo que sai na mídia.


Foi um evento fenomenal! Será que nos demos conta da importância destas informações?

As comprovações estão vindo uma após a outra e bem rápido! As verdades estão ai, basta ter olhos para vê-las.

As informações do Projeto Portal não são “previsões”, nem adivinhações, são cálculos matemáticos. Dispomos de recursos tecnológicos que analisam as conseqüências do que está acontecendo hoje e do que pode acontecer amanhã. Essa tecnologia não é só em nível de Terra, mas de universo próximos.

José Guilherme Raymundo

Comandante Aviador, Ufólogo,Pesquisador e Escritor de Literatura Jurídica e Ufológica.

2 comentários:

  1. Parabéns. Sabemos que as informações ao povo é totalmente manipulada e dirigida conforme vontade dos poderosos. Mas existem pessoas que tem como única finalidade mostrar a verdade ao mundo. O apocalipse está as portas. Maranata.

    ResponderEliminar